Seguir o O MINHO

Alto Minho

Este ano não há Vaca das Cordas em Ponte de Lima, nem Coca em Monção

Covid-19

em

A Comunidade Intermunicipal do Alto Minho (CIM) suspendeu hoje todas as festas e romarias no distrito de Viana do Castelo, até ao dia 30 de junho, devido à situação vivida com o novo coronavírus, que provoca a doença Covid-19, foi anunciado em comunicado.


Assim, grandes eventos como a Vaca das Cordas, em Ponte de Lima, a Festa da Coca, em Monção, que teriam lugar na véspera do Corpo de Deus, ou a Festa das Rosas, em Vila Franca, no concelho de Viana do Castelo, não se irão realizar.

“Os Municípios do Alto Minho não irão passar qualquer licença para festas, romarias e eventos equiparáveis que decorram até final do mês de junho, face aos graves riscos de saúde pública associados à propagação da pandemia do Covid-19 no Alto Minho”, lê-se num comunicado da CIM.

(em atualização)

Anúncio

Viana do Castelo

Viana tem uma app que ativa recolha de lixo quando recipientes estão cheios

Ambiente

em

Foto: Divulgação / CM Viana do Castelo

A Câmara de Viana do Castelo lançou uma aplicação que permite aos cidadãos a hipótese de avisar os serviços municipais quando um recipiente de lixo se encontra cheio, necessitando de recolha.


A plataforma irá monitorizar e apoiar a gestão de recolha de resíduos não só em ecopontos mas também nos reservatórios instalados nas redes de passadiços da cidade. Em breve, o serviço irá atual sobre toda a Ecovia do Litoral Norte e ainda no centro da cidade.

Foto: Divulgação / CM Viana do Castelo

Foto: Divulgação / CM Viana do Castelo

Durante a época balnear o sistema permitirá também a monitorização partilhada entre munícipes e autarquias dos sanitários e balneários das praias, de forma a que se proceda à limpeza e higienização.

Foto: Divulgação / CM Viana do Castelo

A instalação dos dísticos sinalizadores iniciou-se hoje de manhã na rede de passadiços das praias da Foz do Lima, Cabedelo e Luziamar, e já está em pleno funcionamento.

É esperado que o sistema esteja totalmente instalado em todos os recipientes até ao último trimestre de 2020.

Continuar a ler

Viana do Castelo

Encontrado com vida homem desaparecido desde ontem em Viana

Buscas

em

Foto: DR / Arquivo

Um homem de 87  anos, desaparecido desde sexta-feira, foi este sábado encontrado com vida pelas autoridades, na freguesia de Lanheses, em Viana do Castelo.


Ao que apurou O MINHO, o homem terá desaparecido ontem à tarde na zona de Meadela, na cidade de Viana do Castelo, depois de sair para fazer uma caminhada, motivando um alerta por parte das família.

Ao longo de ontem e desta manhã, a família contactou as autoridades que iniciaram buscas, inicialmente a cargo da PSP. Mais tarde, foram ativados os Bombeiros Sapadores de Viana do Castelo para ajudar na procura do homem.

Esta tarde, cerca das 15:00 horas, o homem terá sido encontrado por um popular na veiga de Vila Mou, encontrando-se neste momento, pelas 16:00, no posto local da GNR de Lanheses.

O homem encontrava-se desorientado e com alguns arranhões. A carteira que tinha no bolso permitiu ao popular identificar o homem para com a GNR.

Encontra-se bem de saúde física, mas desorientado e com um discurso pouco coerente.

Continuar a ler

Alto Minho

Monção vai requalificar 17 quilómetros de rede viária

Obras públicas

em

Foto: DR / Arquivo

A Câmara de Monção vai investir 1,3 milhões de euros a requalificar mais de 17 quilómetros de rede viária municipal, em 12 freguesias, para garantir “uma circulação mais segura e facilitar o acesso às habitações”, informou hoje a autarquia.


“A requalificação destes traçados rodoviários reflete um passo importante para quem reside naquelas áreas do concelho, assegurando-lhes uma circulação mais segura e fluída, assim como melhores condições no acesso às habitações. Pode, também, contribuir para a fixação das pessoas nos seus locais de origem ou para a atração de novos moradores”, afirmou o presidente da câmara, António Barbosa, citado numa nota hoje enviada às redações.

No documento, a autarquia do distrito adiantou que, “neste momento, sete obras públicas na rede viária municipal estão em condições de avançar no terreno”.

“Em conjunto, os investimentos, contratualizados e prontos a iniciar-se representam um valor global próximo de 1,3 milhões de euros, decorrendo em 12 freguesias do território, num total ligeiramente superior a 17 quilómetros de extensão”, sustenta.

As intervenções agora anunciadas têm ainda um objetivo de valorização turística do território, “particularmente, nas zonas de montanha, com espaços verdes e águas refrescantes, cada vez mais procuradas pelos turistas”.

“A melhoria dos acessos poderá levar também à afirmação dos valores naturais, patrimoniais e gastronómicos das freguesias, bem como à valorização das estruturas existentes e à eventual concretização de novos empreendimentos capazes de atrair mais gente”, referiu o município.

Continuar a ler

Populares