Seguir o O MINHO

Actual

Famalicão tenta capitalizar dérbi lisboeta e consolidar lugar no ‘pódio’

17.ª jornada

em

Foto: Twitter de B24

O Famalicão recebe hoje o Marítimo, em jogo da 17.ª jornada, no qual vai procurar aproveitar o desaire do Sporting diante do líder Benfica e reforçar o terceiro lugar da I Liga portuguesa de futebol.

Os famalicenses, que na quarta-feira asseguraram uma inédita presença nas meias-finais da Taça de Portugal, somam 30 pontos, mais um do que os ‘leões’, que na sexta-feira perderam em casa com o rival lisboeta, por 2-0.

Em caso de triunfo sobre o Marítimo, a formação orientada por João Pedro Sousa abre quatro pontos de vantagem sobre o Sporting e reduz para oito a diferença para o segundo colocado, FC Porto, que foi derrotado por 2-1 pelo SC Braga, na abertura da ronda.

Em Vila Nova de Famalicão, em jogo agendado para as 17:30, os minhotos terão pela frente o 10.º classificado, que vem de quatro partidas sem perder, sendo que a última derrota do conjunto comandado por José Gomes aconteceu no Estádio da Luz (4-0).

Rio Ave e Boavista encerram a 17.ª jornada e a primeira volta da I Liga, às 20:00, sendo que os vila-condenses precisam de uma vitória para igualarem o Vitória de Guimarães no quinto lugar, com 25 pontos, depois de os vitorianos terem batido por 1-0 o Santa Clara na véspera.

Por seu lado, os ‘axadrezados’ ainda procuram a primeira vitória sob o comando de Daniel Ramos, após um empate com Portimonense e um desaire com o Famalicão.

No primeiro jogo do dia, agendado para as 15:00, o Paços de Ferreira vai tentar distanciar-se dos lugares de despromoção. Os pacenses recebem o Gil Vicente, oitavo colocado, que alcançou um triunfo na última ronda, na visita ao Belenenses SAD.

Programa da 17.ª jornada:

– Sexta-feira, 17 janeiro:

FC Porto – SC Braga, 1-2.

Sporting – Benfica, 0-2.

– Sábado, 18 janeiro:

Desportivo das Aves – Portimonense, 3-0.

Vitória SC – Santa Clara, 1-0.

Tondela – Moreirense, 1-1.

Belenenses SAD – Vitória de Setúbal, 0-1.

– Domingo, 19 janeiro:

Paços de Ferreira – Gil Vicente, 15:00.

Famalicão – Marítimo, 17:30.

Rio Ave – Boavista, 20:00.

Anúncio

Actual

Peça inspirada em Mark Twain inicia digressão nacional em Ponte de Lima

Teatro

em

Foto: Divulgação

O espetáculo “Adão + Eva: a experiência”, inspirado em “Os diários de Adão e Eva”, de Mark Twain, inicia, no dia 22, em Ponte de Lima, uma digressão que o levará a cinco localidades portuguesas, informou a produtora.

Em Ponte de Lima, a peça, que é protagonizada por Margarida Moreira e Ricardo Barbosa, estará no palco do Teatro Diogo Bernardes.

No dia 27 de março, o espetáculo será representado no Teatro Ribeiragrandense, em S. Miguel (Açores), nos dias 18 e 19 de abril é a vez da sala Estúdio-Latino do Teatro Sá da Bandeira (Porto) e, em 16 de maio, estará no Teatro Mascarenhas Gregório (Silves) antes de, em 21 a 31 de maio, ficar em cena na Escola de Mulheres – Oficina de Teatro, em Lisboa.

“Adão + Eva: a experiência” tem adaptação e encenação de João Ascenso.

A trama centra-se em Adão e Eva, depois de expulsos do “Centro de Pesquisas Éden”, quando são confrontados com uma nova realidade com a qual vão ter de aprender a lidar. O espetáculo tem luz de Ricardo Brito Diniz e design gráfico do Monstrocriativo.

Continuar a ler

Actual

Vila Verde inspira exposição romântica em Felgueiras no dia dos namorados

em

Felgueiras inaugurou hoje uma exposição de mesas românticas decoradas com toalhas tradicionais, preparadas por bordadeiras do concelho, para assinalar o dia dos namorados, disse a vereadora Ana Madeiros. A exposição foi inspirada nos lenços de namorados de Aboim da Nóbrega, concelho de Vila Verde.

“A Casa do Risco [onde se encontra a exposição] tem bordadeiras de mão cheia, bordadeiras com uma experiência de muitos anos, que enaltecem estas tradições [centenárias]”, comentou, em declarações à Lusa.

