Seguir o O MINHO

Viana do Castelo

Esperadas mais de 1,2 milhões de pessoas em cinco dias da Romaria d’Agonia em Viana

Números “impressionantes”

em

Foto: Facebook de Romaria d'Agonia

O presidente da Câmara de Viana do Castelo disse hoje que a organização da Romaria d’Agonia estima que “mais de 1,2 milhões de pessoas passarão pela cidade durante os cinco dias da festa” este ano.

A romaria d’Agonia começou na sexta-feira e termina no dia 20.

Este ano, devido ao calendário, a festa prolonga-se por cinco dias com quatro noites de fogo-de-artifício, o cortejo histórico-etnográfico hoje realizado, a procissão solene em honra de Nossa Senhora d’Agonia, no domingo e a tradicional procissão ao mar e ao rio, na terça-feira.

Em declarações, hoje à tarde, aos jornalistas no final do cortejo histórico etnográfico dedicado ao templo do Sagrado Coração de Jesus, no monte de Santa Luzia, José Maria Costa justificou aqueles números que classificou de “impressionantes” com o “patamar de muita qualidade e autenticidade” que a romaria atingiu.

Segundo números fornecidos à Lusa pela VianaFestas, entidade que organiza a romaria, disse terem sido vendidos “4.500 bilhetes” para as bancadas instaladas na principal artéria cidade, sendo que duas horas antes do início do desfile, que começou cerca das 16:00 e se prolongou durante quase três horas, os ingressos estavam esgotados.

Além daqueles lugares, a Viana Festas autorizou a instalação de “mais de duas mil cadeiras”, cuja exploração do aluguer foi atribuída às associações culturais, sociais e desportivas do concelho que concorreram àquela receita adicional para desenvolvimento das suas atividades.

O presidente da Câmara de Viana do Castelo referiu ainda terem participado no cortejo “mais de três mil figurantes. O desfile incluiu 144 quadros, 30 carros alegóricos e percorreu 2.300 metros pelas principais artérias da capital do Alto Minho.

Anúncio

Viana do Castelo

Caminhada noturna usa mistério de 6.ª feira 13 e mostra património de Viana

Vila de Punhe

em

Foto: CM-Viana / DR

Tirar proveito do mistério da sexta-feira 13 para divulgar o património da Vila de Punhe em Viana, é o objetivo da caminhada noturna que, em março, levará 500 pessoas até ao moinho do Inácio, informou, esta quarta-feira, a organização.

Em causa está um engenho de transformação de cereais em farinha que entrou em funcionamento em 1837, servido pelo regato de Roques, na bacia hidrográfica do rio Neiva, localmente conhecido como o moinho do Inácio, nome dos antigos proprietários.

Segundo o presidente do Núcleo Promotor do Auto da Floripes 05 de agosto, Pedro Rego, “cerca de 500 pessoas estão inscritas para a caminhada noturna do dia 13 de março”, que terá 4,5 quilómetros de extensão, começa às 21:30, no adro da igreja de Vila de Punhe e termina, cerca das 23:30, junto aquele engenho, situado no lugar dos Regos, próximo do monte da Infia (Barreiras).

“A caminhada noturna aproveita o misticismo que envolve a sexta-feira 13 para, num ambiente de convívio, juntar aventura com cultura. Esta iniciativa denominada de “Queimada no Moinho”, será a XIII edição”, explicou.

Continuar a ler

Viana do Castelo

Governo anuncia redução de até 40% nas portagens da A28

Portagens

em

Foto: DR / Arquivo

As portagens da A28 vão sofrer uma redução de preço, mas só a partir dos primeiros sete dias de cada mês, anunciou hoje o Governo.

De acordo com Ana Abrunhosa, ministra da Coesão Territorial, a medida está prevista para julho deste ano e, para além da estrada que liga Porto a Viana, irá abranger outras seis autoestradas do país.

A governante explica que esta medida serve para beneficiar os utentes regulares desta via, com os descontos a serem aplicados apenas a partir dos primeiros sete dias do mês. Entre o oitavo e o décimo quinto dia, os utilizadores beneficiam de um desconto de 20%. Entre o dia 16 e o final do mês em vigor, os descontos são de 40%.

“Vamos conseguir implementar no terceiro trimestre deste ano um sistema de redução de portagens, privilegiando as portagens do interior. É um desconto de quantidades, que privilegia os utilizadores frequentes, quer sejam residentes quer trabalhem nestes territórios ou que os visitem regularmente”, disse a ministra à Rádio Renascença.

De acordo com a ministra, estima-se uma poupança de mais de 1.000 euros por ano para um veículo de Classe 1 e que, diariamente, utilize as autoestradas para trabalhar.

Para além da A28, também A22-Algarve, A23-IP, A23-Beira Interior, A24-Interior Norte, A25-Beiras Litoral e Alta, A4-Subconcessão AE transmontana, A4-Túnel do Marão, A13 e A13-1 – Subconcessão Pinhal Interior vão ser beneficiadas.

Apesar de ser uma medida para as vias do interior do país, a A28 e a Via do Infante também estão abrangidas por não existirem alternativas.

Continuar a ler

Viana do Castelo

Cadáver de baleia-comum removido de praia em Viana

Praia Norte

em

Foto: José Flores

O cadáver de uma baleia comum com cerca de seis metros de comprimento e 2,5 toneladas de peso começou, esta quarta-feira, a ser removido da Praia Norte, em Viana do Castelo, disse à Lusa o comandante da capitania local.

Segundo o capitão do porto de mar e comandante da Polícia Marítima (PM) de Viana do Castelo, Sameiro Matias, o animal deu à costa, na terça-feira, cerca das 17:42, ainda com “alguns sinais de vida.

Sameiro Matias adiantou que, “sob orientação de uma bióloga do CRAM – Centro de Reabilitação de Animais Marinhos, em Quiaios, na Figueira da Foz, foram realizadas tentativas para afastar o mamífero, que acabou por morrer nas pedras da praia”.

Os trabalhos de remoção do cadáver da baleia começaram cerca das 09:00 com a participação da PM, de cinco operacionais e duas viaturas dos Bombeiros Sapadores de Viana do Castelo, e meios dos Serviços Municipalizados de Viana do Castelo (SMSBVC).

Continuar a ler

Populares