Seguir o O MINHO

Região

Esposende assume-se como destino privilegiado este verão

em

No ano em que se assinalam os 25 anos da elevação de Esposende a cidade, o município apresenta um cartaz com mais de 100 eventos de animação, cultura, desporto e lazer para os meses de julho, agosto e setembro.

A apresentação do programa verão 2018 decorreu este sábado no complexo das Piscinas Foz do Cávado.

Entre os eventos destacam-se o Festival Sons de Verão, a Galaicofolia, no Castro de S. Lourenço, em Vila Chã, e a Festa da História que animará o centro da cidade.

A Festa do Emigrante, a ter lugar a 16 de agosto, é a novidade que marca o programa deste ano, um evento onde a animação musical estará a cargo de Rui Bandeira e da cantora esposendense Joana d’Arc.

Santa Maria, Nelson Freitas e os Resistência integram o cartaz do Festival Sons de Verão 2018, que vai decorrer no Largo dos Bombeiros, entre os dias 17 e 19 de agosto. O Festival da Juventude, com a “Water Party”, o “Esposende in Summer” e o “Silenty Party” promete repetir o sucesso das edições anteriores. A Música na Praça e o Festiteatro – Festival de Teatro de Rua são outras das propostas, mantendo-se também a aposta na dança com o “Esposende Street Battle” e o “Esposende a dançar”.

No plano desportivo, realce para a Corrida da Praia, subida noturna do rio Cávado, o Trail das Azenhas ou o campeonato nacional de futebol de praia.
Para os mais novos há atividades de férias, no Centro de Educação Ambiental, no Museu Municipal, no Centro Interpretativo de São Lourenço e nas Piscinas Foz do Cávado.

A anteceder as comemorações do Dia da Cidade e do Município, que têm o ponto alto a 19 de agosto, Esposende celebra as tradicionais festividades em honra da Senhora da Saúde e da Soledade, sendo as Festas e Romarias uma constante nas restantes freguesias do concelho.

Aludindo ao elevado número e diversidade de eventos, o presidente da Câmara Municipal de Esposende, Benjamim Pereira, referiu que estão reunidos os ingredientes para mais um “verão em grande”. Assinalou que o Município está ciente da responsabilidade de garantir animação num período em que o concelho regista maior procura e recebe os emigrantes, contudo deixou claro que esta responsabilidade é repartida e a todos diz respeito.

Anúncio

Alto Minho

Gogol Bordello e Prophets of Rage encerram festival Vilar de Mouros

Último dia de festival

em

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO

Os Prophets of Rage e os Gogol Bordello encerram este sábado o festival Vilar de Mouros, num último dia que conta também com os concertos de Gang of Four e Fischer-Z e ainda os portugueses Jarojupe e Linda Martini.

Ao fim de três dias, cabe aos Gogol Bordello o fecho desta edição, atuando depois do ‘supergrupo’ Prophets of Rage, que conta com elementos dos Rage Against The Machine, Public Enemy e Cypress Hill, enquanto os Jarojupe abrem o dia.

Formados em 1981, a banda que recebe as iniciais de cada nome dos irmãos Parente (Jaime, Rosa, Juca e Pedro), chega a Vilar de Mouros com uma formação renovada e para apresentar o mais recente longa-duração, “Crimson”, de 2018.

Seguem-se os Gang of Four que, depois de 43 anos e de terem apenas o guitarrista Andy Gill como único elemento original do grupo britânico, regressaram aos álbuns este ano com “Happy Now”, depois de uma carreira recheada de elogios e marcos, tendo influenciado bandas como Franz Ferdinand ou The Rapture.

Os portugueses Linda Martini abrem o palco principal no último dia, à boleia do seu álbum homónimo, editado o ano passado, o quinto longa-duração do grupo composto por André Henriques, Cláudia Guerreiro, Pedro Geraldes e Hélio Morais, um dos mais importantes dos últimos anos do ‘rock’ português.

Os Fischer-Z, encarregados de encerrar o palco secundário, são o projeto mais importante do poeta, cantor e compositor John Watts. Os primeiros passos dados há 43 anos continuam firmes, como comprova o próximo álbum da banda, a sair em setembro, “Swimming in Thunderstorms”, o 12.º na lista de originais.

Às 23:30, atenções viradas novamente para o palco principal, para receber a estreia dos Prophets of Rage em Portugal, o ‘supergrupo’ formado em 2016 que lançou o seu primeiro trabalho de originais no ano seguinte.

A banda composta por Tom Morello, B-Real, Chuck D e companhia prepara novo álbum, tendo já lançado os ‘singles’ “Heart Afire”, no ano passado, e “Made With Hate”, ainda esta semana.

Os Gogol Bordello fecham o festival às 01:15.

De quinta-feira até hoje passaram por Vilar de Mouros nomes como Manic Street Preachers, The Cult, Anna Calvi, The Sisters of Mercy, The Offspring ou Skunk Anansie, em mais uma edição do festival mais antigo de Portugal.

Continuar a ler

Braga

Rixa em posto de abastecimento faz um ferido grave em Vila Verde

em

Um homem ficou com ferimentos graves na sequência de agressões, esta sexta-feira à noite, em Marrancos, Vila Verde.

De acordo com o jornal O Vilaverdense, a vítima, e outro amigo que sofreu ferimentos ligeiros, estariam num posto de combustível daquela freguesia quando foram abordados por um grupo de indivíduos que os terá agredido.

De acordo com o mesmo jornal, os agressores estariam num restaurante durante um aniversário e não terão gostado de uma situação que terá envolvido um automóvel dos agredidos.

Os dois feridos foram transportados para o Hospital de Braga pelos Bombeiros de Vila Verde.

A GNR registou a ocorrência.

Continuar a ler

Braga

Homem mata mulher a tiro em Braga

Violência doméstica

em

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO

Uma mulher de 54 anos morreu esta sexta-feira em Braga vítima de um tiro de arma de fogo disparado pelo próprio marido.

O homem terá disparado sobre a mulher dentro da residência, localizada na rua da Bugide, freguesia de Pedralva.

Dirigiu-se esta noite ao posto territorial do Sameiro (GNR) onde confessou a autoria do crime.

Ao local acorreu uma ambulância INEM e a VMER de Braga, tendo confirmado o óbito da mulher.

O homem, de 59 anos, encontra-se sob custódia policial. Desconhecem-se ainda os motivos do crime.

Este é já o segundo caso de morte entre casais no distrito de Braga no espaço de seis dias.

No passado domingo, um homem matou a companheira em Gondifelos, Famalicão, pondo termo à vida de seguida.

Continuar a ler

Populares