Redes Sociais

Fafe: Festas do concelho recuperam concurso dos vestidos de chita

Ave

Fafe: Festas do concelho recuperam concurso dos vestidos de chita

Os concursos de vestidos de chita, que foram populares em Fafe até ao final da década de 80, vão ser retomados este ano, nas festas do concelho, envolvendo costureiras e estilistas locais, disse a organização.

“Este é o ano zero. Pelo entusiasmo que estamos a notar, acreditamos que, no próximo ano, haverá uma expressão ainda mais forte”, previu Pompeu Martins, vice-presidente da Câmara de Fafe.

O autarca explicou que o concurso, marcado para quinta-feira à noite, vai ser um dos grandes momentos das Festas de Nossa Senhora de Antime, as mais importantes do concelho.

“O concurso era um momento muito interessante, realizado durante muitos anos, e quisemos agora recuperá-lo, mas adaptando-o ao novo tempo”, acrescentou.

Nas últimas semanas, a autarquia desafiou as costureiras e os estilistas do concelho a desenvolver vestidos de chita, recuperando técnicas do passado, para que possam ser apreciados num desfile que vai decorrer no Jardim do Calvário.

Ao todo poderão ser observados 21 vestidos, contou o vereador.

As escolas de estilismo da região também foram convidadas a participar, contando-se este ano com uma representação da Escola Profissional Cenatex.

Os trajes serão envergados por alguns modelos profissionais conhecidos do mundo da moda e por jovens de Fafe que foram selecionados pela organização.

O concurso será complementado por um desfile de coleções das lojas da cidade, momento que a organização espera poder contribuir para a dinamização do comércio local e para o aparecimento de novos talentos da moda.

fAFE

Do programa das festas, em termos de novidades, destacam-me as atividades dirigidas aos mais novos, com música de dança, multimédia e um festival de bandas a constar do programa.

A banda “The Gift” vai atuar no sábado à noite, no centro da cidade.

As tradições vão ser mantidas, com a 20ª edição da Mostra de Folclore de Fafe, de cariz internacional, no sábado à noite, o despique das bandas filarmónicas de Revelhe e Golães, no sábado à tarde, e a marcha luminosa, no domingo à noite.

As marchas deste ano – contou o autarca – serão subordinadas ao tema “Fafe – terra de encantos”, anunciando-se carros alegóricos e figurantes inspirados nas tradições, gastronomia, paisagens e os recentes eventos desportivos ligados à “marca Fafe”, nomeadamente a Volta a Portugal e o Rali de Portugal.

No plano religioso, destaca-se a procissão de Nossa Senhora de Antime que a câmara estima ser vista por cerca de 40.000 devotos, grande parte dos quais de fora do concelho, o que é “importante para a economia local”.

“A Senhora de Antime é o segundo Natal dos fafenses, altura em que se reúnem as famílias e os emigrantes regressam à sua terra”, concluiu Pompeu Martins para vincar a importância social das festividades naquele concelho minhoto.

Clique para comentar

Comentar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Mais Ave