Seguir o O MINHO

Cávado

Esposende: CDU apresenta queixa à CNE

em

A candidatura da CDU pelo círculo eleitoral de Braga avançou com uma queixa à Comissão Nacional de Eleições (CNE). Em causa está a realização de duas Conferências promovidas pela GTI e pelo Hotel Axis Ofir, a 10 e 14 de setembro, centradas no tema “O Futuro da Economia Portuguesa”.


A CDU explica que com estes debates, que tiveram como convidados Caldeira Cabral, cabeça de lista do PS às eleições legislativas, e Moreira da Silva, cabeça de lista da Coligação PSD/CDS, a GTI está a favorecer os candidatos em causa.

“Por isso lançamos protesto e reclamação na CNE e solicitamos a intervenção da CNE, face à evidente discriminação de que esta candidatura está a ser alvo”, referiu Manuel Carvoeiro, acrescentando que “De facto, a realização de tais conferências, a pouco mais de três semanas das eleições legislativas, com o envolvimento dos dois diários da região, Correio do Minho e Diário do Minho, ainda que as entidades promotoras se esforcem por tentar esconder o facto de os dois intervenientes serem cabeças de lista nestas eleições, não pode deixar de ser lido como um favorecimento objectivo daquelas candidaturas, a todos os títulos inaceitável”.

o futuro da economia portuguesa

Anúncio

Barcelos

Carolina Gomes, “mãe guerreira” de Barcelos, comemora 100 anos de vida

Portugal tem mais uma centenária

em

Foto: Santa Casa da Misericórdia de Barcelos

Carolina Pereira Gomes, utente do Serviço de Apoio Domiciliário (SAD) da Misericórdia de Barcelos, celebrou, no último sábado, 100 anos de vida.

Numa nota publicada no seu site, a Misericórdia de Barcelos conta a recheada história de vida de Carolina, natural da freguesia de Vila Frescainha S. Pedro, no concelho de Barcelos, que cedo se iniciou nos trabalhos do campo, com os quais se ocupou ao longo da vida.

Foto: Santa Casa da Misericórdia de Barcelos

Ficou viúva ainda cedo, com 40 anos, e, “mãe guerreira”, criou os oito filhos (uma já faleceu).

“Carolina Gomes é hoje a matriarca de uma família numerosa, com mais de duas dezenas de outros descendentes, entre netos, bisnetos e trinetos”, refere a instituição.

Carolina viveu na freguesia onde nasceu até que, há alguns anos, foi morar para a localidade vizinha de Vila Frescainha S. Martinho, para casa de uma filha.

“Tudo estava pensado para que a chegada aos 100 anos fosse celebrada com uma ‘festa bonita’, mas, por força das circunstâncias, tudo foi mais singelo e igualmente sentido”, refere a Misericórdia de Barcelos, que mostra “contentamento” pelos 100 anos da sua utente de há quase uma década.

Continuar a ler

Barcelos

Dois feridos em agressões à porta de café em Barcelos, pouco antes do recolher obrigatório

Agressões

em

Foto: Vítor Vasconcelos / O MINHO / Arquivo

Dois homens sofreram ferimentos na sequência de agressões junto a um café em Barcelos.

As vítimas estariam a agredir-se à porta do café Cruzeiro, na freguesia de Encourados, quando a polícia foi chamada por populares.

Uma patrulha da GNR deslocou-se no imediato ao local, assim como os Bombeiros de Barcelinhos, com duas ambulâncias.

As duas vítima foram transportadas para o Hospital de Braga com ferimentos considerados ligeiros.

Desconhecem-se os motivos da altercação.

Uma das vítimas tem 47 anos e a outra 50. Ambas são do sexo masculino e foram identificadas pelos militares da guarda.

O alerta foi dado às 22:32, cerca de meia hora antes do horário estipulado para o recolher obrigatório a que aquele concelho também está sujeito.

Continuar a ler

Cávado

Esposende alerta para questões de violência doméstica

Violência doméstica

em

Foto: Ilustrativa / DR

A câmara de Esposende está a promover a campanha “Novembro Branco”, uma ação “comunitária de não legitimação da desigualdade de género e violência contra as mulheres” desenvolvida “com particular relevância” nos meios digitais.

Segundo informação divulgada pela autarquia, a campanha, pensada no âmbito do Dia Internacional para a Eliminação da Violência contra as Mulheres que se assinala dia 25 de novembro, pretende ainda “aumentar o reconhecimento” do Espaço Bem me Querem, um serviço de apoio à vítima de violência doméstica no concelho.

Com aquela campanha, a autarquia quer também “promover a desconstrução de mitos associados ao exercício e à aceitação da violência e informar sobre os fatores desencadeadores da violência, os tipos de violência, o seu ciclo e as suas consequências”.

O “Espaço Bem me Querem” está integrado no Serviço de Cidadania e Igualdade e está localizado na Rua narciso Ferreira, n.º 108 Rés-do-chão, em Esposende e funciona de segunda a sexta-feira, das 08.30 às 16.30.

Continuar a ler

Populares