Seguir o O MINHO

Famalicão

Mulher ferida com gravidade em explosão provocada por fuga de gás em Famalicão

Na vila de Joane

em

Foto: INEM / Divulgação

Uma fuga de gás provocou hoje uma explosão numa habitação em Joane, Famalicão, causando queimaduras graves numa mulher de 65 anos, disse fonte dos bombeiros.

Segundo a fonte, o alerta foi dado pelas 08:23, tendo a vítima sido transportada para o Hospital de S. João, no Porto.

Para o local foram mobilizados 14 homens e seis viaturas, entre Bombeiros Voluntários Famalicenses, Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) e GNR.

Notícia atualizada às 10h21.

Anúncio

Ave

Famalicão alarga entrega gratuita do jantar em casa a toda a semana

Confinamento

Foto: DR

A Câmara e a Associação de Restaurantes de Famalicão decidiram alargar a entrega gratuita de refeições ao domicílio a todos os dias da semana, ao jantar, face ao confinamento geral no país, anunciou hoje o município.

Em comunicado, a autarquia acrescenta que o serviço começa na sexta-feira e as entregas decorrerão, de segunda a domingo, entre as 19:00 e as 22:30.

Os munícipes poderão encomendar o jantar num dos 66 restaurantes aderentes, sem necessidade de se deslocarem para levantarem a sua encomenda e sem a pagar, se for superior a 10 euros.

O pagamento deverá ser efetuado diretamente ao restaurante por MB WAY ou transferência bancária, não sendo admitidos pagamentos diretamente ao estafeta.

Este serviço foi criado no dia 14 de novembro, na sequência do Estado de Emergência decretado pelo Governo, e desde então tem-se mantido ativo ao fim de semana.

Ao todo já foram servidas em casa dos famalicenses 7.200 refeições.

A rede criada para o efeito já conta com a colaboração de 70 estafetas, dos quais oito são taxistas que aderiram ao serviço.

O nono Estado de Emergência foi aprovado na quarta-feira no parlamento e entra em vigor às 00:00 de setxa-feira, mantendo-se até 30 de janeiro.

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 1.979.596 mortos resultantes de mais de 92,3 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 8.384 pessoas dos 517.806 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

Continuar a ler

Ave

Famalicão equipa espaços desportivos e culturais com desfibrilhadores

Investimento de 15 mil euros

Foto: Divulgação / CM Famalicão

A Câmara de Famalicão adquiriu 10 desfibrilhadores automáticos para equipar diversos polos desportivos e culturais do concelho, nomeadamente aqueles com maior afluência de munícipes, foi hoje anunciado.

Em comunicado, o município refere que a aquisição deste equipamento se insere no Programa Municipal de Desfibrilhação Automática Externa (PDAE), que já implicou um investimento municipal na ordem dos 15 mil euros, envolvendo cerca de meia centena de colaboradores municipais em formação específica.

Os desfibrilhadores foram colocados nos pavilhões das Lameiras, Delães, Terras de Vermoim e de Famalicão, nas piscinas municipais de Famalicão, Ribeirão, Oliveira S. Mateus e Joane, e ainda na Casa das Artes e no Parque da Devesa.

Continuar a ler

Ave

GNR resgata cão que estava em princípio de hipotermia em Famalicão

Resgate

Foto: Divulgação / GNR

Um cão com início de hipotermia foi resgatado esta quarta-feira pela GNR, em Landim, Famalicão, anunciou hoje aquela Guarda.

O animal terá caído de uma altura de três metros, ficando preso entre um muro e a cobertura de um parque de estacionamento, desconhecendo-se o tempo em que ali esteve.

Após chamada telefónica a dar conta de que um cão estaria preso naquele local, militares do posto territorial de Riba de Ave deslocaram-se ao local, conseguindo resgatar o animal com ajuda de um segurança de uma empresa e um elemento afeto ao canil municipal.

“Na sequência das diligências policiais constatou-se que o cão não possuía microchip, pelo que foi encaminhado para o Centro de Recolha Animal de Vila Nova de Famalicão, tendo-lhe sido prestados os necessários cuidados veterinários e sanitários, uma vez que, devido às baixas temperaturas, o cão encontrava-se com princípios de hipotermia”, refere a Guarda em nota enviada às redações.

A prática de abandono de animais de companhia constitui um crime punível com pena de prisão até seis meses ou com pena de multa até 60 dias.

A GNR, através do Serviço da Proteção da Natureza e do Ambiente, tem como preocupação diária “a proteção dos animais, apelando à denúncia de eventuais situações de maus-tratos ou abandono”, afirma a Guarda.

Para o efeito, poderá ser utilizada a Linha SOS Ambiente e Território (808 200 520) funcionando em permanência para a denúncia de infrações ou esclarecimento de dúvidas.

Continuar a ler

Populares