Seguir o O MINHO

Braga

Espera 5 horas por assistência em viagem em Vila Verde. Operador “esqueceu-se” de ativar reboque

Insólito

em

Foto: Ilustrativa / DR

Um automobilista residente em Vila Verde esperou mais de cinco horas pela assistência em viagem fornecida pela companhia de seguros Fidelilidade, na quinta-feira, depois de ver o carro avariar numa zona de serra.


A viatura, de marca Citroen, terá sofrido um ‘apagão’ de bateria na freguesia de Aboim da Nóbrega, no concelho de Vila Verde, motivando o contacto com a seguradora cerca das 16:30 horas.

Do outro lado da linha foi assegurada a assistência em viagem que se deslocaria até ao local durante a hora seguinte, mas tal não chegou a acontecer.

Por viver relativamente perto do local onde se encontrava o carro, o condutor aguardou mais tempo que o habitual, já em casa, mas começou a estranhar a demora, que atingia já mais de uma hora e meia.

Pelas 18:30 horas, duas depois do contacto inicial, o condutor ligou novamente para a seguradora, com o operador a indicar que existiu um lapso na conversa telefónica. O primeiro algarismo do número de telemóvel foi trocado e quando o reboque se deslocou ao local, o motorista não conseguiu entrar em contacto com o proprietário da viatura, acabando por regressar “à base” sem encontrar nem levar o carro.

O operador de assistência em viagem assegurou que seria efetuado novo pedido junto da empresa de reboques, situada em Ponte da Barca, para recolher a viatura durante os 45 minutos seguintes, mas tal voltou a não acontecer.

Cerca das 20:30 horas, e novamente sem sinal de assistência em viagem, nova chamada para a central de operações da companhia de seguros.

Foi confirmado o pedido de assistência em viagem mas, alega a seguradora, o técnico que atendeu a chamada “esqueceu-se” de ativar o reboque. Foi, então, efetuada uma terceira tentativa, desta vez com sucesso.

Eram cerca das 21:30 horas quando o reboque finalmente chegou ao local da avaria, cinco horas depois do solicitado pelo automobilista.

Os factos foram confirmados a O MINHO pela companhia de seguros.

Anúncio

Braga

Nasceram 1.856 bebés no Hospital de Braga desde o início do ano

Natalidade

em

Foto: DR (Arquivo)

O Hospital de Braga contabilizou 1.856 nascimentos entre 01 de janeiro e 31 de julho, numa média de 265 partos por mês.

Em dados disponibilizados pelo hospital a O MINHO, é possível verificar que nasceram 865 bebés do sexo feminino e 991 do sexo masculino. Em média, nasceram 265 bebés por mês em 2020.

A nível nacional, entre 01 de janeiro e 31 de junho, nasceram 42.149 bebés. Apesar de se registar um ligeiro aumento em relação a anos anteriores, a tendência será para a “natalidade recuar outra vez”, disse a presidente da Associação Portuguesa de Demografia.

Estes dados são fruto do estudo de rastreio nacional do Instituto Ricardo Jorge, vulgo “teste do pezinho”. Podem não corresponder aos números exatos de nascimentos, mas mostram já uma tendência de estabilização relativamente ao ano passado.

Continuar a ler

Braga

Detido por agressões após desentendimento em casa de alterne em Vieira do Minho

Agressões

em

Foto: O MINHO (Arquivo)

A PJ deteve um homem de 22 anos suspeito de agredir outros dois homens com uma navalha e uma barra de ferro, em Vieira do Minho, após desentendimentos que começaram numa casa de diversão noturna, divulgou hoje aquela força.

Em comunicado hoje divulgado, a Polícia Judiciária refere que as agressões aconteceram na madrugada de quarta-feira, na via pública e por “motivos fúteis”.

Uma das vítimas sofreu vários golpes corto-perfurantes nas zonas da cabeça, pescoço e tórax, que lhe provocaram “graves lesões”.

A outra vítima foi agredida na cabeça com a barra de ferro, ficando inconsciente.

“Dado haver perigo para a vida, foram evacuadas para o Hospital de Braga”, acrescenta o comunicado.

O autor pôs-se em fuga do local, mas acabou por ser detido na quinta-feira, pela Polícia Judiciária, que também apreendeu os objetos utilizados nas agressões.

O arguido vai ser presente às autoridades judiciárias competentes para primeiro interrogatório e aplicação de medidas de coação.

Está indiciado por dois crimes de homicídio qualificado, na forma tentada.

Continuar a ler

Braga

Filha procura pai desaparecido em Braga

Desaparecimento

em

Foto: DR

Um homem de 54 anos está dado como desaparecido depois de ter saído para procurar trabalho, na quinta-feira, em Lamas, concelho de Braga.

Ao que apurou O MINHO, o homem, Carlos Bastos, toma medicamentos por causa da depressão, não padecendo de outras doenças.

Desconhece-se a indumentária que o homem vestia quando saiu de casa, na manhã de quinta-feira, quando resolveu dar uma volta para ver se encontrava trabalho.

Acabou por não regressar a casa.

A O MINHO, a filha de Carlos deixa o apelo para que se alguém o vir entre imediatamente em contacto com ela, através do 914340800, ou com a GNR, através do 253 203 030.

Continuar a ler

Populares