Seguir o O MINHO

Guimarães

Eucalipto gigante em Guimarães classificado como arvoredo de interesse público pelo ICNF

Com cerca de 39 mettros de altura

em

Foto: Redes sociais

Um eucalipto com cerca de 39 metros de altura, situado no monte da Penha, em Guimarães, foi classificado como arvoredo de interesse público pelo Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF), foi hoje anunciado.


O despacho de classificação, pedido pela Câmara de Guimarães, foi esta quinta-feira publicado em Diário da República, com acordo datado de 29 de janeiro.

“O exemplar arbóreo identificado apresenta bom estado vegetativo e sanitário, não aparenta sinais de pouca resistência estrutural ou risco sério para a segurança de pessoas e de bens e não se encontra sujeito ao cumprimento de medidas fitossanitárias que recomendem a sua eliminação ou destruição obrigatórias”, começa por referir o despacho governativo.

Os parâmetros de apreciação passam pelo porte da árvore, de grande dimensão em todos os subparâmetros dendrométricos: “7,85 m de perímetro na base (PB); 7,05 m de perímetro à altura do peito (PAP); 39,00 m de altura total (AT) e 29,00 m de diâmetro médio da copa (DMC)”.

O despacho refere que este é  “um exemplar singular e admirado, face à sua majestosidade, pelos visitantes da Serra da Penha, cumprindo o parâmetro de apreciação monumentalidade”.

“A particular importância e atributos daquele exemplar são reveladores da necessidade de cuidadosa conservação e justificam o relevante interesse público da sua classificação, relativamente à qual não se verificam quaisquer causas legais impeditivas”, pode ler-se ainda no mesmo despacho.

A partir de agora, está em vigor uma proibição de remoção de terras ou outro tipo de escavações na zona geral de proteção, de forma a “evitar intervenções que prejudiquem a conservação do arvoredo classificado”.

Para esta decisão, e para além da autarquia, foram ainda ouvidos a Irmandade de Nossa Senhora do Carmo da Penha, proprietária do terreno onde se situa o eucalipto, e a Direção -Geral do Património Cultural, não havendo objeções para a classificação.

A partir de agora, “é estabelecida uma zona geral de proteção delimitada por um raio de 50 metros medidos a partir da base do exemplar”, “são proibidas quaisquer intervenções que possam destruir ou danificar o exemplar classificado, designadamente o corte do tronco, ramos ou raízes; a remoção de terras ou outro tipo de escavações, na zona geral de proteção; o depósito de materiais, seja qual for a sua natureza e a queima de detritos ou produtos combustíveis, bem como a utilização de produtos fitotóxicos na zona geral de proteção”.

“Qualquer operação que possa causar dano, mutile, deteriore ou prejudique o estado vegetativo do exemplar classificado”, é ainda referido.

Anúncio

Guimarães

Guimarães transforma antiga estação de comboios em unidade de saúde para grávidas

Obras iniciam na próxima segunda-feira.

em

Foto: Divulgação / CM Guimarães

As obras para a instalação de unidade de cuidados de saúde primários no piso térreo do edifício da antiga estação da CP arrancam na próxima segunda-feira, 06 de julho, numa ação conjunta entre o ACES do Alto Ave e a Câmara de Guimarães, foi hoje anunciado.

A instalação desta unidade de cuidados de saúde ficará no piso térreo do edifício da antiga estação da CP, atualmente ocupado pela Loja.Já, que em breve mudará de instalações.

O espaço ficará equipado com uma sala para informação teórica de apoio a grávidas, sala de aulas de preparação para o parto, uma sala pequena (amamentação), um consultório e uma sala open-space, com instalações sanitárias.

O valor da obra é de 22.648,72 euros + IVA.

Continuar a ler

Guimarães

Guimarães mantém Plano Municipal de Emergência para acompanhar evolução da covid

Covid-19

em

Foto: DR

A Câmara de Guimarães mantém ativo o Plano Municipal de Emergência de Proteção Civil e, consequentemente, o Centro de Coordenação Operacional Municipal para permitir a coordenação de todas as entidades relativamente à evolução concelhia da covid-19.

A decisão, que foi tomada na sexta-feira após reunião com a Comissão Municipal de Proteção Civil, tem em conta a necessidade de “acompanhamento permanente e estreita coordenação entre as instituições, bem como do devido planeamento, por forma a promover o regresso à normalidade”, refere um comunicado da autarquia.

O presidente da Câmara Municipal, Domingos Bragança, citado no comunicado, avançou a intenção de “estimular o comércio e a restauração, impulsionar a dimensão cultural e de espaços públicos, bem como de aumentar a resposta ao nível da oferta de transportes públicos”, tendo sempre como prioridade “a segurança dos cidadãos”, atendo à possibilidade de “uma nova vaga” de infeções.

Nesse sentido, sublinhou ser “importante a adequação dos Planos de Contingência das diversas instituições, públicas e privadas”, e o cumprimento das indicações das autoridades de saúde” para manter a segurança nesta fase.

Continuar a ler

Ave

Vespa construída com extintores usados inaugurada em Guimarães

‘European Vespa Days’

em

Foto: Vespa Clube de Guimarães / Facebook

É a recriação de uma mota Vespa, construída com extintores usados e está desde esta quinta-feira “numa das mais bonitas rotundas da cidade” de Guimarães.

A iniciativa é do Vespa Clube de Guimarães, cuja direção elaborou e concretizou a escultura, assinalando o que “seria um dia importante para o Vespismo nacional e mundial”.

Por estes dias, Guimarães acolheria o evento “European Vespa Days”, cancelado devido à pandemia de covid-19.

“A pandemia não nos deixou celebrar a diversidade, a amizade, a partilha com muitos que sentem uma paixão comum – a sua Vespa. Não podíamos por isso deixar passar esta data em claro”, refere o clube em comunicado, referindo que, este fim de semana, serão concluídas diversas iniciativas como forma de assinalar a data.

Entre outras iniciativas, o Vespa Clube de Guimarães vai inaugurar sua loja social.

Continuar a ler

Populares