Seguir o O MINHO

Viana do Castelo

Estaleiros de Viana vendem 2.271 toneladas de chapas de aço por 740 mil euros

em

Os Estaleiros Navais de Viana do Castelo (ENVC) em liquidação, venderam 2.271 toneladas de chapas de aço por 740 mil euros, num leilão realizado em Lisboa, informou esta quinta-feira a comissão liquidatária.

Hoje, segundo um comunicado, os ENVC adiantaram que as 2.125 toneladas de perfis de aço para a indústria naval, que também se encontravam à venda no mesmo procedimento ficaram por alienar, estimando para “muito em breve” a realização de nova tentativa.

“Esta venda fecha um ciclo de operações que colocou no mercado a totalidade de chapas de aço que estavam parqueadas nos Estaleiros Navais de Viana do Castelo e que foram adquiridas em 2013 e 2014”, lê-se no comunicado, assinado presidente da comissão liquidatária dos ENVC, João Pedro Martins.

Na nota, a missão liquidatária adiantou que “no espaço de três meses, foram vendidas 14.507 toneladas de aço, permitindo um encaixe financeiro de 5,3 milhões de euros, valor que se encontra acima da estimativa inicial avançada pelos ENVC em novembro de 2017″.

“Esta venda é considerada pela EMPORDEF – holding do setor empresarial da Defesa Nacional e acionista da ENVC – uma operação que permite amortizar, ainda que parcialmente, empréstimos contraídos pela ENVC, mitigando a dívida dos Estaleiros ao acionista Estado, ao mesmo tempo que acelera o processo de liquidação da empresa”.

A venda do aço decorre do processo de encerramento daqueles estaleiros públicos, iniciado em 2013 após a subconcessão dos terrenos e infraestruturas dos ENVC ao grupo privado WestSea, concretizada em maio de 2014.

Aquele material destinava-se à construção dos dois navios asfalteiros encomendados, em 2010, pela empresa petrolífera venezuelana PDVSA àqueles estaleiros navais, cuja construção nunca foi iniciada.

EM FOCO

Populares