Seguir o O MINHO

Braga

Exclusivo: Fomos visitar a nova pousada da juventude de Braga

Inauguração oficial em dezembro

em

Pousada da Juventude de Braga. Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO

Uma autêntica revolução na construção deu a conhecer a Braga o novo Centro de Juventude, localizado na Rua de Santa Margarida, em São Víctor, no centro da cidade. O espaço conta com 26 quartos, capacidade para alojar cerca de uma centena de pessoas, e várias salas multiusos.


Hall da Pousada da Juventude de Braga. Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO

A pousada abriu portas e recebe esta sexta-feira o primeiro grupo de hóspedes. Um grupo de 80 estudantes da Erasmus Student Network vindos de vários pontos do país. Vão passar duas noites instalados no novo equipamento.

Quarto duplo na Pousada da Juventude de Braga. Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO

Ao reabrir as portas, o presidente da Câmara de Braga apontou que esta será, futuramente, a “melhor pousada da juventude do país”, sublinhando o “extraordinário exemplo de requalificação” e um “modelo a seguir”.

Quarto duplo na Pousada da Juventude de Braga. Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO

Ricardo Rio destaca o nome “Centro de Juventude” ao invés de uma simples “Pousada da Juventude”.

Pousada da Juventude de Braga. Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO

“O centro aposta nas novas funcionalidades tecnológicas que permitem criar roteiros e exportá-los diretamente para os telemóveis, para que depois os visitantes possam seguir esses percursos e explorar a cidade de Braga”, explicou o edil.

Auditório da Pousada da Juventude de Braga. Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO

Para além da componente residencial, o espaço conta com salas de formação e um auditório, entre outras valências.

Serviços na Pousada da Juventude de Braga. Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO

Ricardo Rio ressalva que a nova pousada está aberta “a todo o tipo de público, uma vez que qualquer cidadão pode utilizar os serviços deste espaço”.

Pousada da Juventude de Braga. Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO

“Os quartos são perfeitamente ajustados às necessidades e tipologias de qualquer público”, concluiu o autarca, adiantando que a inauguração oficial está a agendada para o próximo mês de dezembro.

Hall da Pousada da Juventude de Braga. Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO

A exploração e dinamização do equipamento é da responsabilidade da InvestBraga. Carlos Silva, responsável, aponta a rentabilização do espaço existente através do mobiliário “desenhado à medida”.

Quarto quádruplo da Pousada da Juventude de Braga. Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO

Destaca ainda a “capacidade de disponibilizar quartos duplos, triplos, quádruplos e com cama extra para responder à procura de todos os públicos”.

Pousada da Juventude de Braga. Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO

O Centro de Juventude de Braga, resulta da requalificação do edifício da antiga Pousada de Juventude. As reservas para utilização do espaço podem ser efetuadas através do email [email protected]

Anúncio

Braga

Filigrana da Póvoa de Lanhoso representa Braga nas 7 Maravilhas da Cultura Popular

7 Maravilhas da Cultura Popular

em

Foto: DR / Arquivo

A Filigrana da Póvoa de Lanhoso é a pré-finalista apurada para representar o distrito de Braga às 7 Maravilhas da Cultura Popular.

A iniciativa com votação decorreu esta terça-feira, precisamente no concelho de Póvoa de Lanhoso, cumprindo as normas da DGS e do município, e foi transmitida em direto na RTP1.

Vídeo: Filigrana da Póvoa de Lanhoso nas finais das 7 Maravilhas da Cultura Popular

Foto: Reprodução / RTP

O património povoense foi o mais votada pelo público, superando São João de Braga, Lenços de Namorados de Vila Verde, Galo de Barcelos, Banda Plástica de Barcelos, Figurado de Barcelos e Gigantones e Cabeçudos de Braga.

Foto: Reprodução / RTP

De acordo com o regulamento do concurso, este património vai representar o distrito nas meias-finais, podendo, no entanto, existir repescagem de finalistas do mesmo distrito.

Continuar a ler

Braga

Doméstica detida por suspeita de atear incêndio no Gerês

Terras de Bouro

em

Foto: O MINHO

A Polícia Judiciária (PJ) de Braga deteve uma mulher de 57 anos suspeita de atear um incêndio florestal registado em 04 de agosto no Parque Nacional da Peneda-Gerês (PNPG), no concelho de Terras de Bouro, anunciou hoje aquela força.

Em comunicado, a PJ refere que o local onde o incêndio teve início é uma zona de “difícil acesso”.

“Existiam condições de enorme risco de propagação à vasta mancha florestal envolvente, designadamente derivado a carga combustível do PNPG e pela orografia própria da região, o que se traduz num elevadíssimo perigo concreto para as pessoas, para os bens e para o ambiente, em particular para a área protegida em apreço”, acrescenta.

Segundo a PJ, o incêndio consumiu cerca de dois hectares de vegetação herbácea, mato e arvoredo, “não tendo atingido maiores proporções devido à rápida intervenção dos bombeiros”.

A PJ acrescenta que a arguida, doméstica, reside na freguesia onde ateou o incêndio, tendo recorrido a um artefacto retardante da ignição.

“Foram recolhidos substanciais elementos de prova, que conduziram à detenção”, lê-se ainda no comunicado.

Na operação, a PJ contou com a colaboração do Grupo de Trabalho do Norte de Redução das Ignições Florestais e da GNR.

A detida irá ser presente a tribunal, para primeiro interrogatório judicial e aplicação de medidas de coação.

Continuar a ler

Braga

Jovem de 27 anos resgatada após queda em trilho no Gerês

Acidente

em

Foto: O MINHO

Uma jovem de 27 anos teve que ser resgatada num trilho no Gerês, após ter partido o braço numa queda, ao início da tarde desta sexta-feira.

“Sofreu uma possível fratura num membro superior e vai ser agora transportada para o hospital”, explicou a O MINHO o comandante dos Bombeiros de Terras de Bouro, José Amaro.

A queda deu-se no trilho do Poço Azul, em Vilar da Veiga, Terras de Bouro, numa zona de difícil acesso, o que dificultou o resgate, feito de forma apeada, tendo a ambulância ficado a um quilómetro de distância do local.

Os Bombeiros Voluntários de Terras de Bouro mobilizaram dois operacionais e uma viatura.

Uma equipa dos GIPS da GNR também interveio.

Continuar a ler

Populares