Seguir o O MINHO

Futebol

Famalicão suou em Alverca, mas segue em frente na Taça de Portugal

Por 2-1

em

Foto: FC Famalicão / Facebook

O Famalicão ‘carimbou’ hoje o ‘passaporte’ para os oitavos de final da Taça de Portugal de futebol, ao vencer o Alverca, por 2-1, depois de ter estado a perder grande parte do encontro frente à equipa da Liga 3.

Uma ‘obra prima’ de Ricardo Rodrigues (31) colocou o Alverca na frente do marcador, e o empate para o Famalicão chegou já na segunda parte, por Pedro Brazão (69). Simon Banza (72) fez o resultado final na cobrança de uma grande penalidade, em que apesar de falhar a primeira tentativa foi mais feliz na recarga.

O Alverca entrou melhor no encontro e logo aos dois minutos colocou em sobressalto a defesa famalicense, com Jorge Bernardo a aparecer sozinho e a rematar para defesa apertada de Luiz Júnior, depois de boa combinação com Jefferson Nem, que na recarga também não conseguiu inaugurar o marcador.

Depois da boa entrada do Alverca, o Famalicão começou a aumentar a pressão a meio campo e elevou os índices de posse de bola. Aos 27 minutos, a formação de Ivo Vieira teve uma grande oportunidade para se colocar na frente, mas o remate de Adrian Marin acabou por ser cortado por Tiago Gomes em cima da linha de golo.

No lance seguinte, o lateral ribatejano lançou em profundidade Ricardo Rodrigues e o extremo esquerdo do Alverca assinou o melhor momento do jogo: cortou a bola para zona interior, deixou por terra a marcação de Diogo Figueiras e atirou em arco para um golo que levantou o estádio.

O Famalicão não demorou a responder à vantagem da equipa da Liga 3, e em dois lances esteve perto do empate: no primeiro, o remate de Simon Banza passou a rasar o poste, e no segundo, Ivan Jaime, após jogada individual, viu José Costa fazer uma grande defesa quando já tinha picado a bola sobre o guardião português.

À entrada para a segunda parte, Ivan Jaime esteve perto de reproduzir o golo de Ricardo Rodrigues para o Alverca e só o poste evitou o empate do Famalicão.

Claramente balanceado no ataque, o Famalicão pecava na finalização e Pedro Brazão foi outro dos protagonistas a desperdiçar, com José Costa a impedir o golo depois do médio ter ultrapassado três adversários mas ter rematado frouxo.

Aos 69 minutos, o Famalicão marcou mesmo, com Pedro Brazão a aproveitar um erro da defesa do Alverca. Simon Banza isolou o colega e João Sousa falhou o corte, deixando o avançado na cara de José Costa, que desta feita não conseguiu impedir o remate vitorioso, que deu o empate ao Famalicão.

A infelicidade de João Sousa não tinha acabado e dois minutos volvidos voltou a estar em destaque, derrubando Simon Banza na área, cometendo grande penalidade. O avançado foi para a linha dos 11 metros, José Costa defendeu o primeiro remate, mas o franco-congolês foi mais lesto na recarga e confirmou a reviravolta do Famalicão, fazendo o 2-1 final para a equipa orientada por Ivo Vieira.

Até final, nota ainda para a lesão de Simon Banza, que depois de um choque a meio campo saiu de maca e foi transportado de ambulância.

Ficha de Jogo

Jogo no Complexo Desportivo FC Alverca.

Alverca – Famalicão, 1-2.

Ao intervalo: 1-0.

Marcadores:

1-0, Ricardo Rodrigues, 31 minutos.

1-1, Pedro Brazão, 69.

1-2, Simon Banza, 72.

Equipas:

– Alverca: José Costa, Ronaldo Rodrigues, Tiago Gomes, Ricardo Rodrigues (Emerson Carioca, 78), Jorge Bernardo (Talison Ruan, 89), Eurico Lima (Rafael Castanheira, 89), João Sousa, Diogo Ribeiro (Jonata Bastos, 67), Gustavo Klismahn, Jefferson Nem e Felipe Ryan.

(Suplentes: Caio Monteiro, Talison Ruan, Jonata Bastos, Rafel Castanheira, Iago Oliveira, David Dinamite e Emerson Carioca).

  Treinador: Argel.

– Famalicão: Luiz Júnior, Alex Nascimento, Adrian Gomes, Cherles Pickel, Pedro Brazão (Bruno Nascimento, 80), Ivan Jaime (David Tavares, 80), Simon Banza (Marcos Paulo, 90+10), Alexandre Correia, Pedro Rodrigues (Hernán de la Fuente, 90+3), Diogo Figueiras e Heriberto Tavares (Ivo Rodrigues, 46).

(Suplentes: Dalberson Amaral, Ivo Rodrigues, Marcos Paulo, Bruno Nascimento, Buduka Batubinsika, David Tavares e Hernán de la Fuente).

Treinador: Ivo Vieira.

Árbitro: João Gonçalves (AF Porto).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Diogo Figueiras (45+5), José Costa (50), Jorge Bernardo (54), Jonata Bastos (81) e Ricardo Rodrigues (90+7).

Assistência: Cerca de 1.500 espetadores.

Populares