Seguir o O MINHO

Cabeceiras de Basto

Fachada principal e torres da Igreja do Mosteiro de S. Miguel de Refojos reabilitadas

em

Foto: DR

Arrancaram na semana passada as obras de beneficiação da fachada principal e das torres sineiras da Igreja do Mosteiro de S. Miguel de Refojos,em Cabeceiras de Basto, uma intervenção que inclui também o arranjo do adro, bem como a instalação de um sistema eletrostático de afastamento de aves que tem como objetivo primordial desenvolver uma intervenção completa de proteção e salvaguarda do património edificado, assegurando a sua preservação, presente e futura.

Esta obra de intervenção nas fachadas e torres – à semelhança dos trabalhos de beneficiação das coberturas da Igreja e da ala nascente do Mosteiro que estão em fase final de conclusão – resulta de uma candidatura aprovada no âmbito do Programa Operacional Regional do Norte (Norte 2020) que prevê igualmente a reabilitação do espaço onde antigamente funcionou a livraria, o desassoreamento da Ribeira de Penoutas que visa baixar o nível freático na envolvente ao Mosteiro, bem como a execução do coletor pluvial na Rua Dr. Francisco Botelho (envolvente ao Mosteiro), a criação do percurso de visitação do Mosteiro, entre outras.

Esta mesma candidatura designada ‘Mosteiro de S. Miguel de Refojos, Património Cultural Ímpar’ prevê, ainda, estudos diversos sobre patologias e outros problemas estruturais que afetam o imóvel, sobre a antiga Botica e sobre o sistema hidráulico do Mosteiro para a melhoria do conhecimento científico e histórico deste bem.

De salientar que a obra é cofinanciada no âmbito do Programa NORTE2020.

Anúncio

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem O MINHO, jornal estritamente digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O MINHO é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Inspirados na filosofia seguida pelo jornal inglês "The Guardian", um dos mais importantes órgãos de comunicação do Mundo, também nós achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler O MINHO, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar O Minho - e só demora um minuto. Obrigado.

Cabeceiras de Basto

Cachecóis dão abraço gigante ao Mosteiro de Refojos em Cabeceiras de Basto

Iniciativa marcada para 3 de junho

em

Foto: CM Cabeceiras de Basto

Chama-se ‘Dá lã um abraço ao Mosteiro’. Está integrada no programa cultural Mosteiro de Emoções e pretende envolver toda a comunidade de Cabeceiras de Basto através da produção manual de cachecóis com os quais se pretende dar um Abraço ao Mosteiro, de Refojos no dia 3 de junho.

A iniciativa pretende destacar o trabalho das Mulheres de Bucos que dão vida à Casa da Lã – um núcleo museológico vivo que integra o Museu das Terras de Basto.

‘Um Cabeceirense um cachecol, uma família um cachecol, uma instituição um cachecol’ é o lema deste desafio que possibilitará a produção de cachecóis ao longo dos próximos meses de inverno para que, no dia 3 de junho, às 10:00, possa ser dado um abraço gigante ao Mosteiro.

Para a concretização desta iniciativa, a Câmara Municipal conta com a colaboração das artesãs da Casa da Lã – as Mulheres de Bucos, do Serviço de Emprego de Basto do Centro e Emprego do Médio Ave, do Centro de Emprego e Formação Profissional de Braga –Serviço de Formação, do Agrupamento de Escolas e toda a comunidade educativa, bem como das associações e das instituições que se queiram associar à Câmara Municipal.

De salientar que o Centro de Emprego do Médio Ave – Serviço de Emprego de Basto e o Centro de Emprego e Formação Profissional de Braga – Serviço de Formação dinamizam, nesta altura, na Casa da Lã, um curso de formação designado ‘VA Confeção de Lã – cultura e empreendedorismo’ para 16 formandas e através do qual colaboram participam nesta grande iniciativa de produção de cachecóis.

O presidente da Câmara Municipal, Francisco Alves, espera poder contar “com a participação das famílias, escolas, movimento associativo, IPSS’s superando, desta forma, todas as expectativas e proporcionando um evento memorável a todos os participantes”.

Cada participante poderá oferecer o seu cachecol ao Mosteiro, comprometendo-se a Câmara Municipal a promover, posteriormente, uma mega exposição de cachecóis, “em novo momento de grande manifestação de carinho pelo património Cabeceirense”.

Continuar a ler

Ave

Quatro detidos e 3 mil doses de heroína apreendidas pela GNR de Fafe

Tráfico de droga em Fafe, Cabeceiras de Bastos, Celorico de Basto, Ribeira de Pena e Mirandela

em

Foto: GNR

O Núcleo de Investigação Criminal da GNR de Fafe apreendeu, esta quarta-feira, 3 mil doses de heroína, deteve quatro homens e constituiu arguidos outros dois, com idades compreendidas entre 42 e 62 anos, por tráfico de estupefacientes, anunciou hoje o Comando Territorial de Braga.

A GNR investigava o grupo, que se dedicava ao tráfico de droga nos concelhos de Fafe, Cabeceiras de Bastos, Celorico de Basto, Ribeira de Pena e Mirandela, há já seis meses.

No âmbito dessa operação, foram cumpridos 14 mandado de busca, oito em residência e seis em veículos, tendo resultado ainda na apreensão de 180 doses de haxixe, uma arma de fogo, um bastão elétrico, um aerossol, 200 munições de vários calibres, duas balanças de precisão, seis telemóveis e 5 mil euros em numerário.

Os detidos, com antecedentes criminais pela prática do mesmo tipo de crime, posse ilegal de armas e armas proibidas e violação, vão ser presentes hoje, dia 17 de janeiro, ao Tribunal Judicial de Guimarães, para primeiro interrogatório judicial e aplicação de medidas de coação.

Continuar a ler

Cabeceiras de Basto

Colisão rodoviária causa um morto e dois feridos graves em Cabeceiras de Basto

Ao princípio da noite desta sexta-feira.

em

Foto: O MINHO

Uma colisão rodoviária entre três automóveis, causou um morto e dois feridos graves, um dos quais em paragem cardiorrespiratória, no concelho de Cabeceiras de Basto, já ao princípio da noite desta sexta-feira.

No local estão os Bombeiros Voluntários Cabeceirenses, o Suporte Imediato de Vida (SIV) do INEM e a Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) do INEM de Guimarães e a Guarda Nacional Republicana.

Continuar a ler

Populares