Ex-secretário de Estado Miguel Cruz ouvido hoje na comissão de inquérito à TAP

Foto: Lusa

O ex-secretário de Estado do Tesouro Miguel Cruz vai ser hoje ouvido na comissão de inquérito à TAP, constituída após a polémica indemnização a Alexandra Reis, sobre a tutela política da gestão da companhia aérea.

Miguel Cruz foi secretário de Estado do Tesouro, com a tutela financeira da TAP, entre junho de 2020 e março de 2022, cargo que assumiu após deixar a presidência da Parpública, sociedade gestora de participações sociais do Estado como, por exemplo, na companhia aérea.

O ex-governante estava no cargo há pouco tempo quando, juntamente com os então ministros das Finanças, João Leão, e das Infraestruturas e da Habitação, Pedro Nuno Santos, foi anunciado, em conferência de imprensa, o regresso da companhia aérea ao controlo do Estado, na sequência das dificuldades causadas pela pandemia de covid-19 e após cinco anos de gestão privada.

Foi também durante o mandato de Miguel Cruz que foi preparado e aprovado o plano de reestruturação da TAP, que implicou despedimentos e cortes salariais que ainda estão a ser aplicados.

Miguel Cruz era ainda secretário de Estado do Tesouro quando a ex-administradora Alexandra Reis saiu da TAP, em fevereiro de 2022, com uma indemnização de meio milhão de euros, negociada com base no código das sociedades comerciais e não do estatuto do gestor público, que abrange a TAP desde que voltou ao controlo do Estado.

Alexandra Reis, após uma passagem pela presidência da NAV Portugal – Navegação Aérea, foi nomeada secretária de Estado do Tesouro, cargo que exerceu entre 02 de dezembro de 2022 e 04 de janeiro de 2023, tendo sido demitida pela ministro Fernando Medina, na sequência da polémica indemnização.

Antes da audição de Miguel Cruz, que está marcada para as 17:00, o ex-ministro do Planeamento e das Infraestruturas, Pedro Marques, é também ouvido no parlamento, na Comissão de Economia, Obras Públicas, Planeamento e Habitação, a partir das 14:00, a requerimento do PSD, sobre a situação da TAP no período 2015-2023.

Inicialmente, estava prevista para hoje a audição na comissão de inquérito do ex-secretário de Estado das Infraestruturas, Transportes e Comunicações Sérgio Monteiro, e a de Miguel Cruz estava marcada para 01 de junho, tendo sido depois feita uma troca, passando Sérgio Monteiro a ser ouvido na quinta-feira.

 
Total
0
Partilhas
Artigo Anterior

86% dos jovens portugueses estão viciados nas redes sociais

Próximo Artigo

Seca: Ministra da Agricultura pede em Bruxelas para usar verbas da PAC

Artigos Relacionados
x