Seguir o O MINHO

SC Braga

Europeus crosse: A hora dos mais novos, com Mariana Machado

Prova que se disputa no domingo, no Parque da Bela Vista, em Lisboa

em

Foto: DR/Arquivo

Mariana Machado, uma jovem bracarense de 19 anos, é o grande destaque a nível de portugueses para os Europeus de corta-mato, que se disputam no domingo, no Parque da Bela Vista, em Lisboa.


Portugal, que apresenta equipas em seniores, sub-23 e juniores, tanto em masculinos como em femininos, e ainda uma estafeta mista, tem maiores expectativas nas corridas dos mais novos, já que Etson Barros também é candidato às medalhas, mesmo com a presença do norueguês Jakob Ingerbritsen.

Filha da fundista olímpica Albertina Machado e treinada pela experiente Sameiro Araújo, Mariana ‘explodiu’ como atleta este ano, num percurso em que se destaca a ‘prata’ nos 3.000 metros dos Europeus de juniores, no mesmo dia em que foi quarta nos 1.500.

Já no outono, surpreendeu ao aparecer num patamar ainda mais elevado, correndo entre a elite e lutando com as africanas nos exigentes crosses disputados em Espanha, vencendo mesmo em uma dessas provas.

Há dois anos, com 17 anos, foi 24.ª e no ano passado melhorou para 15.ª. Agora, com um apuro de forma notável e confiança ao máximo, é favorita.

Já Etson Barros, ainda com 18 anos – tem mais um ano como júnior -, chega ao nível dos melhores no primeiro ano em que corre pelo Benfica. Antes, competia pelo algarvio Pechão, de Ana Cabecinha, tendo-se iniciado como marchador.

O pupilo de Paulo Murta também evoluiu muito na última época e não parou de mostrar grande potencial na época de crosse, também em Espanha.

Dificilmente será aposta para vencer, dada a presença de Jakob Ingerbritsen, mas poderá chegar ao pódio.

Na Bela Vista, Portugal vai ter 37 em 40 atletas possíveis e só não faz o pleno, como estava delineado, porque o selecionador nacional, António Sousa, decidiu não preencher todas as vagas das selecionadas e pré-selecionadas que declinaram o convite, por lesão ou opção de época.

Uma decisão com alguma polémica e contestação, por parte de atletas que até apareceram numa prova de observação, há duas semanas, de que apenas saiu Susana Francisco, que assim se junta às muito experientes Salomé Rocha e Dulce Félix.

Para pontuar coletivamente não há margem de erro, numa seleção que seria candidata ao pódio, com Jessica Augusto, Inês Monteiro, Sara Moreira e Catarina Ribeiro.

Dulce Félix, medalhada quatro vezes entre 2010 e 2013 (duas pratas e dois bronzes), e Salomé Rocha, a melhor portuguesa em quatro das cinco últimas edições, são nomes incontornáveis do meio-fundo português.

Salomé Rocha vai para a 12.ª presença e Dulce para a nona e mesmo que os seus melhores momentos como especialistas de corta-mato já tenham passado (agora são essencialmente maratonistas), é com alguma expectativa que se aguardam os resultados das suas provas.

A equipa masculina de seniores, também sem vários dos melhores e com o campeão nacional, Rui Teixeira, vindo de uma maratona, tem aspirações naturalmente limitadas.

Há um ano, foi 12.ª entre 16 equipas classificadas, pelo que fazer melhor do que isso é a primeira meta.

Coletivamente, Portugal esteve ‘apagado’ há um ano, com classificações na segunda metade da tabela, em todas as corridas, pelo que se espera um pouco melhor agora, atendendo ao ‘fator casa’.

Por clubes, o Sporting domina, com 14 atletas, à frente do Benfica (nove), do SC Braga (cinco) e nove de outros sete clubes.

As corridas realizam-se todas na manhã de domingo, a partir das 10:00 horas, com entregas de medalhas às 14:00.

– Programa:

09:45 – cerimónia de abertura

10:00 – sub20 (M), 6.225 metros

10:30 – sub20 (F), 4.225

10:55 – sub23 (M), 8.225

11:30 – sub23 (F), 6.225

12:05 – estafeta mista, 4×1.500

12:35 – seniores (M), 10.225

13:20 – seniores (F), 8.225

14:00 – cerimónias protocolares.

— Seleções portuguesas:

– Masculinos:

Seniores:

André Pereira, Benfica

Miguel Marques, Sporting

Hugo Almeida, Sporting Braga

Rui Teixeira, Sporting

Paulo Barbosa, Maia

Luís Saraiva, Sporting Braga

Sub-23:

Isaac Nader, Benfica

Alexandre Figueiredo, Benfica

Ricardo Ferreira, Sporting

Cristiano Borges, Sporting

Jorge Moreira Sporting Braga

Filipe Vitorino, CN Rio Maior

Juniores:

Etson Barros, Benfica

Ruben Amararal, Sporting

Miguel Ribeiro, Benfica

Miguel Moreira, Sporting

Duarte Gomes, Benfica

Nuno Pereira, Sporting

– Femininos:

Seniores:

Dulce Félix, Benfica

Salomé Rocha, Sporting

Susana Francisco, Sporting Braga

Sub-23:

Joana Ferreira, Juventude Vidigalense

Beatriz Rodrigues, Sporting

Manuela Martins, Maratona

Sara Duarte, Jardim da Serra

Lília Martins, Juventude Vidigalense

Sara Monteiro, NucleoOeiras

Juniores:

Mariana Machado, SC Braga

Lia Lemos, Maia

Bárbara Neiva, Sporting

Mónica Silva, Vitória SC

Cátia Pereira, Sporting

Camila Gomes, Benfica

– Estafeta mista:

Salomé Afonso, Sporting

Patrícia Silva, Benfica

Paulo Rosário, Sporting

Luís Monteiro, Sporting

Anúncio

Futebol

Pérez (Famalicão), Ruiz (Braga) e um vianense na lista de 100 candidatos ao ‘Golden Boy’

Total de nove futebolistas portugueses

em

Nehuén Pérez, Abel Ruiz e Pedro Neto. Foto: DR

Nove futebolistas portugueses estão entre os 100 candidatos ao ‘Golden Boy’ de 2020, troféu entregue pelo jornal italiano Tuttosport e que distingue o melhor jogador jovem da atualidade.

