Seguir o O MINHO

Alto Minho

Escola Superior Agrária do Politécnico de Viana do Castelo “faz falta” à região

Disse o presidente da Câmara de Ponte de Lima

em

Foto: Divulgação / IPVC

A Escola Superior Agrária (ESA) do Instituto Politécnico de Viana do Castelo (IPVC) esteve hoje em festa. A cerimónia de celebração do 36.º aniversário da escola ficou marcada pela apresentação do livro “35.º aniversário – de Mosteiro a Escola (1985-2020)” e pelo testemunho de ex-alunos.

Em dia de festa, o presidente do IPVC, Carlos Rodrigues, começou por agradecer e aplaudir o “esforço e empenho” em tempos de pandemia para “mudar de paradigma de um dia para o outro”. Os “bons resultados” da escola devem-se ao “trabalho de todos”. O presidente acredita que o Politécnico de Viana do Castelo “está em condições de potenciar as oportunidades que vão surgir e subir mais um degrau”, disse, citado em comunicado enviado a O MINHO. Apostar na diversificação do público e na formação de ativos são alguns dos objetivos futuros.

Presente na cerimónia, o presidente da Câmara de Ponte de Lima, Vasco Ferraz, defendeu que “todos os territórios precisam crescer em aprendizagem e em transferência de conhecimento e a ESA-IPVC faz isso num território de baixa densidade”. Vasco Ferraz espera, por isso, que o Centro de Investigação e Desenvolvimento seja “uma realidade o mais rápido possível”, porque a ESA-IPVC “faz falta ao território”.

A diretora da ESA-IPVC, Isabel Vallín, destacou “os mais de 20 projetos ativos nas áreas das ciências da vida e da terra que estão a ser desenvolvidos na escola e que têm um forte impacto no tecido empresarial e na vertente científica e tecnológica”. Mas para a diretora, este trabalho tem que vir acompanhado de reforço de infraestruturas e de recursos humanos. “A ESA não procura nem quer ser resiliente. A ESA pretende subir um novo patamar que permita responder às necessidades”, desafiou. Para que isso aconteça serão “fundamentais” a construção do Centro de Investigação e Desenvolvimento, o alinhamento com os apoios do Portugal 2030 e as novas ofertas formativas. “Somos uma escola com tradição e experiência, mas enfrentamos os desafios do presente com olhar no futuro”, assegurou Isabel Vallín.

Na sessão foi ainda lançado o livro “35.º aniversário – de Mosteiro a Escola (1985-2020)”, que contou com as participações de Carlos Branco Morais, António Reis e Miguel Brito. “A ESA-IPVC tem um passado riquíssimo, tem um presente que reconforta e um futuro altamente promissor”, assegurou Carlos Branco Morais.

Depois do lançamento do livro foram ainda apresentados alguns testemunhos de ex-alunos da ESA-IPVC. A festa terminou com o brinde e bolo comemorativo.

6.ª Semana das Ciências da Vida e da Terra/Terra.ECO

A ESA-IPVC está a organizar, entretanto, a 6.ª edição da Semana das Ciências da Vida e da Terra – Terra.Eco até ao dia 26 de novembro. A ESA-IPVC pretende com esta iniciativa abrir as portas da escola, contribuindo para a divulgação de projetos e para a promoção da interdisciplinaridade das ciências e das competências da escola.

O dia de hoje foi dedicado às Jornadas em Ciências Animais e Veterinárias (Mestrado em Zootecnia, Licenciatura em Enfermagem Veterinária, Licenciatura em Agronomia – Produção Animal, CTeSP em Cuidados Veterinários).

Amanhã realizam-se as Jornadas em Ciências Biotecnológicas (Licenciatura em Biotecnologia, CTeSP em Indústrias Biotecnológicas) das 09:30 às 12:30. Já da parte da tarde, entre as 14:30 e as 17:30, acontecem os workshops em Ciências Animais e Ciências Ambientais.

A manhã do dia 24 de novembro é dedicada às Jornadas em Ciências Agronómicas (Mestrado em Agricultura Biológica, Mestrado em Engenharia Agronómica, Licenciatura em Agronomia – Produção Vegetal, CTeSP em Fruticultura, Viticultura e Enologia, CTeSP em Gestão de Empresas Agrícolas). Entretanto, das 14:30 às 17:30 realizam-se os workshops em Ciências Biotecnológicas.

Segue-se no dia 25 de novembro, as Jornadas em Ciências Ambientais, onde vão estar em destaque o Mestrado em Engenharia do Território e do Ambiente, a Licenciatura em Engenharia do Ambiente e Geoinformática, o CTeSP em Riscos e Proteção Civil e o CTeSP em Turismo Rural e de Natureza. Os Workshops em Ciências Agronómicas decorrem das 14:30 às 17:30.

No último dia da 6.ª edição da Semana das Ciências da Vida e da Terra – Terra.ECO realiza-se o workshop de Competências Transversais, das 09:30 às 12:30.

Populares