“São 36 lenços, todos de concelhos portugueses. A inspiração foi os lenços de namorados típicos de Vila Verde. No nosso caso, fizemos lenços da paz [com versos de poetas locais], que foi o mote dado para que outros concelhos pudessem participar”, explicou Ana Medeiros.

Segundo a autarca, a exposição destina-se, também, a assinalar o 20.º aniversário da Casa do Risco, um equipamento do município, na freguesia de Airães, onde se promove e preserva o bordado tradicional, envolvendo várias mulheres guardiãs da tradição.

Além da exposição das mesas românticas, com a suas toalhas bordadas à mão, para a qual a câmara contou com o apoio de empresas de decoração e floristas do concelho, os visitantes podem encontrar, noutra sala da Casa do Risco, uma exposição de lenços de namorados, da Direção Regional da Cultura do Norte.

Aquela mostra iniciou o seu percurso na Feira do Livro de Guadalajara, no México, seguiu depois para a Livraria Lello e encontra-se agora em Felgueiras.

A mostra na Casa do Risco contempla, também, um conjunto de peças de bordados que aliam a tradição à contemporaneidade.

“Os bordados estão espalhados por toda a exposição, com o objetivo de transmitir a mensagem de que o bordado não é só uma tradição. É uma tradição que pode, ao mesmo tempo, ser moderno e contemporâneo”, defendeu, assinalando o “requinte e a classe” das peças apresentadas.

O ponto alto da exposição, que estará patente até ao dia 26, será a tarde de domingo, com várias atividades de poesia, danças de salão, canto e música, envolvendo alunos das escolas do concelho.

Continuar a ler

Actual

Portimonense quer ser competente em todos os momentos frente ao Moreirense

I Liga

em

Foto: DR / Arquivo

O treinador Paulo Sérgio alertou hoje para a necessidade do Portimonense “ser competente em cada momento do jogo”, para vencer na receção ao Moreirense, no sábado, em jogo da 21.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol.

“É fundamental que a equipa seja competente em cada segundo do jogo e competitiva, porque precisamos de pontos e queremos que os três pontos fiquem na nossa casa”, disse o treinador dos algarvios.

Paulo Sérgio falava na conferência de imprensa de antevisão do encontro que opõe o Portimonense, 17.º e penúltimo classificado, com 14 pontos, ao Moreirense, 13.º, com 22, no sábado, às 15:30, no estádio Municipal de Portimão.

O técnico, de 51 anos, regressou a Portugal, depois de ter treinado os sauditas do Al Taawon, os iranianos do Sanaf Naft e o Dibba Al Fujairah, dos Emirados Árabes Unidos.

A última equipa lusa que treinou foi a Académica, em 2014/15, após passagens por APOEL, Cluj e Hearts e de ter orientado Sporting, Vitória de Guimarães, Paços de Ferreira, Beira-Mar, Santa Clara e Olhanense.

Embora afastado de Portugal, o treinador disse que tem acompanhado a Liga portuguesa, e que o conhecimento que tem do Moreirense “é o de ser uma equipa forte”.

“É forte em transições e tem jogadores que conheço bem, aliás alguns foram meus jogadores”, frisou.

Para o técnico dos algarvios, o Moreirense deverá impor determinados tipos de problemas e de exigências, “para as quais o Portimonense terá de estar preparado”.

Paulo Sérgio, que assumiu o comando técnico do Portimonense na segunda-feira, referiu estar “satisfeito com o empenho e a atitude dos atletas” e com “a aceitação das novas ideias de jogo”.

“Ideal seria ter mais dias para trabalhar, mas estou satisfeito, tendo o trabalho incidido sobre aspetos fundamentais do que pretendo, que é uma equipa competitiva”, apontou o treinador, acrescentando que “há que privilegiar o aspeto competitivo e a abordagem foi nesse sentido”.

O técnico espera que, na sua estreia no comando técnico dos algarvios, a equipa “seja unida e solidária e competente em todos momentos, nomeadamente aquando da perda da bola”.

“Temos de ser solidários e lutar para recuperar a bola em todos os momentos do jogo”, alertou.

A equipa de Portimão soma oito jogos sem vencer e o último triunfo remonta a 30 de novembro do ano passado, na receção ao Famalicão (2-1), em encontro da 12.ª ronda.

Após 20 jornadas, o Portimonense ocupa o 17.º e penúltimo lugar da I Liga, com 14 pontos, menos dois do que o Paços de Ferreira, primeira equipa acima da zona de despromoção.

Continuar a ler

Populares