Seguir o O MINHO

Viana do Castelo

“O farol de Montedor, alumia cá p’ra baixo. Qu’eu perdi o meu Amor, E às escuras não o acho”

em

O Farol de Montedor, localizado no promontório com o mesmo nome, na freguesia de Carreço, em Viana do Castelo, celebrou esta segunda-feira, dia 20 de março, 107 anos de entrada em funcionamento, data recordada pelo Marinha Portuguesa.

Tendo como seu projetista o Eng. José Ribeiro de Almeida, este farol é o mais setentrional da costa do continente português, com uma altura de 28 metros e uma altitude de 103 metros.

“O aparelho ótico deste farol é rotativo lenticular de Fresnel de 3ª ordem, pequeno modelo”, especifica nota da Associção Marítima Nacional.

Símbolo arquitetónico e cultural de Viana do Castelo, este farol foi inspiração para a composição de uma música intitulada “Canção do Farol de Montedor”.

Zeferino Schultz Xavier (Vila Franca de Xira, Alhandra, 4 de Outubro de 1850 — 1939)

“O Farol de Montedor foi um dos oitos faróis mandados construir por Júlio Zeferino Schultz Xavier, tendo entrado em funcionamento em 20 de março de 1910.

Inicialmente alimentado a azeite, em 1936 passou a funcionar a petróleo e, com a sua ligação à rede pública de distribuição de energia efetuada em 1947, passou a trabalhar a eletricidade“, pode ler-se num artigo de 2014 do conhecido blogue “Blogue do Minho”.

Fotos: Blogue do Minho

“Sendo o mais setentrional do país, a luz do Farol de Montedor cruza com a do farol das Ilhas Cies, situado à entrada da Ria de Vigo e ainda com o Farol da barra do Rio Douro, no Porto“, acrescenta.

“Para além do seu interesse museológico, o Farol de Montedor proporciona uma vista soberba sobre toda a região envolvente, vendo-se toda a zona costeira desde a Areosa até Vila Praia de Âncora e as veigas em redor”, refere o blogue alusivo ao Minho, gerido por Carlos Gomes.

Fotos: Blogue do Minho

Visitado por uma grande variedade de grupos desde escolas, turistas, caminhantes, peregrinos de Santiago, praticantes de ciclismo, entre outros, em 2016, registou a visita de 2.253 pessoas.

“Farol de Montedor” – Letra

                  O farol de Montedor, ó ai ó ai

                   O farol de Montedor

                   Alumia cá p’ra baixo, ó ai ó ai

                   Alumia cá p’ra baixo, ó ai ó ai

                   Qu’eu perdi o meu Amor, ó ai ó ai

                   Qu’eu perdi o meu Amor

                   E às escuras não o acho, ó ai ó ai

                   E às escuras não o acho, ó ai ó ai

                  

                   É noite e o sol já está posto, ó ai ó ai

                   É noite e o sol já está posto

                   E o meu Amor que não vem, ó ai ó ai

                   E o meu Amor que não vem, ó ai ó ai

                   Ou o mataram a ele, ó ai ó ai

                   Ou o mataram a ele

                   Ou ele matou alguém, ó ai ó ai

                   Ou ele matou alguém, ó ai ó ai

                  

                   Ó luar da meia noite, ó ai ó ai

                   Ó luar da meia noite

                   Alumia cá p’ra baixo, ó ai ó ai

                   Alumia cá p’ra baixo, ó ai ó ai

                   Qu’eu perdi o meu Amor, ó ai ó ai

                   Qu’eu perdi o meu Amor

                   E às escuras não o acho, ó ai ó ai

                   E às escuras não o acho, ó ai ó ai

Populares