Seguir o O MINHO

Ave

Famalicão “forma” humanos através das artes marciais

Alex-Ryu-Jitsu

em

Foto: Divulgação / CM Famalicão

“Era um miúdo muito introvertido e agora estou muito mais confiante e extrovertido e isso permitiu-me explorar outras coisas da vida para além dos computadores”. O testemunho é do Miguel Azevedo, de 16 anos, mas poderia ser de qualquer um dos cerca de 600 atletas das vinte e oito academias da Associação e Federação Alex-Ryu-Jitsu, porque a autoconfiança está-lhes estampada nos rostos e nos gestos.


O Roteiro pela Inovação de Vila Nova de Famalicão passou, na última sexta-feira, por um treino de uma academia da associação, com uma visita do presidente da Câmara, Paulo Cunha, e revelou uma coletividade cheia de vitalidade que todos os anos, há já várias décadas, se serve de uma arte marcial com um estilo próprio da autoria do fundador e presidente da associação, para “aprenderem a serem educados, a respeitarem o outro, a fortalecerem o autocontrolo e confiança pessoal”.

Foto: Divulgação / CMF

O mestre Alexandre Carvalho tem uma vida ligada às Artes Marciais e construiu em Famalicão uma escola que já formou milhares de crianças e jovens e já deu ao concelho umas largas centenas de medalhas, entre ouro, prata e bronze, conquistadas em campeonatos nacionais e internacionais de artes marciais.

Um aspeto importante, mas que o presidente da Câmara relativiza em comparação com os ganhos na educação. “A educação não se cumpre só na escola, no sentido formal e no tempo letivo, e há muitos outros momentos e instituições que podem contribuir para o fortalecimento desse projeto educativo e que fazem a Cidade Educadora que queremos para Famalicão. É o que acontece todo os dias nas academias Alex-Ryu-Jitsu, onde se dá um contributo liquido para capacitar e criar condições para que tenhamos melhores cidadãos em todas as direções. Um excelente exemplo”.

Foto: Divulgação

A associação e federação Alex-Ryu-Jitsu tem vinte e oito academias (22 em Famalicão, quatro noutros concelhos e duas fora do país – Suíça e Luxemburgo) e para além da formação semanal realiza várias atividades anualmente, campeonatos de âmbito regional e nacional, e os seus atletas participam com frequência em vários campeonatos, de estilos semelhantes, por todo o país e no estrangeiro. Estão filiados na federação internacional, United States Karaté Association (U.S.K.A.), com sede nos Estados Unidos e em Madrid. Estão devidamente inscritos e reconhecidos pelo IPDJ e todos os instrutores e mestres possuem a cédula de treinador, documento exigido por esta última entidade para poderem promover a prática desportiva.

Para além do trabalho de academia, a federação é frequentemente convidada para ministrar cursos de defesa pessoal às forças de segurança, nomeadamente PSP, Policias Municipais, GNR e guardas prisionais.

É uma história de muitas páginas, que Alexandre Carvalho começou a escrever na década de 90 do século passado com a fundação da Associação de Artes Marciais de Vila Nova de Famalicão, depois de uma formação consistente de muitos anos e com mestres internacionais nas Artes Marciais. Hoje, a associação é um projeto consolidado e mobilizador, que ultrapassa pessoas e fronteiras.

Anúncio

Ave

350 casos covid ativos em Vizela e 600 isolados. Autarca pede medidas extraordinárias

Covid-19

em

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO (Arquivo)

O centro de saúde de Vizela está a seguir 350 utentes com infeção ativa de covid-19, anunciou hoje o coordenador da USF Novos Rumos.

Em declarações à Rádio Vizela, o também interlocutor entre o Centro de Saúde de Vizela e o ACES Alto Ave, adianta ainda que estão 600 pessoas em isolamento.

Apesar de estar situado em Vizela, aquele centro de saúde acolhe utentes de concelhos vizinhos, mas a situação está a preocupar o presidente da Câmara, também ele infetado com o novo coronavírus.

Víctor Hugo Salgado, autarca de Vizela, já manifestou vontade perante as autoridades de saúde para que as restrições aplicadas aos três concelhos vizinhos do distrito do Porto (Felgueiras, Paços de Ferreira e Penafiel) sejam também implementadas em Vizela.

Em entrevista à Rádio Vizela, o autarca, que desenvolveu uma pneumonia na sequência da infeção, mostrou-se apoiante dessas medidas no concelho.

O facto de Vizela estar “apertada” entre outros concelhos, numa área de apenas 24 quilómetros quadrados para cerca de 24 mil habitantes, leva a que o edil queira medidas em vez de “colocar a cabeça debaixo da areia”.

“E para se ir além não se deve ficar pelo concelho de Vizela, achamos que estas medidas devem ser prolongadas também, possivelmente, ao concelho de Guimarães”, disse Víctor Hugo Salgado, que admitiu estar em contacto permanente com Lacerda Sales, secretário de Estado da Saúde, para que essas medidas possam ser adoptadas “possivelmente esta semana”.

O presidente da Câmara não acredita que implementar essas medidas só em Vizela possa resolver o problema. “Este não é um problema única e exclusivamente de concelhos como Lousada, Felgueiras e Paços de Ferreira, mas também de Vizela, entre outros, como é o caso de Guimarães”, afirmou.

Continuar a ler

Ave

Hospital de Famalicão com 100% de ocupação nas enfermarias covid

Covid-19

em

Foto: DR

O Centro Hospitalar do Médio Ave (CHMA), composto pelos hospitais de de Vila Nova de Famalicão e Santo Tirso, tem uma taxa de ocupação de cerca de 100% em termos de “enfermaria covid-19”, revelou esta terça-feira a administração.

Em resposta escrita enviada à Lusa, a administração revelou que o número de camas para doentes covid-19 tem vindo a ser alargada, tendo recomeçado, no início da chamada segunda vaga, com 10, subindo para 15, depois para 28 e atualmente para 58.

“Preparamo-nos para alargar um pouco mais”, referiu a administração, explicando que vai alargando a área dedicada a doentes respiratórios (ADR) “conforme as necessidades”.

O número de casos ativos de infeção pelo novo coronavírus teve 17% de aumento percentual em Famalicão numa semana, segundo relatórios da Direção-Geral da Saúde, referentes aos últimos dias.

O concelho de Famalicão, entre o dia 19 de outubro e segunda-feira, registou 174 novos casos covid-19, subindo de 1.021 para 1.195.

No entanto, o Hospital de Famalicão ainda não transferiu doentes para outros hospitais.

Está prevista para breve, uma ADR nova no Serviço de Urgência Médico-Cirúrgico.

As visitas estão suspensas, com exceções avaliadas caso a caso.

A cirurgia programada de internamento foi reduzida temporariamente a casos prioritários.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 1,1 milhões de mortos e mais de 43,5 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 2.371 pessoas dos 124.432 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Continuar a ler

Guimarães

Funcionários retêm homem que ia roubar tablets numa loja em Guimarães

Crime

em

Foto: O MINHO (Arquivo)

Um homem de 30 anos foi detido, na segunda-feira, por furto no interior de estabelecimento comercial na cidade de Guimarães, foi hoje anunciado.

Em comunicado, o comando distrital da PSP avança que o homem foi intercetado por funcionários da loja, situada na Rua de São Miguel, depois deste se ter colocado em fuga com dois tablets.

A polícia foi alertada via telefone e deslocou uma patrulha para o local, procedendo à detenção do suspeito.

O homem vai comparecer hoje no Tribunal de Guimarães.

Continuar a ler

Populares