Seguir o O MINHO

País

Feriados, fins de semana prolongados e pontes possíveis em 2021

Calendário

em

Foto: Ilustrativa / DR

O primeiro dia do ano, feriado obrigatório, calha numa sexta-feira, permitindo um fim de semana prolongado, embora sem liberdade de circulação entre concelhos e recolher obrigatório.

A seguinte oportunidade para uma ponte é no dia 16 de fevereiro, Carnaval, que, não sendo feriado obrigatório, depende da decisão do Governo, municípios e empresas.

Na Páscoa há a possibilidade de se fazer um fim de semana prolongado, entre os dias 2, Sexta-Feira Santa, e 4 de abril, domingo de Páscoa (ou então até ao 5, Segunda-Feira, que tem tradição em várias terras do Minho).

O 25 de Abril é num domingo e o 1 de maio, Dia do Trabalhador, num sábado.

O Corpo de Deus, no dia 3 de junho, calha numa quinta-feira, abrindo possibilidade para ponte na sexta-feira.

O dia de Camões e da língua Portuguesa, 10 junho, coincide com uma quinta-feira, e permite uma ponte, na sexta-feira.

O Dia da Assunção de Nossa Senhora, 15 de agosto, calha num domingo.

Já o 5 de outubro, em que se celebra a Implantação da República, calha numa terça-feira e abre possibilidade para ponte na segunda-feira.

Dia de Todos os Santos, 1 de novembro, celebra-se numa segunda-feira, permitindo um fim de semana prolongado.

A Restauração da Independência, 1 de dezembro, calha numa quarta-feira, tal como o Dia da Imaculada Conceição, a 8 de dezembro.

O Natal, 25 de dezembro, comemora-se num sábado.

A estes somam-se os feriados municipais, como os dos Santos Populares: Santo António, 13 de junho (domingo); São João, 24 de junho (quinta-feira); São Pedro, 29 de junho (terça-feira).

EM FOCO

Populares