Seguir o O MINHO

Cávado

Esposende: Município entrega 35 bolsas de estudo

em

Numa sessão informal, realizada no Salão Nobre dos Paços do Concelho, o presidente da Câmara Municipal de Esposende, Benjamim Pereira, procedeu, esta manhã, à entrega de Bolsas de Estudos a 35 jovens estudantes universitários. A sessão contou igualmente com a presença do vice-presidente, António Maranhão Peixoto, da Vereadora da Educação e Cultura, Jaqueline Areias, e da Vereadora da Coesão Social, Raquel Vale.

As Bolsas de Estudo, no valor unitário de 600 euros, corresponderam a um montante global de 21 000 euros. A medida enquadra-se nas políticas educativas do Município e pretende ajudar os jovens oriundos de famílias com carências socioeconómicas do concelho a prosseguir os estudos ao nível superior. O presidente Benjamim Pereira assinalou que esta ajuda não é encarada como um esforço para o Município, representando antes o contributo dos munícipes/contribuintes para a formação académica dos jovens do concelho, enquadrando-se num vasto plano de apoio educativos que concorrem para ajudar à formação das crianças e dos jovens. Deixou a garantia de que o Município vai continuar a investir na Educação, mantendo o apoio aos estudantes do ensino superior.

Tal como está definido no regulamento, os estudantes contemplados desenvolveram trabalhos de índole social, ambiental, administrativa, cultural e/ou desportiva na Autarquia, durante um período de 22 dias úteis/154 horas, no período de férias letivas.

Benjamim Pereira salientou que, deste modo, é dada oportunidade aos estudantes de tomarem contacto com o mundo do trabalho, valorizando-se pessoal e profissionalmente, sendo ainda uma experiência enriquecedora porque permite que tenham contacto com a Administração Pública, no caso, o funcionamento da Câmara Municipal e dos seus serviços.

Aproveitando a oportunidade, o presidente da Câmara Municipal exortou os jovens a envolverem-se em termos de intervenção cívica, seja na política ou no associativismo, e a contribuírem para o engrandecimento e desenvolvimento do concelho.

Recusando uma visão pessimista sobre o mercado de trabalho, Benjamim Pereira expressou palavras de otimismo e esperança, dizendo que as oportunidades de trabalho surgirão, mais tarde ou mais cedo, sobretudo para aqueles que foram bons profissionais, que coloquem empenho e dedicação nas suas funções.

esposende entrega bolsas de estudo

O Autarca expressou votos de sucesso, quer para os que vão entrar no mercado de trabalho quer para os que vão prosseguir os estudos, e, em jeito de conselho, exortou-os a investirem na formação ao longo da vida.

Aproveitando o encontro com os bolseiros, o presidente da Câmara Municipal quis saber como encaram os estudantes a experiência que lhes é proporcionada nos serviços camarários, tendo recebido ecos positivos, não só dos alunos mas também dos encarregados de educação presentes.

Enaltecendo o apoio concedido pela Câmara Municipal, um dos bolseiros, finalista, agradece a oportunidade concedida referindo que contribuiu para o desenvolvimento de competências, quer pessoais quer profissionais.

“É, de facto, uma iniciativa exemplar de que o Município se pode orgulhar”, assinala.

Anúncio

Cávado

Cortejo fúnebre de Paulo Gonçalves tem início uma hora mais tarde que o previsto

Cortejo fúnebre

em

Foto: DR / Arquivo

Um atraso no voo que traz o corpo do malogrado piloto Paulo Gonçalves provocou o adiamento, durante uma hora, da homenagem preparada pelo Município de Esposende, para esta quinta-feira.

Numa nota enviada a O MINHO, a Câmara de Esposende dá conta da alteração do horário de início de homenagem para as 12:30, quando estava previsto que se iniciasse uma hora mais cedo.

O cortejo fúnebre passará pelo centro de Esposende, antes de rumar a Gemeses, onde o corpo ficará em câmara ardente a partir das 16:00, sendo sepultado no cemitério local.

A última homenagem do universo motard decorrerá nesse trajeto do cortejo fúnebre, com as motos alinhadas na marginal de Esposende, antecedendo o minuto de silêncio que será cumprido na Praça do Município, antes de rumar a Gemeses.

Campeão do mundo de Cross-Country e Rallyes, em 2013, Paulo Gonçalves concluiu o Rali Dakar de todo-o-terreno em segundo lugar, em 2015, prova na qual participou por 13 vezes, tendo concluído quatro delas entre os dez primeiros classificados.

Paulo Gonçalves era o piloto português com mais títulos nacionais e internacionais, numa carreira iniciada no Motocross e que passou também pelo Enduro e TT.

Em 2016, o Instituto Português do Desporto e da Juventude atribui-lhe o Prémio de Ética no Desporto por ter parado durante uma das etapas do Dakar2016, quando liderava a corrida, para ajudar o austríaco Mathias Walkner, que tinha caído.

