Seguir o O MINHO

Futebol

Famalicão contrata Iván Jaime por cinco épocas

Mercado de transferências

em

Foto: FC Famalicão

O médio Iván Jaime, de 19 anos, assinou um vínculo válido por cinco temporadas com o FC Famalicão, anunciou hoje o clube.


Formado no Málaga CF, o espanhol foi promovido à equipa principal do emblema da Andaluzia com apenas 17 anos. Já na última temporada, Iván Jaime fez parte do plantel da equipa que disputou o segundo escalão espanhol, apresentando ainda no currículo várias internacionalizações pela seleção sub-19 de La Roja.

“Senti que esta era uma oportunidade irrecusável. O FC Famalicão apresenta-se como um clube que privilegia um futebol positivo e isso faz me acreditar que irei evoluir ao longo desta temporada”, afirmou Iván Jaime.

Anúncio

Futebol

Tomás Esteves vai jogar na segunda liga inglesa por empréstimo do FC Porto

Futebolista de Arcos de Valdevez

em

Foto: DR / Arquivo

O defesa arcuense Tomás Esteves vai jogar no Reading, da segunda divisão inglesa de futebol, por empréstimo do FC Porto, anunciou o emblema líder do ‘Championship’.

“Estamos satisfeitos por anunciar que o lateral de 18 anos Tomás Esteves junta-se aos ‘royals’ num empréstimo de uma época do FC Porto. Bem-vindo ao Reading”, escreveu, na rede social Twitter, o clube inglês.

Esteves junta-se a Alfa Semedo, que este ano saiu do Benfica, e a Lucas João no contingente luso na equipa.

É o segundo negócio entre as duas partes neste defeso, depois de os ‘dragões’ terem contratado o avançado Danny Loader aos ‘royals’, que lideram a segunda liga inglesa com 12 pontos, os mesmos do Bristol.

Vencedor da Youth League com os ‘azuis e brancos’, o lateral jogou depois na equipa B, na II Liga, e fez três jogos pela formação principal em 2019/20, dois na I Liga, sagrando-se campeão nacional.

Continuar a ler

Futebol

Nanú no FC Porto até 2025

Mercado de transferências

em

Foto: FC Porto

O lateral-direito Nanú (ex-Marítimo) assinou um contrato de cinco temporadas com o FC Porto, anunciou hoje o clube campeão da I Liga portuguesa de futebol.

O jogador guineense, de 26 anos, soma 56 partidas na equipa principal do Marítimo e 71 pela equipa B dos madeirenses, com sete golos marcados, o último dos quais no Estádio do Dragão, no triunfo dos insulares sobre os ‘dragões’ (3-2), na última jornada.

Nanú nasceu em Coimbra, tendo passado, durante a formação por clubes como Taboeira, Benfica e Beira-Mar, no qual chegou a sénior, tendo ainda jogado no Gafanha, em 2014/15, por empréstimo dos aveirenses, e no Gil Vicente, em 2017/18, cedido pelo Marítimo.

“Não há palavras para descrever este momento. Sentimento de grande felicidade. De poder realizar um sonho, um sonho que quero viver. Quero agradecer esta oportunidade. E vou agarrar com unhas e dentes. E quero dar muitas alegrias ao FC Porto, dar títulos e ajudar o máximo dentro e fora de campo”, assumiu.

Em declarações aos órgãos do clube, Nanú disse que sempre trabalhou “para chegar a este nível”, assegurando que “o objetivo é ser campeão e ganhar o máximo de títulos possível”.

“Tenho essa facilidade de jogar em várias posições, mas o mais importante é jogar numa posição em que o ‘mister’ senta que estou bem e possa contribuir para a equipa. Qualquer posição para mim é boa, mas claro que a lateral-direito é a posição onde me posso destacar e esperar mais as minhas qualidades”, disse.

Continuar a ler

Futebol

Vizela cede empate ao cair do pano

II Liga

em

Foto: FC Vizela / Facebook

Vizela e Desportivo de Chaves empataram hoje 1-1, no encerramento da quinta jornada da II Liga de futebol, num jogo em que os vizelenses, em inferioridade numérica mais de meia hora, estiveram em vantagem até aos 90 minutos.

Francis Cann adiantou o Vizela, aos 61 minutos, com um remate frontal a coroar a superioridade da equipa no jogo, mas Zé Tiago, aos 90, restabeleceu a igualdade, na transformação de uma grande penalidade a castigar uma entrada faltosa sobre João Reis na área dos locais, fixando um resultado que acaba por ser lisonjeiro para os transmontanos.

Mais simples de processos e agressiva com e sem bola, o Vizela foi quase sempre superior e dispôs de várias oportunidades para marcar, mas o guarda-redes Paulo Vítor foi quase sempre o maior obstáculo, apenas não conseguindo deter o remate frontal de Francis Cann, três minutos depois de os vizelenses ficarem reduzidos a 10, por expulsão de Ericson.

Com um plantel mais experiente, o candidato Chaves procurava trabalhar mais a construção, mas abusou do jogo lateralizado, quase sempre previsível e sem incomodar Ivo Gonçalves, apenas batido de grande penalidade, aos 90 minutos.

Os flavienses, que apenas aceleraram o jogo nos minutos finais, acabaram o jogo por cima e com queixas da arbitragem, por não sancionar grande penalidade num puxão que pareceu evidente a Zé Tiago na área do Vizela.

Com este empate, Vizela e Desportivo de Chaves ascenderam ao quinto lugar, ambos com oito pontos, mas os flavienses têm menos um jogo.

Ficha de jogo

Jogo disputado no Estádio Capital do Móvel, em Paços de Ferreira.

Vizela – Desportivo de Chaves, 1-1.

Ao intervalo: 0-0.

Marcadores:

1-0, Francis Cann, 61 minutos.

1-1, Zé Tiago, 90 (grande penalidade).

Equipas:

– Vizela: Ivo Gonçalves, Koffi Kouao, Matheus Costa, Aidara, Kiki Afonso, Ericson, Zag, Marcos Paulo, Francis Cann (Tavinho, 86), Cassiano (Diogo Ribeiro, 75) e Fernando Cardozo (Samu, 58).

(Suplentes: Pedro Silva, João Pedro, Marcelo, Samu, Ofori, Tavinho, André Soares, Kiko e Diogo Ribeiro).

Treinador: Álvaro Pacheco.

– Desportivo de Chaves: Paulo Vítor, João Reis, Luís Rocha, Bura (Niltinho, 87), José Gomes (Wellington Carvalho, 64), Luís Silva, Benny (Nicolas, 69), Baxti, Zé Tiago, João Teixeira e Roberto.

(Suplentes: Ricardo Moura, Rafael Vargas, Calasan, Raphael Guzzo, Kevin Pina, Niltinho, Wellington Carvalho e Nicolas).

Treinador: Carlos Pinto.

Árbitro: Miguel Nogueira (AF Lisboa).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Luís Rocha (09), Ericson (12 e 56), Aidara (55), Luís Silva (66) e Zé Tiago (90+2). Cartão vermelho por acumulação de amarelos para Ericson (56).

Assistência: Jogo realizado à porta fechada devido à pandemia de covid-19.

Continuar a ler

Populares