Seguir o O MINHO

Desporto

Europeus de hóquei em patins de sub-17 e sub-19 cancelados

Covid-19

em

Foto: Ilustrativa / DR

Os campeonatos da Europa de hóquei em patins de sub-17 e sub-19 foram cancelados, devido à pandemia de covid-19, anunciou hoje a federação europeia, referindo que a medida é extensível a todas as competições até 30 de setembro.


A decisão teve em conta “o estado atual da pandemia e a lenta e gradual retoma da atividade social e económica na Europa, embora com sinais positivos para o futuro, de acordo com o comunicado da federação continental, parceira da World Skate.

O organismo considera que “ainda não há segurança total em termos de saúde pública para realizar campeonatos que envolvem um elevado número de agentes desportivos e, consequentemente, viajem no território europeu”.

Os eventos a serem realizados entre 01 de outubro e 31 de dezembro permanecem suspensos, até nova avaliação, a ser feita até final de julho, e o organismo informou ainda que dará prioridade à organização dessas provas aos países que já estavam assumidos como organizadores em 2020.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 292 mil mortos e infetou mais de 4,2 milhões de pessoas em 195 países e territórios. Mais de 1,4 milhões de doentes foram considerados curados.

Anúncio

Futebol

Tiago Mendes diz que saída do Vitória foi decisão “meditada”

Vitória SC

em

Foto: DR

O treinador Tiago Mendes afirmou hoje, em comunicado, que a saída do Vitória SC, depois de cumpridas três jornadas da I Liga portuguesa de futebol, foi uma “decisão muito meditada”, a “pensar no bem de todos”.

Tiago Mendes formalizou hoje a rescisão com o clube vimaranense, o primeiro que representou como treinador principal, e assumiu ter encerrado uma etapa que começou com “muita ilusão”, depois de ter refletido sobre a situação em que se encontrava.

“Foi uma decisão muito meditada e, não tenho dúvida, acertada, a pensar no bem de todos”, lê-se na nota enviada à Lusa pelo antigo médio, internacional pela seleção portuguesa em 66 ocasiões.

Apresentado em Guimarães no dia 17 de agosto, o técnico, de 39 anos, viu a sua saída oficializada na passada quinta-feira e adiantou que, no período em que esteve em Guimarães, “acontecido algumas situações que geraram uma distância demasiado grande” para poder “manter a exigência de trabalho adequada”, num clube “tão grande como o Vitória”.

O treinador natural de Viana do Castelo admitiu ainda sentir-se “em dívida” para com os jogadores, o ‘staff’, “as pessoas que trabalham no dia a dia no clube e que tornam possível o seu funcionamento” e também os “adeptos”, na sequência da decisão tomada.

Após a saída de Tiago Mendes, entretanto substituído por João Henriques, a equipa minhota é oitava classificada da I Liga, com quatro pontos em três jogos: derrota caseira com o Belenenses SAD (1-0), empate no terreno do Rio Ave (0-0) e triunfo na receção ao Paços de Ferreira (1-0).

Antes de representar os vimaranenses, o ex-jogador de SC Braga, Benfica, Chelsea (Inglaterra), Lyon (França), Juventus (Itália) e Atlético de Madrid (Espanha) foi adjunto de Diego Simeone no clube madrileno, na época 2017/18, e treinador da seleção portuguesa sub-15, em 2019.

Quando oficializou a saída, a administração da SAD vitoriana mostrou-se “surpreendida” pela “quebra de um trabalho de vários meses entre a estrutura do futebol e o treinador”, tendo vincado que a decisão de Tiago Mendes foi uma “manifestação de insegurança”.

Continuar a ler

Futebol

Portugal vence Suécia e mantém liderança na Liga das Nações

Liga das Nações

em

Foto: Twitter

A seleção portuguesa de futebol segurou hoje a liderança do Grupo 3 da Liga A da Liga das Nações, ao bater em Alvalade a Suécia por 3-0, na noite de Diogo Jota, o substituto de Cristiano Ronaldo.

O avançado do Liverpool, chamado ao ‘onze’ face ao teste positivo à covid-19 do ‘capitão’, fez a assistência para Bernardo Silva marcar o primeiro golo, aos 21 minutos, e apontou os outros, aos 44 e 72, na segundo vitória lusa em 10 receções aos suecos.

Na classificação do agrupamento, e após quatro jogos, Portugal manteve-se no primeiro posto, com os mesmos 10 pontos da França, vencedora na Croácia por 2-1, com tentos de Antoine Griezmann e Kylian Mbappé. Os croatas somam três pontos e os suecos zero.

Continuar a ler

Futebol

Presidente do Vitória infetado com covid-19

Covid-19

em

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO (Arquivo)

O presidente do Vitória SC, Miguel Pinto Lisboa, está infetado com o novo coronavírus, tal como o futebolista Gideon Mensah, anunciou hoje o emblema da I Liga portuguesa de futebol no sítio oficial.

O dirigente vitoriano, refere o comunicado, “testou positivo ao SARS-CoV-2 [novo coronavírus]”, encontrando-se “assintomático e em isolamento” e “cumprindo o estabelecido no plano de contingência” do clube.

“A deteção deste caso não tem qualquer implicação com o normal curso dos trabalhos da equipa principal de futebol”, lê-se na nota publicada.

Os minhotos informaram também que o lateral-esquerdo Gideon Mensah, de 22 anos, testou positivo “nos exames efetuados à chegada a Guimarães”, depois de ter representado a seleção do Gana nos jogos amigáveis com o Mali (derrota ganesa por 3-0), na sexta-feira, e com o Qatar (triunfo por 5-1), na segunda-feira.

O Vitória frisou que o jogador está “assintomático” e não teve “qualquer contacto com o grupo de trabalho” após o regresso a Portugal, encontrando-se em “isolamento” depois do teste, algo que o clube impõe para “a reintegração dos jogadores internacionais no plantel”.

Os vimaranenses informaram que o plantel treinado por João Henriques mantém a “rotina de treino”, com os jogadores, a equipa técnica liderada por João Henriques e o ‘staff’ de apoio a sujeitarem-se a uma “testagem regular”.

Em setembro, o extremo angolano Nélson da Luz, um dos 17 reforços vitorianos para a época em curso, também acusou positivo à covid-19, estando já recuperado.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de um milhão e oitenta e sete mil mortos e mais de 38,2 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 2.117 pessoas dos 91.193 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

Continuar a ler

Populares