Seguir o O MINHO

Futebol

“Este vai para a galeria dos bons jogos que fizemos esta época”

Declarações após SC Braga – Boavista (2-1)

em

Foto: DR / Arquivo

Declarações após o jogo da 28.ª jornada da I Liga de futebol entre SC Braga e Boavista (2-1), que hoje decorreu em Braga.

Carlos Carvalhal (treinador SC Braga): “Este jogo vai para a galeria dos bons jogos que fizemos esta época, fizemos um jogo muito bom contra um adversário difícil, conhecemos bem o professor Jesualdo Ferreira, que organiza muito bem as equipas. Nós estivemos sempre uma equipa muito positiva, com uma cadência de oportunidades muito boa. Ironia do destino, o Boavista vê-se a ganhar 10 praticamente no primeiro remate que faz à baliza. Mas, depois de estar a perder contra uma equipa que defende muito bem, a nossa equipa nunca perdeu a serenidade, nunca se desequilibrou.

Na segunda parte, a tónica manteve-se e depois da expulsão acentuou-se. Há uma transição do Boavista que podia, de facto, ter feito golo, em contraponto com quatro ou cinco ocasiões claras da nossa parte. Uma vitória sofrida, sem necessidade.

Hoje demos três passos em frente relativamente a tudo, a equipa esteve a um nível muito alto, ao melhor nível.

(Gaitán) Não gosto de particularizar, a equipa trabalhou toda bem e o Gaitán está nesse todo. Ele teve um grande infortúnio esta época, o grande desafio dele está na competitividade, aliando isso à sua capacidade técnica, entra na equipa. Hoje, roubou bolas, foi agressivo na transição defensiva, contagiado pela melhoria global da equipa”.

Jesualdo Ferreira (treinador do Boavista): “Não sei o que podia acontecer [se o jogo tivesse isso 11 contra 11 até ao fim]. Mas a ideia que tenho é que seria mais disputado e equilibrado e podia abrir-se a possibilidade de tudo poder acontecer, até de sair com pontos.

Hoje, houve dois jogos, na primeira parte fomos capazes de controlar praticamente todas as ações do Braga e fizemos um golo. Depois, o golo do empate está muito dentro do que nos tem acontecido, mas o que não estava no programa era ficar a jogar com 10, o que já acontece há muitos jogos. A jogar com 10 contra o Braga, que é muito forte e que ainda foi capaz de meter mais soluções no jogo, para nós foi muito difícil, mas temos duas ocasiões em que com um pouco mais de sorte, podíamos ter feito golo.

Fica o resultado negativo para nós, a ideia é que o plano que projetámos foi interpretado de forma muito séria pelos jogadores. Temos outro jogo no domingo e depois outros com pouco tempo de recuperação e, por isso, precisamos ter mais jogadores preparados para termos mais soluções. Julgo que temos condições para chegar onde queremos, ter uma classificação que nos permita mantermo-nos ficar na I Liga.

(Alterações) Teve a ver com o que disse antes. Também quis ter a oportunidade de ver um jogador que tem um potencial muito grande [Nathan] contra um adversário muito forte, o Galeno, e ele deu uma resposta muito boa. O Porozo também, foi expulso por clara ingenuidade.

Fica esta incerteza do que poderia acontecer [com 11], acho que podia acontecer bem, e agora vou transportar isso para os próximos jogos”.

Populares