Seguir o O MINHO

Desporto

Europeu de Voleibol feminino: Portugal estreia-se frente à vice-campeã mundial Itália

Europeu decorre em Lodz. Polónia

em

Foto: DR

A seleção portuguesa feminina de voleibol inicia na sexta-feira, frente à vice-campeã mundial Itália, em Lodz, na Polónia, a participação inédita na fase final de um campeonato da Europa.

A escassas horas de cumprir um sonho com várias dezenas de anos do voleibol feminino português, a seleção lusa mostra-se apostada em não desperdiçar esta excelente oportunidade de permanecer entre as melhores ao mais alto nível.

“Acredito que foi a primeira qualificação das muitas que lhe seguirão. O nosso percurso vai ser sempre difícil, mas só assim poderemos usufruir ao máximo das nossas conquistas e construir a nossa própria história”, afirmou a distribuidora Vanessa Rodrigues.

Em Lodz, na Polónia, onde está sediado o grupo B, Portugal começa por defrontar no Europeu de 2019 a Itália, vice-campeã mundial (sexta-feira), seguindo-se a Polónia (sábado), a Eslovénia (domingo), a Bélgica, sétima no ‘ranking’ da CEV (27 ago) e a Ucrânia (29 ago).

Os quatro primeiros classificados de cada um dos quatro grupos qualificam-se para os oitavos de final, sendo que os apurados do A irão defrontar os apurados do C, o mesmo se passando com os do B, que cruza com o D.

“Este feito é um marco no voleibol feminino português: ser a primeira vez que se conquistou a classificação para uma fase final de um campeonato da Europa. Em termos do impacto, espero que no futuro a aposta se mantenha”, disse a zona 4 Marta Hurst.

Pela primeira vez na história da prova, organizada de forma inédita por quatro países, participam 24 seleções, divididas por quatro grupos de seis equipas, sediados na Turquia (grupo A), Polónia (B), Hungria (C) e Eslováquia (D).

“A nossa mentalidade tem de ser sempre de evolução contínua e temos de ser sempre ambiciosos e querer sempre mais. Temos o nosso valor e, aliado a uma grande capacidade de trabalho, é possível estarmos regularmente nestas fases finais de europeus e mundiais”, acrescentou a líbero Joana Resende.

Composição dos grupos:

Grupo A (Ancara): Turquia, Sérvia – campeã em título -, Bulgária, França, Finlândia e Grécia.

Grupo B (Lodz): Polónia, Itália, Bélgica, Ucrânia, Portugal e Eslovénia.

Grupo C (Budapeste): Hungria, Holanda – vice-campeã em título -, Croácia, Azerbaijão, Roménia e Estónia.

Grupo D (Bratislava): Eslováquia, Rússia, Alemanha, Bielorrússia, Espanha e Suíça.

Convocadas de Portugal:

– Distribuidoras:

08.Vanessa Rodrigues (AVC Famalicão)

07.Eliane Durão (Castelo da Maia)

04.Beatriz Rodrigues (Sporting)

– Zonas 4:

10.Marta Hurst (Volley Hermanea Olbia, Ita)

17.Bárbara Gomes (AVC Famalicão)

18.Ana Vale (Ala Nun’Álvares de Gondomar)

03.Maria Reis Lopes (Ala Nun’Álvares de Gondomar)

– Centrais:

14.Aline Timm (AVC Famalicão)

02.Eduarda Duarte (Leixões)

01.Amanda Cavalcanti (Pedro E. Lobato)

06.Helena Monteiro (Castelo da Maia)

– Opostos:

15.Júlia Kavalenka (Bosco Cuneo, Ita)

09.Alice Clemente (Fátima)

16.Maria Maio (Belenenses)

– Líberos:

11.Joana Resende (Famalicão)

12.Beatriz Basto (Leixões)

Treinador: Francisco dos Santos

Treinador-adjunto: Rui Moreira

Scouter: Beatriz Santos

Fisioterapeuta: Mariana Maia.

Anúncio

Futebol

Euro2020: Cristiano Ronaldo admite que tem jogado limitado

Vai disputar o seu quinto campeonato da Europa de futebol

em

Foto: Divulgação

O internacional português Cristiano Ronaldo mostrou-se hoje “muito feliz” por poder disputar o seu quinto campeonato da Europa de futebol e admitiu que tem jogado como limitações físicas nas últimas três semanas.

“É um orgulho representar a minha seleção, ainda por cima com golos. Qualificámo-nos, era o que queríamos mais. Sabíamos que tínhamos de ganhar estes dois jogos e estou muito feliz por a equipa ter ganhado e conseguido a qualificação. Vai ser o meu quinto Europeu e estou muito feliz por isso”, afirmou Ronaldo.

O avançado falava aos jornalistas na zona mista do Estádio Josy Barthel, no Luxemburgo, onde a seleção nacional venceu por 2-0, com golos de Bruno Fernandes e do ‘capitão’, e confirmou o apuramento para o Euro2020 de futebol.

