Seguir o O MINHO

Famalicão

Famalicão lança estratégia para cativar mais turistas

Gastronomia e vinhos, touring cultural e paisagístico e turismo industrial e de negócios são as apostas

em

Gastronomia e vinhos, animação turística e eventos, touring cultural e paisagístico e turismo industrial e de negócios. Estes são os quatro eixos da estratégia “Famalicão Turismo 2020” que pretende colocar o concelho famalicense no mapa turístico nacional e internacional.


Para o presidente da autarquia, Paulo Cunha, Vila Nova de Famalicão tem tudo para se atrever a ser uma cidade com potencial turístico.

Para isso, explica, “estamos a valorizar o que temos e somos e que merece ser levado além-fronteiras – os nossos produtos, tradições, gastronomia, acervo museológico, as nossas atividades e eventos, a nossa pujança industrial –  num trabalho em rede, de interação e cooperação para o qual são também chamados os nossos parceiros locais, sejam eles restaurantes, programadores culturais, entre outros”.

Uma estratégia elogiada pelo responsável do TPNP, para quem “Famalicão tem tudo para dar certo”.

“Aquilo que Famalicão tem é muito. Tem um pouquinho de tudo aquilo que a nossa região tem e temos que fazer chegar tudo isto aos turistas, mas sem uma estratégia e sem um plano ninguém consegue fazer nada”, referiu Luis Pedro Martins.

O plano de ação apresentado pretende proporcionar experiências únicas e significativas aos visitantes, aumentar a duração da estadia média do turista, reconhecer e valorizar o património cultural e contribuir para a internacionalização do concelho, entre outros objetivos.

No eixo gastronomia e vinhos, pretende-se potenciar a boa cozinha regional e a sua relação com a cultura local e os produtos endógenos e da época.

O eixo da animação turística e eventos assenta na programação diversificada e eclética do concelho, capaz de proporcionar uma visita em qualquer época do ano.

O privilégio de visitar lugares únicos, como são disso exemplo os museus famalicenses, e de contemplar as belas paisagens do concelho será potenciado nas ações e produtos enquadrados no eixo do touring cultural e paisagístico.

Anúncio

Ave

Recuperado carro roubado a mulher que fazia voluntariado em Famalicão

“Sem danos de maior”

em

Foto: Ilustrativa / DR

Já foi recuperado o carro que, na tarde de sábado, tinha sido roubado a uma mulher de Famalicão quando esta fazia uma ação de voluntariado junto à estação de comboios daquela cidade, nas instalações da Refood.

“Queremos agradecer a todos aqueles que partilharam a nossa publicação que fez com que a viatura da nossa querida voluntária regressasse sem danos de maior”, escreveu esta segunda-feira a Refood nas suas redes sociais.

Foi fazer voluntariado e roubaram-lhe o carro em Famalicão. Associação deixa apelo

A instituição de solidariedade tinha deixado um apelo a quem tivesse visto o automóvel para que contactasse aquela associação ou as autoridades, que já tomaram conta da ocorrência.

O carro, um Toyota Starvan de cor vermelha, estaria estacionado em frente ao centro de operações da Refood quando foi levado por desconhecidos.

Continuar a ler

Ave

Foi fazer voluntariado e roubaram-lhe o carro em Famalicão. Associação deixa apelo

Roubo

em

Foto: Facebook de Refood Famalicão

Uma mulher de Famalicão ficou sem o carro, esta tarde de sábado, enquanto fazia ação de voluntariado junto à estação de comboios daquela cidade, nas instalações da Refood.

Numa publicação nas redes sociais, a instituição de solidariedade deixa um apelo a quem possa ter visto o automóvel para que contacte aquela associação ou as autoridades, que já tomaram conta da ocorrência.

O carro, um Toyota Starvan de cor vermelha, estaria estacionado em frente ao centro de operações da Refood quando foi levado por desconhecidos.

A matrícula é 51-77-EQ.

Continuar a ler

Ave

PS de Famalicão exige “resposta rápida” no plano para transporte escolar

Transporte escolar

em

Foto: DR

O PS de Famalicão assiste “com preocupação” à troca de acusações entre Câmara e a empresa de transportes Arriva pela falta de transportes escolares no concelho.

Em comunicado enviado às redações, os socialistas recordam uma proposta de 20 de abril, que apelava à criação de um plano de ação para o transporte escolar, “precavendo a reabertura das aulas presenciais para os alunos do 11º e 12º anos”.

Fala ainda em outras duas datas, 25 de junho, onde expôs várias críticas de famalicenses relativamente à “escassez de viagens e aos horários dos transportes rodoviários efetuados pelas empresas Arriva e Transdev”.

E 5 de agosto, quando “identificou e alertou a Câmara Municipal para um problema diário sentido pelos famalicenses”, no que se referia aos transportes públicos.

“É com preocupação que o Partido Socialista assiste a uma troca de acusações entre a Câmara Municipal e a empresa de transportes Arriva a propósito da grave situação provocada no serviço de transporte às escolas, conforme afirmado pela Câmara Municipal”, escrevem os socialistas.

“Porque a situação de contingência que vivemos exige uma responsabilidade acrescida na procura de soluções para os problemas decorrentes do início do ano letivo e do aumento muito acentuado de alunos que têm de se deslocar neste meio de transporte escolar, o PS apela à Câmara de Famalicão uma resolução urgente desta grave situação”, concluíram.

Continuar a ler

Populares