Seguir o O MINHO

Ave

Famalicão quer plantar “25 mil árvores até 2025” e já criou “berçário” com 1.400

em

A câmara de Famalicão quer reabilitar aproximadamente 25 hectares de território através da plantação da plantação de 25 mil árvores e arbustos nativos da região, indicou hoje a autarquia que assim procura minimizar o impacto de incêndios.


O projeto chama-se “25 mil árvores até 2025”, deverá ser concretizado nos próximos nove anos, e destina-se quer às áreas urbanas, quer a espaços rurais, bem como a locais ao longo das linhas de água, montes e serras.

No âmbito deste objetivo foi criado em Vila Nova de Famalicão um “Berçário Municipal”, onde foram plantadas as primeiras 1.400 árvores, com a ajuda de crianças e de várias instituições do concelho, numa ação que contou com representantes do Instituto de Conservação da Natureza e Florestas e da Quercus.

paulo-cunha-arvores-famalicao

“É muito importante envolver toda a comunidade neste projeto, principalmente as novas gerações, sensibilizando-as para a preservação da natureza e do meio ambiente. Rearborizar significa devolver vida, proteger a natureza, criar condições de futuro para a comunidade“, referiu o presidente da câmara, Paulo Cunha.

Nota descritiva sobre o projeto indica que este visa também a educação ambiental, através de ações de sementeira e plantação e manutenção dos espaços arborizados, levando a uma cultura de responsabilidade ambiental.

A câmara de Famalicão destaca ainda a importância deste projeto na “minimização os efeitos nefastos dos incêndios”.

As árvores autóctones, nomeadamente carvalhos, medronheiros, castanheiros, loureiros, azinheiras e sobreiros, destacam-se, tratando-se de espécies que estão mais adaptadas às condições do solo e do clima do território, logo mais resistentes a pragas, doenças ou longos períodos de seca ou chuva intensa.

famalicao-visao-25-25-mil-arvores

“Embora de crescimento mais lento, são também mais resistentes aos incêndios florestais, constituindo o refúgio e abrigo de muitas espécies de animais, levando a um aumento exponencial da biodiversidade”, vinca nota da autarquia famalicense.

 

logo Facebook Fique a par das Notícias de Famalicão. Siga O MINHO no Facebook. Clique aqui

Anúncio

Ave

Lar em Cabeceiras de Basto com 50 utentes infetados

Covid-19

em

Foto: Portal de JPR Construções

O Lar Dr. Manuel Fraga, integrante da Santa Casa da Misericórdia de Cabeceiras de Basto, tem 50 utentes e nove funcionários infetados. A informação foi este domingo avançada pela provedora Natália Correia, citada pela Rádio Voz de Basto.

De acordo com a provedora, todos os utentes se encontram “assintomáticos” e “estão bem”. Avança ainda que a instituição já ativou o plano de contingência.

As autoridades de saúde estão a acompanhar este novo surto que surge em mais um lar minhoto durante a segunda vaga de pandemia de covid-19.

Continuar a ler

Ave

Incêndio atinge casa em Fafe

Incêndio habitacional

em

Foto: Ivo Borges / O MINHO

Um incêndio habitacional está a atingir uma moradia situada na freguesia de Travassos, em Fafe.

No local estão 17 bombeiros da corporação de Fafe a tentar extinguir as chamas, apoiados por cinco viaturas.

Pelo que foi possível apurar, as chamas ficaram circunscritas a uma arrecadação, local onde terá tido início o incêndio.

Foto: Ivo Borges / O MINHO

Foto: Ivo Borges / O MINHO

Foto: Ivo Borges / O MINHO

Foto: Ivo Borges / O MINHO

Foto: Ivo Borges / O MINHO

Foto: Ivo Borges / O MINHO

Foto: Ivo Borges / O MINHO

Foto: Ivo Borges / O MINHO

Fonte dos bombeiros disse a O MINHO que não há vítimas a registar, havendo, no entanto, avultados danos materiais, sobretudo pelo material que existia dentro da arrecadação, que terá ficado completamente destruído.

O alerta foi dado às 14:18.

Continuar a ler

Guimarães

Guimarães reforça ações de sensibilização no terreno para combate à pandemia

Covid-19

em

Foto: Divulgação / CM Guimarães

A Câmara de Guimarães anunciou um reforço na “importância das atitudes individuais para prevenir a disseminação da doença da covid-19, em articulação com várias instituições, através de iniciativas em curso”.

O presidente da Câmara, Domingos Bragança, insiste que “a comunicação direta com a população é uma das melhores armas que temos de usar de uma forma assertiva para sensibilizar a comunidade a cumprir todas as regras de segurança recomendadas pelas autoridades de saúde”. Domingos Bragança alerta que “a responsabilidade é de todos” e no âmbito deste período de incertezas “torna-se fundamental chegar a cada uma das pessoas para terem uma melhor consciência da importância das medidas de prevenção”.

Através de uma unidade móvel multimédia estão ser exibidas mensagens de alerta e recomendações, com passagens pelas freguesias do concelho de Guimarães. A Polícia Municipal está, igualmente, a ter um desempenho no terreno no âmbito da prevenção, na interação com as pessoas.

Através das propostas apresentadas pela Bolsa de Facilitadores, criada pelo Gabinete de Juventude, foram ainda elaborados vídeos com mensagens direcionadas para a população mais jovem, em colaboração com os profissionais de saúde do Hospital da Nossa Senhora da Oliveira, com transmissão nos canais do Município de Guimarães.

A todas estas ações acrescem as equipas multidisciplinares, quer as de suporte escolar, quer as de suporte comunitário.

Continuar a ler

Populares