Seguir o O MINHO

Alto Minho

Federação de Ciclismo critica Câmara de Viana por causa da Volta a Portugal: “Decisão lamentável”

Covid-19

em

Foto: DR

O presidente da Federação Portuguesa de Ciclismo, Delmino Pereira, classificou de “desagradável” e “lamentável” a decisão da Câmara de Viana do Castelo de interditar a passagem da Volta a Portugal em bicicleta naquele concelho.

“Considero esta posição de desagradável. A Câmara Municipal podia-o fazer de muitas formas, não acho correto que se aproveite do prestígio da Volta a Portugal para lançar uma notícia do concelho de Viana do Castelo. A Volta realiza-se em todo o território nacional e não é um evento que se realize exclusivamente naquele concelho. É uma decisão lamentável e espero que não provoque danos a todo o evento. Apesar de todas as dificuldades que existem, acreditamos que é possível realizar a Volta a Portugal, protegendo a saúde de todos”, afirma Delmino Pereira, em entrevista a Bola Branca, programa da Rádio Renascença.

Delmino Pereira espera que não surjam outros municípios a seguir o exemplo de Viana da Castelo, lembrando que o plano de segurança sanitária da Volta já foi aprovado pela DGS.

Viana do Castelo interdita passagem da Volta a Portugal em bicicleta

“Pode acontecer que outros municípios sigam o exemplo de Viana, mas espero que isso não aconteça. Nós temos um plano que foi aprovado pela entidade que abriu os outros setores de atividade, e espero que não exista um peso e duas medidas. E é por isso que acho que Viana do Castelo tenha assumido o papel de protagonista num assunto que não lhe diz respeito, e não é correto este comportamento de tentar provocar um dano à Volta a Portugal”, lamenta.

Volta a Portugal em bicicleta com ‘luz verde’ para ir para a estrada

No domingo, a Câmara de Viana do Castelo anunciou que iria interditar a passagem da Volta a Portugal em bicicleta por considerar que “não pode dar sinais contraditórios” à sociedade, “face ao desconhecimento da evolução” da pandemia de covid-19.

EM FOCO

Populares