Seguir o O MINHO

Famalicão

Famalicão abre candidaturas a bolsas de estudo para o Ensino Superior

Ensino superior

em

Foto: Divulgação / CM Famalicão

Decorre entre 15 de outubro e 15 de novembro o período de candidaturas para a concessão de bolsas de estudo do munícipio de Vila Nova de Famalicão aos alunos famalicenses que frequentam o ensino superior (licenciatura e mestrado), público ou privado, anunciou esta segunda-feira a autarquia.

Em comunicado, a Câmara de Famalicão recorda que há mais de dez anos que a autarquia, através do pelouro da Juventude, atribui anualmente bolsas de estudo aos alunos do concelho que frequentam o ensino superior.

No ano letivo 2018/2019 foram entregues 283 bolsas – com apoios que oscilam entre os 1100 euros e os 500 euros – num investimento na ordem dos 183 mil euros, refere.

As candidaturas podem ser formalizadas através de uma nova plataforma que estará disponivel entre 15 de outubro e 15 de novembro, no site da Juventude de Famalicão, onde está também disponível o regulamento para a atribuição das bolsas de estudo.

“Os melhores e mais eficazes investimentos são aqueles que se fazem nas pessoas, na sua qualificação e formação. O sucesso destes jovens será também um dia o sucesso de Vila Nova de Famalicão”, diz a propósito o Presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha.

Para mais informações os jovens famalicenses devem contactar a Casa da Juventude através do e-mail [email protected] ou do telefone 252 314 582/3.

Anúncio

Ave

Polémica em Famalicão por causa da distribuição de máscaras não certificadas

Covid-19

em

Máscara distribuída aos funcionários da Câmara de Famalicão. Foto: PS

O PS revela que a Câmara de Famalicão distribuiu máscaras não certificadas aos seus funcionários. O município justifica que as máscaras foram entregues antes de haver “o conceito de máscaras não certificadas”.

Os socialista, em nota de imprensa, referem que tomaram conhecimento, “na última reunião da Câmara, que esta entregou máscaras não certificadas aos funcionários municipais”.

O comunicado acrescenta que, de acordo com o presidente da Câmara, Paulo Cunha, “as máscaras que foram entregues aos funcionários foram oferecidas por empresas ao município, num momento anterior à obrigatoriedade de utilização de máscaras, não tendo sido possível proceder à substituição das mesmas desde então”.

Portanto, o PS “lamenta que a Câmara ainda não tenha corrigido o erro, causado, inadvertidamente, pelos responsáveis autárquicos, colocando a saúde pública em perigo”.

“No sentido de regularizar esta situação”, acrescenta o comunicado, o partido “propõe que o município entregue, com excecional caráter de urgência, máscaras certificadas a todos os seus funcionários”.

Entretanto, a vereadora da Saúde Pública, Sofia Fernandes, respondeu, em nota de imprensa, que, “no período de emergência nacional, a Câmara adquiriu no dia 24 de março um conjunto de máscaras comunitárias para proteção dos seus funcionários que foram distribuídas e utilizadas nessa mesma semana”.

“Nessa altura, não existia o conceito de máscaras não certificadas. Quando, a partir de meados de abril, o Governo definiu a obrigatoriedade de certificação deste tipo de equipamento, a Câmara teve o cuidado de adquirir e distribuir apenas máscaras certificadas pelo CITEVE”, acrescenta a vereadora.

Sofia Fernandes garante, ainda, “todas as máscaras disponibilizadas desde essa altura, inclusivamente as mais de 130 mil máscaras oferecidas aos famalicenses, têm garantia de certificação de qualidade por parte do CITEVE”.

Continuar a ler

Ave

Feira de Famalicão retoma atividade plena em 03 de junho

Covid-19

em

Foto: Divulgação / CM Famalicão

A feira semanal de Famalicão volta a funcionar na plenitude no dia 03 de junho, anunciou hoje a autarquia.

Recorde-se que esta tem funcionado circunscrita ao mercado alimentar.

Em nota de imprensa, a Câmara de Famalicão anuncia que “está a preparar um plano de contingência para o funcionamento da feira, que vai passar pelo alargamento do espaço disponível para comércio e que levará à transferência de parte da área agrícola e frutícola para a zona de gravilha existente no local”.

Haverá um reforço da fiscalização, tanto nas entradas, para que seja assegurada a possibilidade de cumprimento da regra de 5 pessoas por cada 100 m2, como no interior da feira, para impedir a concentração das pessoas e a ausência dos materiais de proteção comunitária obrigatórios, refere também o comunicado.

Será obrigatório o uso de máscaras e a desinfeção das mãos à entrada e saída. A Câmara disponibilizará dispensadores com gel desinfetante.

“Os comerciantes devem procurar evitar o contacto das pessoas com os produtos mediante a disponibilização de luvas descartáveis aos clientes”, conclui o município famalicense.

Continuar a ler

Ave

Jovem de Famalicão morre após se sentir mal enquanto conduzia

Óbito

em

Foto: DR

Um jovem de 22 anos faleceu após sentir-se mal enquanto conduzia, na madrugada deste sábado, em Vermoim, Famalicão.

Segundo a rádio Cidade Hoje, que avança a notícia, a vítima viajava com a namorada, na Estrada Nacional 206 (Famalicão – Guimarães), quando terá sido acometido por um ataque súbito.

A namorada terá pedido ajuda a outros condutores que passavam no local e prestaram auxílio.

Rafael Fernandes. Foto: DR

Apesar do socorro, em que estiveram envolvidos os Bombeiros Famalicenses e a VMER de Famalicão, o jovem acabou por falecer  ao fim de quase duas horas de assistência.

A vítima teria registo clínico de problemas cardíacos.

O jovem residia no estrangeiro mas estava já há algum tempo em Famalicão.

Foi transportado para o Instituto de Medicina Legal de Braga.

Continuar a ler

Populares