Seguir o O MINHO

Desporto

Fernando Pimenta volta a vencer e traz quatro medalhas de ouro da Polónia

Taça do Mundo de canoagem

em

O canoísta limiano Fernando Pimenta fechou hoje a participação da Taça do Mundo de Poznan com a conquista da quarta medalha de ouro, das cinco que a seleção portuguesa alcançou na Polónia.

Fernando Pimenta, duplo medalhado olímpico, fechou com ‘chave de ouro’, ao impor-se na final de K1 5.000 metros, depois de ter vencido também as de K1 500 e K1 1.000 metros, às quais juntou o triunfo na prova mista de K2 500, ao lado de Teresa Portela.

Com o triunfo de João Ribeiro e Messias Baptista na prova de K2 200 metros, Portugal terminou no segundo lugar do quadro das medalhas, com um total de sete: além das cinco de ouro, conquistou ainda uma de prata, por Francisca Laia, e uma de bronze, por Kevin Santos, nas provas feminina e masculina de K1 200 metros.

A representação portuguesa ficou apenas atrás da Alemanha, que totalizou 13 medalhas e igualmente cinco de ouro, enquanto a anfitriã Polónia arrebatou 18, mas apenas quatro do metal mais precioso.

Fernando Pimenta venceu com autoridade a última corrida da competição, com o tempo de 21.29,54 minutos, batendo por 7,21 segundos o esloveno Jost Zakrajsek e por 21,91 o polaco Rafal Rosolski, segundo e terceiro classificados, respetivamente.

Na final feminina de K1 5.000 metros, Maria Rei foi a melhor representante lusa, na sexta posição, com o tempo de 25.01,21 minutos, enquanto Sara Sotero foi nona colocada, com 25.41,96, numa prova vencida pela espanhola Estefania Fernandez.

O principal protagonista foi, como habitual, Fernando Pimenta, que começou por vencer a prova de K1 1.000 metros, em 3.27,91 minutos, superando o australiano Thomas Green, segundo, em 3.29,37, e o belga Artuur Peeters, terceiro, em 3.29,81.

Depois, ganhou também os 500, em 1.39,18 minutos, à frente do australiano Jackson Collins, segundo, em 1.39,46, e do austríaco Timon Maurer, terceiro, em 1.39,74.

Na prova mista de K2 500, Fernando Pimenta e Teresa Portela gastaram 1.35,03 minutos a chegar ao ouro, superando uma dupla sueca (segunda, em 1.35,03) e uma australiana (terceira, em 1.36,83), que completaram o pódio.

Por seu lado, João Ribeiro e Messias Baptista ganharam a final A de K2 200 metros em 1.29,72 minutos, superando por escassa margem os alemães Félix Frank e Moritz florstedt, segundos em 1.29,81. O bronze foi para a Austrália (1.30,43).

Em K1 200 metros, Francisca Laia foi segunda, com o registo de 41,14 segundos, sendo apenas batida pela eslovena Anje Osterman, que gastou 41,03. A anfitriã Marta Walczykiewicz completou o pódio, ao ser terceira, com 41,38.

Na prova masculina, Kevin Santos foi terceiro, com 35,66 segundos, imediatamente à frente do compatriota Pedro Casinha (35,79). Venceu o sueco Peter Menning (35,25), seguido pelo lituano Arturas Seja (35,33).

Em K4 500, prova conquistada pela Ucrânia, em 1.19,39 minutos, o quarteto luso composto por Emanuel Silva, João Ribeiro, Messias Baptista e Kevin Santos foi quinto, em 1.21,25.

Na final de K1 500, Teresa Portela foi sexta classificada, em 1.51,87 minutos, numa regata conquistada pela neozelandesa Lisa Carrington, que gastou 1.48,36.

EM FOCO

Populares