Romário Baró, Tiago Lopes e Fábio Silva (FC Porto), Tomás Tavares e Gonçalo Ramos (Benfica), Eduardo Quaresma e Rafael Camacho (Sporting), Tiago Djaló (Lille/Fra) e o vianense Pedro Neto (Wolverhampton/Ing) são os portugueses indicados à sucessão de João Félix.

Na lista constam ainda dois jogadores que atuam em Portugal, na I Liga, nomeadamente o defesa argentino Nehuén Pérez (Famalicão) e o avançado espanhol Abel Ruiz (SC Braga).

Na extensa pré-seleção do Tuttosport destaque ainda para a presença do médio ofensivo Angel Gomes, do Manchester United, internacional jovem por Inglaterra e filho de Gil, campeão mundial de sub-20 por Portugal.

Entre os candidatos estão também jogadores que já se afirmaram nas equipas principais, entre os quais o norueguês Haland, avançado sensação esta época e que trocou no mercado de inverno o Salzburgo pelo Borussia Dortmund, Ansu Fati, o atacante de origem guineense do FC Barcelona, ou o brasileiro Vinicius Jr., do Real Madrid.

Fortes candidatos ao troféu são igualmente os ingleses Jadon Sancho (Borussia Dotmund) ou Hudson-Odoi (Chelsea).

O prémio, criado em 2003, já distinguiu dois jovens jogadores portugueses: Renato Sanches, em 2016, e João Félix, no último ano, em 2019, sendo ambos ‘produtos’ da formação do Benfica e que se transferiram para o Bayern Munique e Atlético Madrid, respetivamente.

Continuar a ler

SC Braga

À quarta ronda de testes, SC Braga continua livre da covid

Covid-19

em

Foto: Twitter de SC Braga

Os jogadores, equipa técnica e ‘staff’ do SC Braga foram novamente sujeitos a testes de rastreio à covid-19 cujos resultados foram todos negativos, revelou hoje o clube minhoto da I Liga de futebol.

Foi a quarta ronda de testes realizada pelos bracarenses no espaço de um mês e todos eles tiveram resultados negativos.

Antes do início da competição, os ‘arsenalistas’, tal como as restantes equipas, voltarão a ser testados.

https://twitter.com/SCBragaOficial/status/1265251288180232192

Depois da folga de segunda-feira, o plantel voltou hoje aos treinos para preparar o jogo com o Santa Clara, da 25.ª jornada da I Liga, no dia 05 de junho (19:00), que terá lugar na Cidade do Futebol, em Oeiras.

Após a declaração de pandemia, em 11 de março, as competições desportivas de quase todas as modalidades foram disputadas sem público, adiadas – Jogos Olímpicos Tóquio2020, Euro2020 e Copa América -, suspensas, nos casos dos campeonatos nacionais e provas internacionais, ou mesmo canceladas.

Os campeonatos de futebol de França, Escócia, Bélgica e dos Países Baixos foram cancelados, enquanto outros países preparam o regresso à competição, com fortes restrições, como sucede em Inglaterra, Itália, Espanha e Portugal, que tem o reinício da I Liga previsto para 03 de junho. A Liga alemã foi retomada em 16 de maio.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 346 mil mortos e infetou mais de 5,5 milhões de pessoas em 196 países e territórios. Quase 2,2 milhões de doentes foram considerados curados.

Em Portugal, morreram 1.342 pessoas das 31.007 confirmadas como infetadas, e há 18.096 casos recuperados, de acordo com a Direção-Geral da Saúde.

Continuar a ler

SC Braga

Guarda-redes Rute Costa deixa SC Braga após quatro épocas

Sem adiantar qual o próximo passo na carreira

em

Rute Costa. Foto: SC Braga

A futebolista internacional portuguesa Rute Costa, guarda-redes do campeão SC Braga, informou hoje que deixa as ‘arsenalistas’ após quatro épocas, sem adiantar qual o próximo passo na carreira.

“Fim de um ciclo! Não foram 4 meses, foram 4 anos… Quero agradecer a todas as jogadoras que passaram pelo SC Braga por contribuírem para o meu crescimento desportivo e pessoal”, escreveu a jogadora, de 25 anos, na rede social Facebook.

Rute Costa, que chegou ao SC Braga em 2016/17, na época de criação e estreia da equipa feminina, conquistou o campeonato em 2018/19 e a Supertaça em 2018, num currículo que conta ainda com uma Taça de Portugal com o Boavista, em 2012/13.

No comunicado, Rute Costa deixa ainda um agradecimento ao treinador de guarda-redes e aos adeptos do SC Braga, acrescentando estar “ansiosa por uma nova baliza, onde possa continuar a voar e sonhar”.

A guardiã tem duas internacionalizações em jogos particulares, tendo marcado presença no Europeu de 2017, na Holanda, na estreia de Portugal, competição em que foi suplente de Patrícia Morais, guarda-redes do Sporting.

Em abril, a Federação Portuguesa de Futebol decidiu cancelar as competições não profissionais, devido à pandemia da covid-19, entre as quais o campeonato feminino, então liderado por Benfica, com os mesmos pontos do Sporting.

Continuar a ler

Populares