Seguir o O MINHO

Futebol

“Estou feliz pela vitória, mas sinto por ver jogadores que conheço cabisbaixos”

Pepa

em

Imagem: Vitória SC / Facebook

Declarações após o jogo Paços de Ferreira – Vitória SC, que terminou com a vitória dos vimaranenses, por 2-1, da 13.ª jornada da I Liga de futebol:

– Pepa (treinador do Vitória SC): “O Vitória entrou bem, mas é inexplicável o que aconteceu depois do golo anulado. A equipa ressentiu-se, deixámos ser agressivos e de ter critério e paciência com bola, sabendo que o Paços na procura da profundidade é forte.

Somos muito fiéis à nossa ideia de jogo, mas há jogos que pedem dois ‘pontas’. Não tínhamos tempo para esperar e mudámos ao intervalo. Na segunda parte ficámos com menos um médio e pode dar a entender que iríamos ter mais dificuldades na segunda bola, mas não, fomos mais pressionantes, o que nos fez crescer no jogo.

Foi [um jogo] muito especial por tudo. Foram dois anos fantásticos no Paços de Ferreira. Estou muito feliz pelos pontos e pela vitória, mas também sinto um pouco por ver alguns jogadores que conheço cabisbaixos. Trabalhei com muitos deles e sei que estão muito tristes”.

– Jorge Simão (treinador do Paços de Ferreira): “Fomos melhores na primeira parte e fizemos um golo. O Vitória esteve melhor na segunda parte e fez dois golos. Ao intervalo, todas as sensações que tínhamos no balneário eram boas, pois tivemos uma boa dinâmica, boa circulação de bola e marcámos dois golos, embora só um tenha contado.

Na segunda houve um pormenor decisivo que foram os dois ‘pontas’. Estiveram nos golos e tivemos dificuldades em lidar com esse maior poder físico na área. Tivemos também menos capacidade para segurar o jogo e, por isso, baixámos um pouco as linhas.

Foi um desfecho duro e, mais uma vez, parece que esta história se repete, já com uma sequência grande de jogos sem ganhar”.

Populares