Seguir o O MINHO

Futebol

Famalicão quer regressar às vitórias, mas espera Tondela “competente”

João Pedro Sousa

em

João Pedro Sousa. Foto: Arquivo

O treinador do Famalicão, João Pedro Sousa, quer regressar às vitórias na receção ao Tondela, mas espera dificuldades no encontro relativo à 13.ª jornada da I Liga de futebol, marcado para sábado.


Para o técnico da equipa famalicense, que só somou dois pontos nos últimos três encontros, os resultados menos bons do Tondela não espelham a qualidade da equipa, que, na sua opinião, tem muitos pontos fortes.

“É um jogo importante para nós. Queremos regressar às vitórias, mas sabemos que vamos encontrar um adversário competente, que suporta o seu jogo numa ideia positiva, com processos interessantes e com jogadores de qualidade”, explicou.

João Pedro Sousa destacou “os dois médios, João Pedro e Pepelu, que conseguem produzir muito do futebol ofensivo do Tondela”, e, coletivamente, falou de uma “equipa forte, que tem sido sempre muito competitiva, mesmo quando não ganha”.

Questionado sobre se o efeito surpresa do Famalicão, que chegou a ser líder isolado, se esbateu, depois da derrota fora de portas com o Portimonense, João Pedro Sousa diz que “é perfeitamente natural encontrar novos problemas”.

“Sempre disse que há equipas muito competentes na I Liga e compete-nos achar novas soluções”, afirmou o técnico do Famalicão, que, depois de um arranque brilhante, está há três jogos sem vencer (dois empates e uma derrota).

Ainda assim, o treinador da equipa que ocupa o terceiro lugar, quatro pontos à frente do Sporting e seis do Boavista e do Sporting de Braga, faz um balanço “muito positivo”.

“Tivemos resultados que não desejávamos, mas o saldo continua a ser muito positivo. Continuamos fortes e a produzir o futebol que pretendemos, apesar de em várias alturas destes jogos não termos conseguido geri-los da melhor forma”, frisou.

Na opinião do treinador do Famalicão, “não há nenhuma relação entre os resultados e a falta deste ou daquele jogador”.

“Contra o Moreirense, tivemos dificuldades em baixar o ritmo do jogo e não baixar o nosso ritmo. Fizemos as duas coisas e correu mal, ou seja, baixámos o ritmo de jogo, mas também baixámos o nosso. Em Portimão, aconteceu isso, quisemos dar resposta ao golo sofrido, mas tivemos dificuldade em finalizar”, explicou.

O Famalicão, terceiro classificado, com 24 pontos, recebe no sábado o Tondela, 10.º, com 15, a partir das 18:00 horas, em jogo a contar para a 13.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol.

Anúncio

Futebol

Famalicão contrata extremo brasileiro ao Grêmio

Jhonata Robert

em

Foto: DR

O Famalicão, da I Liga portuguesa futebol, anunciou hoje a contratação do brasileiro Jhonata Robert para a temporada de 2020/2021.

O extremo brasileiro, de 20 anos, prepara-se para se estrear no futebol europeu, depois de se ter destacado no Grêmio.

Após ter iniciado o percurso futebolístico numa escolinha de futebol em Pernambuco e no Barra Futebol Clube, o jovem mudou-se para Porto Alegre, onde viria a ganhar notoriedade e a ter a oportunidade de jogar no Brasileirão com apenas 20 anos com a camisola do Grêmio.

Este ano, Jhonata Robert esteve cedido ao Cruzeiro.

“Ter a oportunidade de jogar na Europa era um desejo e poder fazê-lo no FC Famalicão é, claramente, uma escolha acertada. É um clube que permite aos jovens explanar as suas qualidades, pois adota um estilo de jogo bastante positivo”, referiu o reforço.

Continuar a ler

Futebol

Douglas acaba carreira de guarda-redes e integra estrutura do Vitória SC

I Liga

em

Foto: DR

Douglas, guarda-redes do Vitória SC, vai acabar a carreira de jogador e passa a integrar a estrutura do clube, adianta o Grupo Santiago.

O guardião de 37 anos, com 235 jogos pelo emblema de Guimarães, terá aceitado o convite de Miguel Pinto Lisboa e Carlos Freitas para desempenhar novas funções como coordenador da formação de guarda-redes.

A opção de Douglas e da SAD do Vitória será oficializada até ao final da semana, antes do arranque dos trabalhos de pré-temporada, que acontece na próxima segunda-feira.

Douglas é o segundo guarda-redes com mais jogos com a camisola do Vitória, só atrás de António Jesus, que esteve em 240 partidas pelo Vitória.

Natural de Ribeirão Preto, no Brasil, Douglas está em Portugal desde 2010, tendo representado sempre o Vitória SC
Recorde-se que o Vitória SC já anunciou a contratação de dois guarda-redes: Matous Trmal, internacional sub-21 pela República Checa contratado ao FC Slovacko, e Nicolas Tié, internacional sub-23 pela Costa do Marfim que representava o Chelsea.

Continuar a ler

Futebol

Liga dos Campeões: António Costa espera grande momento desportivo em Lisboa

Futebol

em

António Costa. Foto: Twitter

O primeiro-ministro António Costa saudou as equipas presentes na inédita ‘final a oito’ da Liga dos Campeões de futebol, entre hoje e 23 de agosto, esperando que se concretize num grande momento desportivo em Lisboa.

“Gostaria de dirigir uma mensagem de boas-vindas às oito equipas que vão disputar em Portugal a ‘final a oito’ da Liga dos Campeões, no fim desta época 2019/20, tão especial e tão diferente de anos anteriores. Temos em Lisboa as oito melhores equipas de futebol da Europa e quero que este torneio seja um grande momento desportivo”, afirmou António Costa.

A fase final da principal competição continental de clubes arranca hoje, às 20:00, em Lisboa, com o embate entre os italianos da Atalanta e os franceses do Paris Saint-Germain, no Estádio da Luz, para os quartos de final.

Seguem-se, até sábado, os restantes embates desta fase, disputada a um só jogo e sem público, e as meias-finais, nas próximas terça e quarta-feira, nos estádios José Alvalade e da Luz, que vai acolher a final, em 23 de agosto.

Este foi o formato encontrado para fazer face à pandemia de covid-19, que levou à suspensão de quase todos os campeonatos, tendo a UEFA escolhido a capital portuguesa para receber esta inédita fase final, que tinha o embate decisivo marcado para Istambul.

“É uma grande honra podermos receber este evento, que, por um lado demonstra a extraordinária capacidade organizativa de Portugal e da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), demonstrada desde o Euro2004 (…), mas é também uma forma de reconhecimento da UEFA como o local mais seguro para receber a competição”, prosseguiu Costa.

Na mensagem de boas-vindas, a primeiro-ministro reconheceu a frustração pela ausência de público nos estádios, deixando, mesmo assim, um convite à visita ao país.

“Quem quer que venha, seja para a competição, ou para férias, ou por outra razão, é muito bem-vindo a Portugal e poderá estar em segurança em Portugal”, rematou Costa.

Continuar a ler

Populares