Seguir o O MINHO
[the_ad id='438601']

Alto Minho

Escolas de Ponte de Lima premiadas pela Fundação Ilídio Pinho

em

Os Agrupamentos de Escolas de Arcozelo, Freixo e António Feijó foram premiados pela Fundação Ilídio Pinho, no âmbito da 13ª edição do prémio Fundação Ilídio Pinho “Ciência na Escola”, informou, esta quarta-feira, o município de Ponte de Lima.

Em comunicado, a autarquia afirmou que se congratula com esta distinção, que vem “reafirmar ainda mais a qualidade do ensino em Ponte de Lima”.

“O Município de Ponte de Lima congratula-se com esta distinção às várias escolas, a qual vem reafirmar ainda mais a qualidade do ensino e dos projetos pedagógicos que são desenvolvidos nas escolas do concelho de Ponte de Lima, e que resultaram na obtenção recente de vários prémios nacionais e a participação em vários projetos internacionais de referência mundial”, referiu.

Relativamente aos prémios atribuídos, o Agrupamento de Escolas de Freixo foi mais uma vez premiado. A distinção foi dirigida à turma A5, que criou o projeto “UBM – UnBully with Maths”, centrado no tema “A Ciência e a Tecnologia ao serviço de um mundo melhor”.

Este projeto baseia-se num jogo familiar de tabuleiro e APP, que explora conceitos matemáticos, ao mesmo tempo que trabalha comportamentos e emoções nas crianças, combatendo comportamentos e situações de bullying. O objetivo final deste jogo é a construção de um robot iluminado, que verbaliza frases de conforto emocional à criança.

Esta turma já foi premiada, na edição do ano passado, com o jogo “MathsFun”.

O Centro Educativo das Lagoas foi premiado com o projeto “Primeiras Pegadas Cientificas”. O projeto apresentado pelos docentes do Centro Educativo das Lagoas e coordenado pelo Educador Jorge Barbosa foi selecionado para a segunda fase.

O Agrupamento de Escolas António Feijó também passou à segunda fase do concurso, com o projeto A água no espaço “Ciência Divertida é vida”, da autoria de Carla Sofia, apresentando ainda os projetos “A tabela periódica da Feijó” e “Da Terra ao prato, agricultura biológica para um futuro melhor”.

O projeto, numa parceria da Fundação Ilídio Pinho, do Ministério da Educação e Ciência e do Ministério da Economia, visa estimular o interesse de todos os alunos, da Educação Pré-Escolar, do 1º, 2º e 3º Ciclos do Ensino Básico e do Ensino Secundário, pelas ciências e áreas tecnológicas através do apoio a projetos inovadores.

Notificacoes O Minho

Ative as notificações no canto esquerdo do seu ecrã  e receba alertas de notícias de Última Hora.*

* disponível para Google Chrome

EM FOCO

Populares