Seguir o O MINHO

Desporto

Ex-Presidente do Vitória condenado a 18 meses de cadeia com pena suspensa

em

O ex-presidente do Vitória, Emílio Macedo da Silva, foi hoje condenado a 18 meses de prisão com pena suspensa, condicionada ao pagamento das prestações de IVA e de IRS em dívida nos próximos quatro anos.

O Tribunal Judicial de Guimarães decidiu que o responsável do clube da I Liga portuguesa de futebol entre 2007 e 2012 cometeu o crime de abuso de confiança fiscal, ao infringir os artigos 5.º, 7.º e os números 1, 2 e 5 do artigo 105.º do Regime Geral das Infrações Tributárias (RGIT).

Tais artigos preveem “pena de prisão até três anos ou multa até 360 dias” para incumprimento tributário de “valor superior a 7.500 euros”, e pena de um a cinco anos de prisão para valores superiores a 50 mil euros.

O antigo dirigente do clube minhoto foi acusado de ter falhado a entrega de uma prestação do IRS, de julho de 2011, e de duas do IVA, referentes a agosto de 2011 e a fevereiro de 2012, período em que se demitiu do cargo, num valor total superior a 500 mil euros.

Emílio Macedo da Silva, que reconheceu tais dívidas ao Fisco na primeira sessão do julgamento, a 13 de abril, foi obrigado ao “pagamento das prestações tributárias em causa nos autos e demais acréscimos legais”, ouviu-se na leitura da sentença.

O vice-presidente para a área financeira desse período, Luciano Baltar, também acusado no âmbito deste processo, foi condenado à mesma pena do antigo presidente dos vimaranenses e já confirmou que vai recorrer da decisão hoje proferida.

O Vitória, o outro acusado do processo, foi condenado ao pagamento de uma taxa de 20 euros ao Estado nos próximos 500 dias (total de 10 mil euros).

Anúncio

Futebol

Pizzi eleito o Médio do Mês da Liga

Internacional português conquistou 29,06% dos votos dos treinadores principais da competição

em

Foto: Divulgação

Pizzi foi votado pelos treinadores principais da Liga portuguesa de futebol (Liga NOS) como o melhor médio a atuar na competição, nos meses de outubro e novembro, anunciou a organização da prova.

O médio encarnado marcou três golos nestes dois meses, assistindo outras tantas vezes, contribuindo para as cinco vitórias dos encarnados neste período.

Esta é a primeira vez que o internacional português consegue esta distinção nesta temporada, contando com 29,06% dos votos. O pódio fica completo com Bruno Fernandes (Sporting CP) com 18,80% e Danilo Pereira (FC Porto) com 11,97%.

Continuar a ler

Futebol

Benfica vence Zenit e apura-se para a Liga Europa

3-0 na Luz

em

Foto: Twitter de B24

O Benfica apurou-se, esta terça-feira, para a Liga Europa ao vencer por 3-0 na receção ao Zenit de São Petersburgo, no jogo de despedida da presente Liga dos Campeões de futebol.

Os golos dos encarnados foram anotados no segundo tempo, por intermédio de Cervi, Pizzi (de penálti) e por Azmon (autogolo).

Continuar a ler

Futebol

Hugo Viana suspenso por palavras ao árbitro no jogo com o Moreirense

Questionou um lance de grande penalidade

em

Foto: Facebook

Hugo Viana, diretor desportivo, do Sporting, natural de Barcelos, foi, esta terça-feira, suspenso por um mês por palavras dirigidas ao árbitro Artur Soares Dias, que apitou a vitória dos leões frente ao Moreirense (1-0), em jogo da I Liga de futebol.

Segundo o mapa de castigos do Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), hoje publicado, o antigo jogador vai pagar uma multa superior a mil euros pelas palavras que dirigiu a Soares Dias, a quem também tocou no peito, segundo o relatório.

O incidente ocorreu durante o intervalo do encontro da 13.ª jornada da I Liga, disputado no domingo, com o resultado ainda 0-0, num momento em que Viana se encontrava numa zona técnica, questionando depois um eventual lance de penálti.

O mapa contém ainda uma suspensão de oito dias para o presidente da SAD do Leixões, Paulo Lopo, também por palavras dirigidas à equipa de arbitragem, na derrota caseira com o Académico de Viseu (1-0), na 12.ª jornada da II Liga.

Nesse jogo, também o diretor desportivo, André Castro, foi punido com 15 dias por protestos junto dos oficiais do encontro, com Luís Silva, expulso por uma cotovelada num adversário, a cumprir dois jogos de castigo.

No capítulo dos processos sumários do relatório, nota para a requisição do relatório de policiamento do Belenenses-FC Porto (1-1), uma vez que é “indispensável esclarecer o conteúdo dos relatórios dos árbitros e dos delegados da Liga Portuguesa de Futebol Profissional”.

A imprensa desportiva noticiou hoje uma altercação entre o treinador dos dragões, Sérgio Conceição, e o da equipa de Belém, Pedro Ribeiro, já no túnel de acesso aos balneários.

Continuar a ler

Populares