Seguir o O MINHO

Futebol

Espanha defronta surpreendente Suíça, Bélgica põe Itália à prova

Euro2020

em

Foto: Uefa

As ‘históricas’ seleções de Espanha e Itália, antigas campeãs europeias e mundiais, defrontam hoje, respetivamente, Suíça e Bélgica – que eliminou Portugal – nos primeiros jogos dos quartos de final do Euro2020 de futebol.

A Espanha, campeã europeia em 1964, 2008 e 2012 e mundial em 2010, que tem feito um campeonato em crescendo, depois de dois inesperados empates ainda na fase de grupos, chega aos quartos de final após eliminar no prolongamento a vice-campeã mundial Croácia (5-3).

Nos ‘quartos’, a equipa encontrará hoje uma das grandes surpresas deste Euro2020, a Suíça, que eliminou nos penáltis a campeã mundial em título França, num jogo em que o ‘benfiquista’ Haris Seferovic ‘bisou’, ainda no período regulamentar (3-3).

Em 22 jogos entre as duas seleções, a Espanha tem claro domínio sobre os helvéticos, com 16 vitórias e cinco empates, e com a única derrota (1-0), na fase de grupos do Mundial2010, em que os espanhóis conquistaram o título.

Nos últimos confrontos, em jogos da Liga das Nações em 2020, a Espanha recebeu e venceu a Suíça por 1-0, e empatou em Basileia 1-1, num jogo em que evitou a derrota apenas nos instantes finais, com um golo de Gerard Moreno, aos 89 minutos.

https://twitter.com/EURO2020/status/1410855762012766215

O jogo entre espanhóis e suíços tem início marcado para as 17:00 (hora de Lisboa), no Estádio de São Petersburgo, um pouco antes de a Bélgica e a Itália se defrontarem na Arena de Munique, a partir das 20:00.

Os belgas, líderes do ranking mundial, estão nos quartos de final depois de eliminarem no domingo o campeão europeu Portugal, por 1-0, e diante da Itália encontram a única seleção que, tal como eles, tem o pleno de vitórias nos quatro jogos disputados, embora os transalpinos com recurso a prolongamento no último jogo.

Kevin De Bruyne e Eden Hazard, que saíram lesionados no jogo dos ‘oitavos’ frente a Portugal, estão em dúvida e podem ser baixas de peso na formação belga, frente a uma Itália que dominou na fase de grupos e venceu já no ‘tempo extra’ a Áustria, nos oitavos de final, por 2-1.

No histórico entre as duas seleções, a Itália, campeã europeia em 1968 e mundial em 1934, 1938, 1982 e 2006, domina claramente, com 14 vitórias em 22 jogos, a última dos quais no grupo E do Euro2016, em que venceu por 2-0.

Os dois primeiros semifinalistas saem dos dois jogos de hoje, enquanto os restantes ficam definidos no sábado, a saírem dos embates entre República Checa e Dinamarca (17:00), em Baku, e entre Ucrânia e Inglaterra (20:00), em Roma.

Populares