Seguir o O MINHO

Desporto

Fafe: Diana Durães na final dos 800 metros dos Europeus com recorde nacional

Em Glasgow

em

Foto: Divulgação / FP Natação (Arquivo)

A nadadora portuguesa Diana Durães apurou-se hoje para a final da prova dos 800 metros dos Europeus de piscina curta, batendo o recorde nacional na distância.


Em Glasgow, na Escócia, a atleta do Benfica foi sétima classificada na terceira e última eliminatória, com um tempo de 8.20,97 minutos, e garantiu a presença na final, igualmente com a sétima melhor marca das oito finalistas.

O novo recorde português retira mais de dois segundos ao anterior máximo, de 8.23,23 minutos, que tinha sido estabelecido pela nadadora natural de Fafe em dezembro de 2018, nos Campeonatos Nacionais Juniores e Seniores, em Felgueiras.

“Senti-me bem e confirma-se o meu bom momento de forma com os recordes nacionais hoje, nos 800, e nos 1.500, no dia 23 de novembro, em Felgueiras. O objetivo de hoje era passar à final e isso foi conseguido. Não estava a ligar ao tempo, apenas focada na classificação. Sabia que a prova de eliminatórias seria forte, mas tinha de seguir com elas”, disse.

Citada pela Federação Portuguesa de Natação, Diana Durães lembrou que há dois anos chegou à final com um tempo superior em cerca de nove segundos, o que “mostra bem o nível deste ano”.

“Tenho mínimos para Jogos [Olímpicos Tóquio2020] nos 1.500 livres, mas gostava de fazer aos 400 e 800 metros. Na final já conheço as adversarias e vou dar o meu melhor”, referiu.

Na mesma prova, Tamila Holub terminou na 12.ª posição, com um tempo de 8.25,00 minutos, uma nova melhor marca pessoal, ficando a 3,01 segundos da oitava classificada para a final, que se realiza na quinta-feira.

“Bati o recorde pessoal o que é bastante positivo para mim. Revela que estou no bom caminho em termos de progressão e dá-me mais confiança nos treinos e nas competições”, disse a atleta do Sporting de Braga.

Nos 50 metros bruços, Alexandre Amorim e Francisco Quintas falharam a qualificação para as meias-finais. Quintas foi 36.º nas eliminatórias, em 27,72 segundos, e Amorim terminou em 41.º, em 28,22.

José Lopes também não conseguiu a qualificação para a final dos 400 metros livres, ao ser 19.ª nas eliminatórias, com uma marca de 3.45,03 minutos.

Anúncio

Futebol

Gil Vicente adianta que jogo com Portimonense “não está em risco”

Covid-19

em

Foto: DR

O Gil Vicente considera que, mesmo sem treinar no relvado devido à covid-19, o jogo de domingo com o Portimonense, para a I Liga portuguesa de futebol, “não está em risco”, adiantou hoje à Lusa fonte do clube.

O plantel está a preparar a receção aos algarvios, relativa à segunda jornada e agendada para as 16:00 de domingo, com treinos individuais a partir das casas dos futebolistas, depois das autoridades de saúde terem impedido os treinos conjuntos na semana passada, face aos 18 casos positivos identificados no clube minhoto, entre 11 e 13 de setembro.

O novo coronavírus infetou 10 jogadores, cinco elementos da equipa técnica e da restante estrutura do futebol, incluindo o treinador principal, Rui Almeida, e três pessoas sem ligação ao futebol profissional, informou a mesma fonte.

Segundo fonte do clube, ainda nenhuma das pessoas infetadas recuperou, mas os restantes elementos do futebol gilista apresentaram resultados negativos nas duas rondas de testes ocorridas na semana transata e vão ser novamente testados 48 horas antes do jogo com o Portimonense, de acordo com o regulamento da Liga de Clubes.

O embate com a turma de Portimão pode marcar a estreia dos ‘galos’ na edição 2020/21 da I Liga, depois do encontro da primeira ronda, com o Sporting, em Lisboa, previsto para as 18:30 do passado sábado, ter sido adiado para a semana entre 12 e 16 de outubro.

O jogo entre Sporting e Gil Vicente, duas equipas com casos confirmados de covid-19, foi o primeiro do principal campeonato português a ser adiado, depois das autoridades de saúde terem decidido “não estarem reunidas as condições necessárias” para a sua realização.

A pandemia de covid-19 já provocou pelo menos 965.760 mortos e mais de 31,3 milhões de casos de infeção em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 1.925 pessoas dos 69.663 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

Continuar a ler

Futebol

David Tavares no Moreirense por empréstimo do Benfica

Mercado de transferências

em

Foto: DR

O médio David Tavares rumou hoje ao Moreirense por empréstimo do Benfica até ao final da temporada, anunciou hoje o clube da I Liga de futebol, que recebe o 12.º reforço para 2020/21.

“O Moreirense Futebol Clube – Futebol SAD informa que chegou acordo com o Benfica para a cedência temporária do atleta David Tavares até ao final da época”, referem os ‘cónegos’, numa nota publicada no sítio oficial do emblema vimaranense na Internet.

David Tavares, de 21 anos, integrou os juniores do Benfica em 2016/17, após passagens pelas camadas jovens de Atlético Tojal, Loures e Sporting, e somou 36 minutos e duas aparições pela equipa principal das ‘águias’ em 2019/20, sob orientação de Bruno Lage.

Vinculado ao vice-campeão até junho de 2024, o internacional sub-19 português falhou todos os jogos de pré-temporada com Jorge Jesus e estava a trabalhar na equipa B até arranjar colocação, preparando-se para a estreia no principal escalão.

David Tavares junta-se aos guarda-redes Kewin e Miguel Oliveira, aos defesas Matheus Silva, Ferraresi, Pedro Amador e Reynaldo, ao médio Gonçalo Franco e aos avançados Derik Lacerda, Felipe Pires, Lucas Rodrigues e Yan como reforços do Moreirense.

Os ‘cónegos’ estrearam-se na edição 2020/21 da I Liga com um triunfo caseiro diante do recém-promovido Farense (2-0) e visitam o Benfica no sábado, às 18:30, no Estádio da Luz, em Lisboa, num encontro relativo à segunda jornada.

Continuar a ler

Desporto

Mariana Machado termina em quarto na milha em Barcelona

Atletismo

em

Foto: DR

A bracarense Mariana Machado, de Braga, terminou em quarto na milha do meeting Cidade de Barcelona, realizada esta terça-feira.

A atleta do SC Braga terminou a prova com a marca de 4:34,21 minutos, ficando a cerca de um segundo e meio da vencedora, Marta Pen, do Benfica.

Esta foi a segunda prova onde Mariana Machado ficou em destaque no último mês, depois de ter conquistado a medalha de bronze nos 1.500 metros do Meeting Toni Bonet, em Ibiza, Espanha.

Em agosto, sagrou-se campeã nacional absoluta nos 3.000 metros depois de ter conquistado o mesmo título nos 1.500.

(Nota de redação: Inicialmente foi apontado pela Agência Lusa que Mariana Machado tinha batido o recorde pessoal nesta prova, o que não corresponde à verdade. Aos leitores, as nossas desculpas)

Continuar a ler

Populares