Seguir o O MINHO

Futebol

Ex-presidente da UEFA reclama salários em atraso, bónus e honorários de advogados

Michel Platini

em

Foto: DR / Arquivo

O ex-presidente da UEFA Michel Platini, cuja suspensão por quatro anos terminou em outubro, pretende ser ressarcido de salários em atraso, bónus contratuais e honorários de advogados, confirmou hoje o antigo futebolista francês à AFP.

Michel Platini reclama o pagamento de um bónus de 1,8 milhões de euros pela “contribuição para o sucesso da Euro2016 em França”, que Portugal venceu, 636 mil euros em honorários de advogados e salários em atraso referentes ao período entre 2016 e 2019.

Platini, de 64 anos, tinha sido suspenso de toda a atividade ligada ao futebol em maio de 2016, na sequência de um escândalo de corrupção, por ter recebido 1,8 milhões de euros, em 2011, por um alegado trabalho de consultadoria para a FIFA.

O trabalho de consultadoria, sem contrato escrito, terá sido solicitado a Michel Platini por Joseph Blatter, que na altura era presidente da FIFA e também foi afastado por seis anos do futebol, por “abuso de posição” e “conflito de interesses”.

Anúncio

Futebol

Fábio Martins (Famalicão) e Galeno (Braga) entre os três melhores avançados de outubro e novembro

Duo minhoto ficou atrás de Carlos Vinícius, do Benfica

em

Carlos Vinícius, do SL Benfica, foi eleito pelos treinadores principais da Liga NOS como o melhor avançado da competição, nos meses de outubro e novembro.

O avançado dos encarnados apontou cinco golos, somando, ainda, uma assistência, nos cinco encontros disputados durante os últimos dois meses.

Com 47,86% dos votos, o brasileiro assegurou a distinção, seguido de Fábio Martins (FC Famalicão) com 14,53% e de Galeno (SC Braga) com 9,40%.

Continuar a ler

Futebol

Liga Europa: Sacko, Tapsoba e Evangelista de fora dos convocados do Vitória

Última jornada do grupo F

em

Foto: Paulo Jorge Magalhães/O MINHO (Arquivo)

Os futebolistas Sacko, Tapsoba e Lucas Evangelista, regularmente utilizados pelo Vitória SC na Liga Europa de futebol, vão falhar o sexto e último jogo do grupo F, na Alemanha, diante do Eintracht Frankfurt, na quinta-feira.

O lateral direito Sacko, que falhou a convocatória por opção do treinador Ivo Vieira, o central Tapsoba, castigado com três cartões amarelos na fase de grupos, e o médio brasileiro, que esteve com fadiga muscular nos últimos dias, não integraram a comitiva vitoriana de 19 jogadores que partiu hoje do Aeroporto Francisco Sá Carneiro, no Porto, para Frankfurt.

Também o médio André Almeida, de 19 anos, titular na terceira jornada, em Londres, frente aos ingleses do Arsenal (derrota lusa por 3-2), está de fora da lista, devido a uma situação de fadiga muscular.

A convocatória para o duelo com o Eintracht marca, em sentido inverso, os regressos do central ucraniano Bondarenko, após uma ausência causada pela fratura de um dos dedos da mão, e do ponta de lança brasileiro Bruno Duarte, de novo operacional após ter contraído uma entorse no tornozelo esquerdo na jornada anterior, com os belgas do Standard de Liège (1-1).

Nos instantes que antecederam o voo para a Alemanha, o responsável pelas relações públicas do clube, Neno, realçou, aos jornalistas presentes, que os vimaranenses, apesar de arredados da Liga Europa, querem vencer para ‘curar’ o “orgulho ferido” de não terem alcançado qualquer triunfo nos desafios anteriores.

O Vitória, quarto e último classificado do grupo F, com dois pontos, defronta os alemães do Eintracht Frankfurt, segundos, com nove, num jogo agendado para as 17:55 de Lisboa, no Estádio Commerzbank, em Frankfurt, com arbitragem do lituano Gediminas Mazeika.

A lista de 19 convocados:

– Guarda-redes: Douglas, Miguel Silva e Miguel Oliveira.

– Defesas: Victor Garcia, Pedro Henrique, Frederico Venâncio, Bondarenko, Florent e Rafa Soares.

– Médios: Mikel Agu, Al Musrati, Pepê e Dénis Poha.

– Avançados: Rochinha, Marcus Edwards, Davidson, André Pereira, Bruno Duarte e Léo Bonatini.

Continuar a ler

Futebol

Liga Europa: Eintracht quer encerrar fase negativa com triunfo sobre o Vitória

Última jornada do grupo F

em

Foto: Twitter (Arquivo)

O treinador Adi Hütter disse, esta quarta-feira, que os alemães do Eintracht Frankfurt precisam de derrotar o Vitória de Guimarães, não só para seguirem em frente na Liga Europa de futebol, mas também para corrigirem os resultados recentes.

Segundo classificado do grupo F, com nove pontos, o semifinalista da edição anterior da Liga Europa depende apenas de si para se apurar para a fase seguinte, no jogo da sexta e última jornada, com início às 17:55 de quinta-feira, em casa.

O técnico lembrou que o triunfo sobre os portugueses, além de necessário para manter a esperança de repetir a última participação europeia, pode também ser um ‘antídoto’ para o ciclo que a equipa vive na liga alemã, na qual registou três derrotas e um empate nos últimos quatro jogos e caiu para a 11.ª posição, com 18 pontos, após 14 rondas.

“O objetivo é vencer e chegar à fase a eliminar. Aí, podemos novamente conseguir algo grande para o clube. Esse sentimento de conquista pode ser uma ‘faísca’ para melhorarmos nos últimos jogos deste ano [de 2019]”, disse o treinador austríaco, em conferência de imprensa.

Hütter reconheceu que a equipa onde alinham os avançados portugueses Gonçalo Paciência e André Silva poderia acusar “algum medo e ansiedade” caso tivesse perdido na receção ao Hertha de Berlim (2-2), na jornada anterior do campeonato, mas mostrou-se convicto numa “boa resposta” dos seus pupilos.

Apesar de o Vitória ser o quarto e último classificado do grupo, com dois pontos, e estar já eliminado da competição, o treinador disse que espera encontrar um conjunto “tecnicamente bom”, que vai querer “dar uma boa imagem”, à semelhança dos jogos anteriores da prova.

“A primeira mão em Guimarães não foi fácil. Portanto, também não será uma tarefa fácil amanhã [quinta-feira]. O Vitória também mostrou o que pode fazer frente ao Arsenal. Temos que dar tudo para conseguir vencer”, advertiu André Silva.

O Eintracht disputa ainda um lugar na próxima fase com o Standard de Liège, formação belga que ocupa o terceiro lugar do grupo, com sete pontos, e que vai receber na quinta-feira os ingleses do Arsenal, líderes, com 10, mas o técnico austríaco “quer vencer e não esperar” pelo desfecho do outro embate.

O Eintracht Frankfurt, segundo classificado do grupo F, com nove pontos, recebe o Vitória de Guimarães, quarto e último classificado, com dois, num jogo agendado para as 17:55 (hora de Lisboa), no Estádio Commerzbank, em Frankfurt, com arbitragem do lituano Gediminas Mazeika.

Continuar a ler

Populares