Seguir o O MINHO

Desporto

Fernando Pimenta prolonga ligação ao Benfica até 2024

Canoísta de Ponte de Lima

em

Fernando Pimenta ao lado de Rui Costa, presidente do Sport Lisboa e Benfica. Foto: Divulgação

Fernando Pimenta prolongou contrato com o Benfica até 2024, anunciou hoje o canoísta de Ponte de Lima nas redes sociais.

“Quero continuar a representar o Benfica da melhor maneira, conquistar títulos nacionais e internacionais, porque é isso que os adeptos, sócios e simpatizantes querem. Estou aqui para trabalhar, lutar e para ultrapassar os desafios e as dificuldades. Vestir o manto sagrado é algo que tem de acontecer em momentos especiais, porque assim ainda sentimos mais a camisola que temos vestida e o emblema que temos ao peito. Espero que esta ligação seja boa para ambas as partes, que eu consiga continuar a dignificar este emblema, e conto com o apoio de toda a equipa do Benfica, que nunca nos deixou ficar para trás”, disse ao canal de televisão do clube.

Foto: Divulgação

O novo contrato com o clube foi assinado na SAD encarnada e contou com a presença do presidente do Benfica, Rui Costa.

“Somos duas pessoas que sentimos muito o clube, de forma natural e espontânea. A forma como temos visto o presidente presente nas mais diversas modalidades engrandece-o e mostra que está a puxar pelas várias equipas. É um prazer sentir o carinho, estar ao lado dele e trocarmos respeito mútuo”, agradeceu Fernando Pimenta.

No clube desde 2018, o atleta de 32 anos conta com mais de 100 medalhas internacionais no palmarés, entre vitórias em campeonatos do Mundo e da Europa e em Taças do Mundo, assim como duas medalhas olímpicas – prata em K2 1000 metros (Londres 2012) e bronze em K1 1000 (Tóquio 2020, jogos olímpicos que se realizaram em 2021, devido à pandemia da covid-19).

É o atual campeão do Mundo de K1 1000 metros, título que conquistou em setembro passado, em Copenhaga (Dinamarca).

Com o atual ciclo olímpico mais curto, o supercampeão formado pelo Clube Náutico de Ponte de Lima sonha em chegar à tão desejada medalha de ouro em K1 1000 metros, nos Jogos Olímpicos de 2024, que se realizam em Paris (França), numa altura em que estará perto de completar 35 anos.

A esse propósito, Pimenta reconheceu que é um ciclo olímpico “atípico, mais curto e intenso”. “Estou a preparar-me da melhor forma, não podemos perder ritmo, porque o apuramento é já em 2023 e quero entrar diretamente. É preparar-me o melhor possível, primeiro para o apuramento, depois para os Jogos Olímpicos. Há uma grande comunidade de portugueses e benfiquistas em França e sei que posso contar com o apoio deles”, frisou o canoísta.

No domingo passado, Pimenta conquistou o 14.º título nacional consecutivo de fundo. Em Mirandela, venceu à frente do colega de equipa João Ribeiro, igualmente olímpico, e de José Ramalho (Prado).

*Com Lusa

Populares