Seguir o O MINHO

Viana do Castelo

Estudante de Viana representa Portugal em concurso dos melhores jovens ‘chef’ da Europa

European Young Chef Awards

em

Foto: Divulgação

Uma termine de carnes com porco bísaro, carne de vaca cachena, frango, mão de vaca, chouriços, um rolo de folha de arroz com arroz de sarrabulho e cebolas curadas e glaceadas deram o primeiro lugar a Rui Pedro Meira, de 19 anos, no Minho Young Chef Awards (MYCA) 2019.

E é com essa receita que o jovem natural de Areosa, Viana do Castelo, vai representar Portugal no European Young Chef Awards, organizada pelo IGCAT na Ilha de Rodes, na Grécia, entre 22 e 24 de outubro.

Rui Pedro, aluno da Escola de Hotelaria e Turismo de Viana do Castelo, confecionou o prato à minhota, conhecido como mantença, inspirado nas tardes de convívio em família, na Areosa, como explicou, em comunicado, na altura em que venceu o prémio local, em maio de 2019.

Este concurso pretende promover a gastronomia local dos diferentes países da união europeia e selecionar os melhores jovens chef de toda a Europa.

Anúncio

Viana do Castelo

Pousada da Juventude de Viana já tem ‘cara nova’

Capacidade até 50 dormidas

em

Foto: Divulgação / CM Viana do Castelo

Já terminou a empreitada de 120 mil euros que permitiu requalificar a Pousada da Juventude de Viana do Castelo, depois de um protocolo celebrado entre a autarquia e a Movijovem. foi hoje anunciado.

O investimento municipal na requalificação da pousada será creditado ao município, durante cinco anos, e distribuído 50% em dormidas naquela pousada e os restantes 50% em todas as existentes no país.

Pousada da juventude, Arquitecto Carrilho da Graça, 26 de maio de 2020, ©Arménio Belo/mvc/gci

Pousada da juventude, Arquitecto Carrilho da Graça, 26 de maio de 2020, ©Arménio Belo/mvc/gci

Pousada da juventude, Arquitecto Carrilho da Graça, 26 de maio de 2020, ©Arménio Belo/mvc/gci

O processo de construção da Pousada da Juventude começou em 1991, altura em que foi colocada a primeira pedra do empreendimento na Quinta de São Francisco, no seguimento de um protocolo celebrado entre a Câmara Municipal e o Instituto da Juventude.

O concurso público para a construção da pousada da juventude foi lançado em 1996, por 1,5 milhões de euros e com projeto do arquiteto Carrilho da Graça. A pousada, com 25 quartos e 70 camas foi inaugurada dois anos depois, em agosto de 1998.

Recorde-se que, em contexto de pandemia covid-19, a Pousada da Juventude de Viana do Castelo está pronta a receber idosos com teste positivo de de infeção, mas que não necessitam de internamento hospitalar. Tem capacidade imediata para 16 pessoas, mas pode chegar a 50.

Continuar a ler

Viana do Castelo

Hospital instalado no centro cultural de Viana do Castelo desmontado em junho

Covid-19

em

Foto: Divulgação

A unidade de saúde instalada no centro cultural de Viana do Castelo, para receber infetados com covid-19 e que não chegou a ser utilizada, vai ser desmontada no mês de junho, informou hoje a Câmara local.

Em resposta por escrito a um pedido de esclarecimento enviado pela agência Lusa, o município de Viana do Castelo explicou que a instalação daquela estrutura representou “um investimento de 12 mil euros, entre montagem e adaptação do espaço”.

“Regista-se que, felizmente, a sua utilização não foi necessária graças ao trabalho promovido pelas entidades de saúde”, refere a autarquia presidida pelo socialista José Maria Costa.

Em abril, a Câmara de Viana do Castelo disponibilizou à Unidade Local de Saúde do Alto Minho (ULSAM) uma unidade de retaguarda, instalada na maior sala de espetáculos do Alto Minho para receber idosos infetados com covid-19, evitando a sua permanência em lares.

O espaço “com 120 camas, podendo evoluir até 200 camas, dispõe ainda de salas de apoio médico, balneários, casas de banho para profissionais de saúde, sala para profissionais de saúde, sala de estar e espaços para tratamentos, rampas acessíveis e circuitos diferenciados para reduzir possibilidades de contágios”.

A ULSAM é constituída por dois hospitais: o de Santa Luzia, em Viana do Castelo, e o Conde de Bertiandos, em Ponte de Lima. Integra ainda 12 centros de saúde, uma unidade de saúde pública e duas de convalescença, e serve uma população residente superior a 244 mil pessoas, contando com 2.500 profissionais, entre os quais 501 médicos e 892 enfermeiros.

Portugal contabiliza 1.342 mortos associados à covid-19 em 31.007 casos confirmados de infeção, segundo o último boletim diário da Direção-Geral da Saúde (DGS) sobre a pandemia divulgado na terça-feira.

Portugal entrou no dia 03 de maio em situação de calamidade devido à pandemia, depois de três períodos consecutivos em estado de emergência desde 19 de março.

Esta nova fase de combate à covid-19 prevê o confinamento obrigatório para pessoas doentes e em vigilância ativa, o dever geral de recolhimento domiciliário e o uso obrigatório de máscaras ou viseiras em transportes públicos, serviços de atendimento ao público, escolas e estabelecimentos comerciais.

O Governo aprovou novas medidas que entraram em vigor no dia 18 de maio, entre as quais a retoma das visitas aos utentes dos lares de idosos, a reabertura das creches, aulas presenciais para os 11.º e 12.º anos e a reabertura de algumas lojas de rua, cafés, restaurantes, museus, monumentos e palácios.

O regresso das cerimónias religiosas comunitárias está previsto para 30 de maio e a abertura da época balnear para 06 de junho.

Continuar a ler

Viana do Castelo

Juiz manda prender jovem que fez vários assaltos com arma branca em Viana

Crime

em

Foto: DR / Arquivo

A GNR anunciou hoje a detenção de um homem, de 28 anos, por tentativa de roubo e de extorsão, no concelho de Viana do Castelo, o qual ficou sujeito à medida de coação de prisão preventiva.

“Na sequência de várias denúncias, por ameaças, tentativa de roubo e [de] extorsão, todas com recurso a arma branca, os militares desencadearam um conjunto de diligências policiais que levaram à identificação e detenção do suspeito que se encontrava na posse de uma faca de cozinha, de um ‘X-ato’ e [de] um canivete”, explica a GNR, em comunicado.

O detido, com antecedentes criminais pelo mesmo tipo de crime, foi presente ao Tribunal Judicial da Comarca de Viana do Castelo para primeiro interrogatório judicial, o qual lhe aplicou a medida de coação mais gravosa: prisão preventiva.

A detenção ocorreu no domingo, acrescentando a GNR que o arguido “já havia sido detido há cerca de um mês pelo furto de vários objetos em ouro, na residência da própria mãe, num valor a rondar os 25 mil euros”.

Continuar a ler

Populares