Famalicão vence Paços com golos de Kadile e Francisco Moura

I Liga

O Famalicão venceu hoje o Paços de Ferreira, por 2-1, em jogo muito equilibrado e disputado da 10.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol, que marcou o regresso de José Mota ao comando dos pacenses.

Junior Kadile, aos 20 minutos, e Francisco Moura, aos 46, fizeram os golos do Famalicão, que somou o segundo triunfo nos últimos três jogos e subiu, provisoriamente, ao 13.º lugar da I Liga, com Nigel Thomas, aos 23, a marcar para o Paços, 17.º e penúltimo classificado, que ainda não ganhou no campeonato.

João Pedro Sousa fez apenas três alterações em relação ao jogo da Taça de Portugal com o Trofense – Gustavo Assunção, Ivo Rodrigues e Rui Fonte ficaram no banco e entraram para o ‘onze’ Pelé, Kadile e Álex Millán -, enquanto José Mota fez uma maior mudança em relação à última equipa feita por César Peixoto: saíram Jordi, Fernando Fonseca, Vasco Sousa, Luís Bastos, Matchoi e Butzke e entraram Vekic, Flávio Ramos, Antunes, Arthur Sales, Koffi e Thomas.

O Paços de Ferreira entrou mais forte, com mais bola, e nos primeiros minutos de jogo criou várias oportunidades de perigo junto da baliza de Luíz Junior.

Aos 14 minutos, após falha de Mihaj, Koffi isolou-se na área, mas demorou bastante a rematar e Francisco Moura cortou o lance impedindo o golo.

Entretanto, o Famalicão, na primeira oportunidade fez o golo: decorriam os 20 minutos e Penetra isolou Kadile que, depois de aguentar uma carga, atirou confiante para dentro da baliza de Vekic.

Mas os pacenses mantiveram a pressão e, logo de seguida, repuseram a igualdade, quando, depois de um cruzamento de Delgado, Koffi deixou para Thomas, que rematou forte para o golo, sem qualquer hipótese para o guardião famalicense.

Depois disso, a partida ‘arrefeceu’ e as oportunidades de golo escassearam.

O arranque da segunda parte trouxe um golo para a equipa da casa: cruzamento de Puma Rodriguez e Francisco Moura, no coração da área, cabeceou para o golo que deu a vitória ao Famalicão.

Ainda antes do tempo extra, os famalicenses estiveram muito perto de fazer o terceiro, numa altura em que o Paços de Ferreira já estava mais desorientado e com dificuldades em contrariar a pressão imposta pelo adversário.

Aos 80 minutos, depois de Kayky fazer um mau desvio, o Famalicão insistiu e Riccieli assistiu Cádiz que, na área, rematou, com a bola a ir ao poste.

O Famalicão segurou da melhor forma a vantagem até ao final e garantiu três importantes pontos.

Ficha de Jogo

Jogo no Estádio Municipal de Famalicão, em Vila Nova de Famalicão.

Famalicão – Paços de Ferreira, 2-1.

Ao intervalo: 1-1.

Marcadores:

1-0, Kadile, 20 minutos.

1-1, Nigel Thomas, 23.

2-1, Francisco Moura, 46.

Equipas:

– Famalicão: Luiz Júnior, Mihaj, Penetra, Alex Millán (Cadiz, 57), Kadile (Ivo Rodrigues, 57), Riccieli, Puma Rodriguez (Rúben Lima, 72), Pelé (Gustavo Assunção, 57), Zaydou (Simões, 82), Francisco Moura e Colombatto.

(Suplentes: Zlobin, Queirós, Rúben Lima, Ivo Rodrigues, Simões, Iván Jaime, Gustavo Assunção, De La Fuente e Cadiz).

Treinador: João Pedro Sousa.

– Paços de Ferreira: Vekic, Antunes, Nigel Thomas (Kayky, 70), Uilton, Arthur Sales (Adrian Butzke, 57), Bastien Toma (Jorge Silva, 85), Delgado (Fernando Fonseca, 70), Koffi, Rui Pires, Flávio Ramos e Ilori.

(Suplentes: Jordi, Lima, Pedro Ganchas, Kayky, Adrian Butzke (Adrian Butzke, 57), Bastos, Jorge Silva, João Vigário e Fernando Fonseca).

Treinador: José Mota.

Árbitro: Miguel Nogueira (AF Lisboa).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Rui Pires (31), Zaydou (41), Antunes (64), Bastien Toma (66) e Puma Rodriguez (66).

Assistência: Cerca de 2.400 espetadores.

 
Total
0
Partilhas
Artigo Anterior

Bárbara Timo conquista medalha de prata no Grand Slam de Abu Dhabi

Próximo Artigo

Quinze ovelhas mortas em dois dias em freguesia de Viana do Castelo

Artigos Relacionados
x