Seguir o O MINHO

Famalicão

Famalicão investiu 300 mil euros no reforço de segurança nas passadeiras

em

Foto: DR

A Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão investiu em 2018 mais de 300 mil euros no reforço da segurança nas passadeiras do concelho, estando a desenvolver um Plano de Segurança Rodoviária, anunciou hoje a autarquia.

Em comunicado, a câmara de Famalicão explica que aquele plano assenta na instalação de sistemas inteligentes de iluminação, no aumento da iluminação vertical e horizontal e na sobre-elevação do piso e abrange todo o território municipal.

Segundo o texto, as medidas a aplicar são “ajustadas em função do contexto de localização da cada uma das travessias pedonais e procuram garantir por um lado uma maior visibilidade ao condutor da existência de peões na travessia e obrigar à moderação da velocidade na proximidade das mesmas”.

No texto, o presidente da autarquia, Paulo Cunha, aponta como objetivo “reforçar a segurança dos peões nos atravessamentos, tornando as vias do concelho mais seguras para todos”.

Neste âmbito, salienta o comunicado, foram colocadas 84 passadeiras com lomba, 102 passadeiras com sistema de iluminação LED e painel solar, duas passadeiras eletrificadas e quatro passadeiras com eletrificação inteligente.

A câmara de Famalicão refere ainda que o programa “vai continuar a ser desenvolvido durante o ano de 2019, prevendo-se novos investimentos com vista ao reforço da segurança das pessoas”.

“As estradas são tanto dos veículos como dos peões. A nossa grande preocupação é dotar as estradas de condições de acessibilidade para que todos as possam utilizar com o máximo de segurança possível”, afirma Paulo Cunha.

Anúncio

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem O MINHO, jornal estritamente digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O MINHO é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Inspirados na filosofia seguida pelo jornal inglês "The Guardian", um dos mais importantes órgãos de comunicação do Mundo, também nós achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler O MINHO, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar O Minho - e só demora um minuto. Obrigado.

Famalicão

Dono de empresa de segurança de Famalicão detido pela PSP

Crime de segurança ilegal

em

O proprietário da empresa Ovisegur foi hoje detido, em Vila Nova de Famalicão, pelo crime de segurança ilegal.

A notícia foi avançada pela TVI, que acrescenta que Augusto Azevedo, de 52 anos, não tinha alvará para alarmes e rondas e terá burlado cerca de 30 clientes.

A detenção foi levada a cabo pelo Departamento de Segurança Privada da PSP do Porto, encontrando-se o dono da Ovisegur na esquadra de Vila Nova de Famalicão.

Continuar a ler

Famalicão

Construtora de Famalicão constrói uma das maiores residências universitárias do país

Na zona da Areosa, junto ao Polo Universitário da Asprela, no Porto

em

Foto: Divulgação

A Gabriel Couto, empresa de Famalicão, será a responsável pela construção de uma das maiores residências universitárias do país, na zona da Areosa, junto ao Polo Universitário da Asprela, no Porto.

Este projeto faz parte do programa de investimentos previsto pelo grupo U.Hub Investiments, onde pontificam Jaime Antunes, Hugo Gonçalves Pereira e a gestora de ativos Atrium.

“Esta nova residência universitária, projetada para a área que concentra o maior número de estudantes universitários do país, resulta de um investimento global superior a 15 milhões de euros, e apresenta-se como uma solução de alojamento estudantil para nacionais e estrangeiros, de elevada qualidade, com excelentes condições, prometendo uma experiência memorável aos novos utentes”, diz a empresa, em comunicado.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

“Esta nova residência universitária constitui uma resposta eficiente à reduzida oferta de alojamentos para estudantes que atualmente se verifica na cidade do Porto, através de um modelo que segue os mais elevados padrões de qualidade, incluindo no seu âmbito requisitos e exigências que se enquadram dentro dos parâmetros internacionais de oferta entre este tipo de serviços, tendo presente que muito dos clientes serão estrangeiros que frequentam
temporariamente as instituições universitárias da cidade do Porto”, pode ler-se no texto.

Com a assinatura do atelier de arquitetura “PG Arquitetos Associados”, este empreendimento destinado a acolher a futura residência universitária será constituído por 456 unidades de habitação de diferentes tipologias, distribuídos por 10 pisos acima da cota de soleira, totalizando uma área total de construção de cerca de 14 mil metros quadrados.

Continuar a ler

Famalicão

Famalicão apresenta cinco ideias para mudar o Mundo

Projetos foram desenvolvidos em contexto de sala de aula

em

Foto: CM Famalicão

O Município de Vila Nova de Famalicão estará representado no seminário final do Projeto “Ter Ideias para Mudar o Mundo” por cinco educadoras de infância de Agrupamentos de Escolas. Este seminário está marcado para hoje, pelas 09:30, na Quinta de Rilhadas, em Fafe.

Este grupo de educadoras do concelho integra o grupo das 15 educadoras dos cinco Municípios da NUT III Ave, que chegaram ao fim do processo de formação do projeto “Ter Ideias para Mudar o Mundo”.

Vila Nova de Famalicão apresenta, então, cinco projetos: “Aromatizar saberes”, desenvolvido na EB de Bairro e “Os castelos”, da EB de Riba de Ave, ambas escolas do Agrupamento de Escolas de Pedome; “Hortinha biológica”, do Centro Escolar de Joane, e “Casinha”, desenvolvido no JI de Vermoim, os dois estabelecimentos do Agrupamento de Escolas Padre Benjamim Salgado; e “Amigos do planeta”, realizado na EB1 Louro/Mouquim/Lemenhe, do Agrupamento de Escolas D. Maria II.

Este seminário final representa o culminar de várias etapas deste projeto, onde as Educadoras de Infância apresentarão publicamente os projetos empreendedores desenvolvidos ao longo do ano letivo 2018/2019.

No dia do seminário final do projeto Ter Ideias para Mudar o Mundo, serão as crianças a apresentar os projetos que desenvolveram durante o ano letivo. Neste dia, também haverá um momento de entrega das “Bandeiras Empreendedoras” aos Diretores das Escolas que participam no projeto.

Continuar a ler

EM FOCO

Anúncio

ÚLTIMAS

Vamos Ajudar?

Reportagens da Semana

Populares