“É difícil jogar nestes campos, um campo de batatas. Não sei como é possível seleções deste nível jogarem em campos assim. O espetáculo não foi bonito, mas fizemos o nosso trabalho. O objetivo era passar”, observou o ‘7’ luso.

Ronaldo considerou que na fase final do Europeu “os candidatos são sempre os mesmos” e salientou mesmo que o estatuto de detentor do troféu não coloca Portugal entre os favoritos.

“Somos uma seleção difícil de bater, uma seleção que vai para o Europeu tentar ganhar outra vez, mas acho que favoritos são todos os outros”, referiu.

Com o tento no Luxemburgo, o avançado da Juventus chegou ao 99.º ao serviço da seleção nacional, sendo que o 100.º “vai aparecer de uma forma natural”, tal como os restantes recordes que tem em ‘mira’: “Todos os recordes são para bater e vou bater esses recordes. Vão acontecer de uma forma natural”.

Por outro lado, o avançado da Juventus comentou as dificuldades físicas que tem sentido nas últimas semanas e que o obrigaram a jogar condicionado, tendo afastado qualquer polémica com o treinador dos ‘bianconeri’, Maurizio Sarri, que o substituiu aos 55 minutos do jogo com o AC Milan.

“Nas últimas três semanas tenho vindo a jogar limitado. Não houve polémica, vocês é que gostam de a criar. Não gosto de ser substituído, ninguém gosta. Tentei ajudar a ‘Juve’ mesmo jogando lesionado. Nestes jogos da seleção, também não estava a 100% e continuo a não estar. Quando é para me sacrificar pelo clube e pela seleção, faço-o com todo o orgulho, porque sei que havia muito em disputa”, adiantou aos jornalistas.

De resto, Ronaldo lembrou que “é raro” lesionar-se e foi perentório na explicação: “O Inter está a fazer muita pressão à Juventus [na Serie A]. Não podemos ser moles, estamos dois pontos à frente [na classificação] e, se empatamos ou perdemos, eles passam-nos. Sacrifiquei-me em prol da equipa. Aqui [na seleção], não ganhando um dos dois jogos podíamos estar fora. Sacrifiquei-me também”.

A seleção portuguesa de futebol, campeã em título, venceu hoje por 2-0 no Luxemburgo, na última ronda do Grupo B, tendo conseguido o apuramento ainda antes do final do encontro, face ao empate da Sérvia.

Bruno Fernandes, aos 39 minutos, e Cristiano Ronaldo, aos 86, apontaram os tentos da formação das ‘quinas’, que vai marcar presença no Europeu pela oitava vez, e sétima consecutiva, desde 1996.

Portugal garantiu o segundo lugar do Grupo B, com 17 pontos, contra 20 da Ucrânia, que já estava apurada e empatou 2-2 na Sérvia (terceira, com 14), ainda com hipóteses de qualificação via ‘play-off’. O Luxemburgo somou quatro pontos e a Lituânia um.

Continuar a ler

Futebol

SC Braga triunfa em Santarém e alcança sexta vitória consecutiva na Liga

Campeonato nacional feminino

em

Foto: Divulgação / SC Braga

O Sporting Clube (SC) de Braga venceu (0-4), esta tarde de domingo, o CA Ouriense, em jogo a contar para a sétima jornada do campeonato nacional feminino de futebol (Liga BPI).

As gverreiras do Minho chegaram ao triunfo com golos de Vanessa (40′ e 90′), Jana (63′) e Macchia (91′).

Com este resultado, as bracarenses mantém-se no terceiro lugar, com 18 pontos, empatadas com o Sporting, que ocupa a segunda posição.

O SL Benfica lidera invicto, com 21 pontos.

Continuar a ler

Futebol

Euro2020: Costa felicita seleção e acredita que mostrará força para revalidar título

Apuramento para o Euro2020

em

Foto: Divulgação

O primeiro-ministro, António Costa, felicitou hoje a seleção portuguesa de futebol pelo apuramento direto para a fase final do Euro2020 e mostrou-se convicto de que Portugal mostrará força para tentar revalidar o título europeu.

O chefe do Governo deixou esta mensagem na sua conta oficial na rede social Twitter, depois de Portugal ter vencido o Luxemburgo por 2-0, com golos de Bruno Fernandes e Cristiano Ronaldo, na última ronda do Grupo B da fase de qualificação para o Europeu de 2020.

“Parabéns a todos os jogadores e equipa técnica da seleção de Portugal pelo apuramento direto para o Euro2020. Acredito que a nossa seleção mostrará mais uma vez a sua força e determinação para tentar revalidar o título europeu”, escreveu o primeiro-ministro.

Com a vitória de hoje no Luxemburgo, a seleção portuguesa de futebol, campeã europeia em título, ficou em segundo lugar no Grupo B, apurando-se diretamente para a fase final do Euro2020.

A seleção portuguesa irá marcar presença numa fase final de um campeonato da Europa de futebol pela oitava vez, sendo a sétima consecutiva desde 1996

Continuar a ler

EM FOCO

Anúncio

ÚLTIMAS

Vamos Ajudar?

Reportagens da Semana

Populares