Continuar a ler

Barcelos

Mau estado de escola em Barcelos força crianças a levar mantas para o frio

Presidente da Associação de País diz estar em causa “a saúde das crianças”

em

Foto: DR

A Associação de Pais criticou, esta quarta-feira, as “degradantes e inacreditáveis” condições da escola do 1.º ciclo e jardim-de-infância da Pousa, em Barcelos, sublinhado que os alunos são obrigados a levar mantas para se protegerem do frio.

Em declarações à Lusa, o presidente da associação, Cristiano Coelho, disse que a escola aguarda há mais de 15 anos por obras que “não há meio” de saírem do papel e que os pais “perderam a paciência”, tendo já agendado uma manifestação para a próxima quarta-feira.

“Por incrível que possa parecer, as crianças estão a levar mantas para a escola, porque o frio entra por todos os lados”, referiu.

A Escola da Pousa conta com 40 crianças no jardim-de-infância e 80 alunos no 1.º ciclo.

Funciona em dois edifícios, um com mais de 50 anos, para o 1.º ciclo, e o outro com cerca de 40.

Segundo Cristiano Coelho, a caixilharia, em madeira, está podre, permitindo correntes de ar que “põem em causa a saúde” das crianças.

O responsável contou que num dia de novembro, numa altura de muito frio, 32 alunos ficaram em casa, com sintomas de febre e constipação.

Disse que houve mesmo uma criança que “quase entrou em hipotermia”.

Críticas corroboradas por Gilda Fernandes, também da Associação de Pais, que acrescentou que as casas de banho “são do terceiro mundo”, sendo muitas as crianças que se recusam a usá-las.

“São casas de banho que metem medo, só vendo é que se acredita”, referiu.

Os pais aludem ainda à cobertura em amianto do edifício que acolhe o jardim-de-infância e aos baldes que é preciso lá colocar para “aparar” a chuva, “que entra sem pedir licença”.

“É muito, mas mesmo muito, mau”, referiu Gilda Fernandes, vincando que a escola precisa de uma intervenção “de fundo”.

No último fim de semana, os pais colocaram faixas negras nas grades da escola, com frases de protesto pelo estado do estabelecimento de ensino.

Para a próxima quarta-feira, está marcada uma manifestação frente à escola.

Contactada pela Lusa, a Câmara de Barcelos disse que as obras na escola avançarão “logo que exista disponibilidade financeira por parte do município”.

Disse ainda que o projeto para a empreitada de requalificação “está pronto” e tem um valor base de 967 mil euros, acrescido de IVA.

Continuar a ler

Cávado

Luto por Paulo Gonçalves adia inauguração de obra de Vhils em Esposende

Escultura de homenagem às “gentes do mar”

em

Foto: O MINHO

A inauguração da escultura de homenagem às “gentes do mar” de Alexandre Farto, conhecido pelo nome artístico Vhils, foi adiada para sábado, devido ao luto municipal decretado para sexta-feira pela morte do piloto Paulo Gonçalves, anunciou hoje o município.

Em comunicado, o município diz que “ficam sem efeito” todas as iniciativas agendadas para sexta-feira, dia em que terá lugar o funeral de Paulo Gonçalves.

O corpo do piloto português, que morreu na sequência de queda na sétima de 12 etapas do Rali Dakar de todo-o-terreno, na Arábia Saudita, deverá chegar ao aeroporto Francisco Sá Carneiro, no Porto, ao final da manhã de quinta-feira, seguindo, depois, em cortejo fúnebre até Esposende, distrito de Braga, onde será alvo de uma homenagem.

O funeral de Paulo Gonçalves vai realizar-se na sexta-feira, pelas 16:00 na Igreja de Gemeses, em Esposende.

A obra de Vhils a inaugurar no sábado foi esculpida numa parede com três metros de altura e sete de comprimento e “trata-se de uma homenagem aos pescadores, mas através da figura das mulheres que ficam em terra”, explicou o presidente da Câmara, Benjamim Pereira.

A escultura nasceu no âmbito do projeto “Esposende SmartCity”.

Anteriormente, já foram edificadas, na zona ribeirinha da cidade, outras duas esculturas, uma assinada por Pedro Tudela e Miguel Carvalhais e a outra pelo alemão Volker Schnüttgen.

O projeto Esposende SmartCity apoia-se nos pilares Sustentabilidade, Território, Pessoas e Arte, contemplando a implementação de um plano de atividades pedagógicas que têm como ponto de partida a transformação do território, através de soluções multidisciplinares.

Alia, assim, a inteligência urbana e ambiental à criação artística original, implementada no espaço público.

O autarca de Esposende destacou a aposta no pilar “arte”, que visa dotar a cidade de “cartazes turísticos capazes de atrair visitantes”.

“Queremos que cada vez mais gente coloque Esposende nos seus roteiros e estas estátuas em espaço público, assinadas por nomes como Vhils, são, sem dúvida, excelentes fatores de atração de visitantes”, referiu.

Continuar a ler

EM FOCO

Anúncio

PASSATEMPO

ÚLTIMAS

Reportagens da Semana

Populares