Seguir o O MINHO

Cávado

Esposende lança guia sobre a avifauna do concelho com mais de 200 espécies

Investimento de 40 mil euros

em

Foto: Divulgação / CM Esposende

A Câmara de Esposende lançou um guia sobre a avifauna do concelho com mais de 200 espécies identificadas, que se assume como “um grande contributo para o conhecimento do património natural” daquele território, foi hoje anunciado.

Em comunicado, a câmara refere que as espécies retratadas no guia “Avifauna do Concelho de Esposende – Rede de Observatórios da Natureza” foram identificadas, em particular, no Parque Natural do Litoral Norte, com especial destaque para os estuários do Cávado e Neiva.

Foto: Divulgação / CM Esposende

Segundo a autarquia, Esposende tem “condições muito privilegiadas para a prática da observação de aves selvagens”, sendo que as que constam naquele guia foram selecionadas pelo “valor ecológico, abundância, singularidade, simbolismo ou até pelos atributos estéticos”.

Com textos e fotografias de Jorge Araújo da Silva, o guia elenca as aves por habitats ou biótopos com que estão proximamente relacionadas, “mas sem serem necessariamente exclusivas desse tipo de meio e que se encontram em Esposende por haver boas condições de alimentação, refúgio e nidificação”.

Foto: Divulgação / CM Esposende

A autarquia salienta a importância da presença das aves referindo que “é sobejamente conhecido o contributo para o equilíbrio dos ecossistemas e também enquanto instrumento de grande utilidade na educação e sensibilização para a proteção e conservação de outros valores ambientais”.

O guia identifica também a localização dos habitats melhor preservados ou representados e, ainda, os equipamentos ou circuitos de visitação que conduzem até esses ‘hotspots’.

Os locais assinalados integram a Rede de Observatórios da Natureza, onde se integram também os miradouros mais elevados, na Arriba Fóssil e vale do Cávado, assim como os trilhos da Rede de Percursos Pedestres.

Foto: Divulgação / CM Esposende

A câmara de Esposende salienta que foram instalados mais dois equipamentos de observação, concretamente em Esposende e em Antas, nos estuários do Cávado e Neiva.

Esta edição foi feita no âmbito da candidatura “Qualificação das Experiências da Natureza do Minho – Rede de Infraestruturas de Visitação da Natureza do Município de Esposende”, um “projeto âncora” enquadrado na Estratégia de Eficiência Coletiva PROVERE.

Este guia representa um investimento de cerca de 40 mil euros, sendo comparticipado a 85%, através do Norte 2020.

O guia está disponível em edição impressa, mas também em versão digital, no portal de turismo, em https://www.visitesposende.com.

Populares