Seguir o O MINHO

Guimarães

Feira de emprego em Guimarães com 650 vagas disponíveis

em

Foto: DR/Arquivo

A iniciativa “Start Point – Feira de Emprego e Empreendedorismo” terá lugar na próxima terça-feira, dia 17, no campus de Azurém da Universidade do Minho, em Guimarães. Cerca de 650 empregos e estágios de 35 entidades vão ser oferecidos. Empresas como Bosch, Ikea, Jerónimo Martins Continental Mabor e Fujitsu estarão no local.

A organização cabe à Associação Académica (AAUM), através dos gabinetes do Empreendedor e de Inserção Profissional, tendo ainda a parceria da Reitoria da UMinho.

A sessão de abertura realiza-se às 10:00, com as intervenções previstas do reitor Rui Vieira de Castro, do presidente da AAUM, Nuno Reis, da diretora do Centro de Emprego do Médio Ave, Helena Chaves, e do presidente da Câmara Municipal de Guimarães, Domingos Bragança.

O programa para esse dia inclui também uma dezena de palestras, workshops e formações que acontece em paralelo nos anfiteatros B1.10 e B1.12. Por exemplo, será possível aprender a criar um currículo vitae digital, usufruir de apoio técnico na área de emprego e empreendedorismo, bem como adquirir mais conhecimento sobre mobilidade europeia, ideias de negócio, carreira na indústria e a bolsa de emprego da UMinho, que será apresentada das 16:30 às 17:15.

Na segunda-feira, dia que antecede a abertura da mostra, estão previstas ações de coaching que visam “preparar” e “apoiar” os participantes interessados no contacto com as entidades empregadoras. Há workshops sobre preparação pessoal para enfrentar o mercado de trabalho, técnicas de procura ativa de emprego, desenvolvimento de competências transversais, entre outros.

A “Start Point”, que vai já na sua nona edição, tem como objetivo principal propiciar o contacto direto de jovens e adultos com o mercado, através de oportunidades profissionais, do desenvolvimento de competências e do networking dos participantes. É destinada a ex-estudantes, investigadores e professores, bem como a recém-diplomados e empreendedores. Conta com o cofinanciamento do Programa Operacional Regional do Norte, do Portugal 2020 e do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional. A AAUM disponibiliza transporte para a comunidade académica entre os campi de Braga e Guimarães.

EM FOCO

Populares