Seguir o O MINHO

Braga

Escola em Vila Verde quer comprar carro de luxo e dá um Panamera à troca

Escola pede em troca um desportivo, com cilindrada de 2.998 cm3, 265 cavalos, pode ser novo ou usado, mas não pode ter mais de onze mil quilómetros

em

Foto: Divulgação

Um carro com especificidades de luxo: cilindrada de 2.998 cm3, 265 cavalos, pode ser novo ou usado, mas não pode ter mais de onze mil quilómetros. Volante desportivo em pele, tapetes em alcatifa aveludada e bancos dianteiros aquecidos com massagem, sistema de escape, travões e transmissão automática, tudo em moldes desportivos.


São estas as condições pretendidas pela direção da Escola Profissional Amar Terra Verde (EPATV), situada em Vila Verde, para dar uma viatura Porcshe à retoma, de acordo com uma notícia avançada pelo jornal Público [acesso pago] desta sexta-feira.

O MINHO sabe que este carro, de modelo Panamera, já foi arrestado pela Polícia Judiciária, em fevereiro de 2017, na sequência da detenção do administrador desta escola, quando este foi detido, em conjunto com o presidente da Câmara de Vila Verde, António Vilela, por suspeitas de corrupção.

Vilela já conhece medidas de coação. PJ apreendeu “bens de valor elevado”

O concurso público, com um preço-base de 100 mil euros, foi publicado esta semana, em Diário da República, de forma adquirir uma viatura de luxo, com as características acima citadas, em troca do automóvel de marca italiana.

A escola é propriedade, em 49%, dos municípios de Vila Verde, Amares e Terras de Bouro, por se ter tratado de uma escola pública, entretanto comprada por uma sociedade criada propositadamente para o efeito [negócio que está, também, sob investigação do Ministério Público].

Presidente da Câmara de Vila Verde detido por suspeita de corrupção

Em comunicado, citado pelo mesmo jornal, as autarquias demarcam-se deste concurso, apontando que não têm responsabilidades executivas naquela administração.

“A partir do procedimento de aumento de capital e de acordo com o caderno de encargos, os municípios deixaram de ter qualquer responsabilidade financeira na respetiva sociedade. Todos os atos praticados, assim como a sua responsabilidade, não pode ser atribuída aos municípios, os quais se demarcam desde já, sobretudo dos exageros que possam ou sejam cometidos”, refere um comunicado conjunto das três autarquias.

O MINHO sabe, também, que o processo que decorre na justiça envolvendo esta escola, que tem como arguidos João Luís Nogueira e António Vilela, envolve também  o deputado do PSD eleito pelo círculo de Braga, Rui Silva, por este ter, acusa o MP, “facilitado” a compra da escola pela sociedade Val d’Ensino, que gere a escola profissional.

Município de Vila Verde terá tido prejuízo de 1 milhão com corrupção em escola

Na altura, Rui Silva era vereador da Câmara de Vila Verde e, depois do negócio consumado, passou a assumir funções na direção da escola, sem que, diz o MP, efetuasse qualquer trabalho visível.

Deputado do PSD Rui Silva arguido em caso de alegada corrupção

O Porsche Panamera, de 2012, versão 970, tem cilindrada de 2.967 cm3, 250 cavalos e quatro lugares, 147 mil quilómetros e estofos de pele, valendo “cerca de 40 mil euros”.

Entre 2015 e 2018, a sociedade já recebeu mais de 13,8 milhões de euros em fundos comunitários.

João Luís Nogueira não quis prestar declarações.

Anúncio

Braga

CDS de Braga apoia António Cunha para a CCDR-N. Bloco está contra e pede regionalização

Política

em

João Medeiros (CDS) e Alexandra Vieira (BE). Foto: Municipio de Braga

O CDS/PP de Braga produziu, ontem, na Assembleia Municipal, uma declaração política de apoio à candidatura do antigo reitor da Universidade do Minho, António Cunha, à presidência da CCDR-N, Comissão de Coordenação e Desenvolvimento da Região Norte.

O deputado municipal João Medeiros enalteceu as qualidades pessoais, de honradez, e de gestão do universitário bracarense, lembrando o bom papel que desempenhou enquanto Reitor e, posteriormente, na Escola de Engenharia, quer na docência quer em projetos de ligação ao mundo empresarial.

Antes da declaração, o Bloco de Esquerda, havia apresentado uma Moção Contra o processo de eleição indireta dos presidentes das CCDR e pela instituição efetiva de regiões administrativas. Moção chumbada com os votos da maioria PSD/CDS/PPM e do PS.

Os bloquistas dizem que “a eleição de um presidente da CCDR para os próximos cinco anos quando estamos a um ano de novas eleições autárquicas, enfraquece a legitimidade do processo e está a transformar-se numa espécie de oligopólio eleitoral, com PS e PSD a distribuirem entre si cargos de presidente nas várias CCDR’s, num processo que de democrático tem muito pouco. Fica, isso sim, evidente a intenção de manter o bloqueio à Regionalização consagrada na Constituição desde 1976”.

O BE pedia, por isso, que os deputados municipais manifestassem a sua discordância quanto ao processo e insistissem junto dos órgãos da República para que se avance, o mais rápido possível, com a instituição de Regiões Administrativas.

Eleição no dia 13

Na sessão, a presidente da Assembleia Hortense Santos disse que a votação para eleição de António Cunha – o único candidato – decorre no edifício da Câmara, entre as 16 e as 20 horas. Votam o presidente do Município, os vereadores – com e sem pelouro – os deputados municipais, e os presidentes de Juntas ou de Uniões de Freguesia.

Recorde-se que, e conforme O MINHO noticiou, Ricardo Rio já manifestou publicamente o seu apoio a António Cunha, enquanto que o líder do PS local, Artur Feio, disse que o assunto será debatido em reunião da secção.

A CDU, disse o vereador Carlos Almeida, votará contra, por discordar do método adotado e também querer a Regionalização, seguindo a orientação nacional do PCP.

Continuar a ler

Braga

Casal ferido após colisão entre mota e carro em Braga

Maximinos

em

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO

Um casal sofreu ferimentos na sequência de uma colisão entre a mota em que seguiam e uma viatura ligeira, ao início da noite deste sábado, em Braga.

Ao que apuro O MINHO, o acidente ocorreu na rotunda onde começa a Rua Cidade do Porto, em Maximinos, cerca das 21:00 horas.

As duas vítimas, que seguiam na mota, foram imobilizadas e transportadas para o Hospital de Braga, para fazerem exames de despiste de possíveis fraturas e lesões na coluna.

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO

Serão marido e mulher e foram transportados pelos Bombeiros Sapadores de Braga, que mobilizaram quatro operacionais e duas ambulâncias.

Foram para o Hospital de Braga com apoio da equipa médica da VMER local.

A PSP está a fazer as peritagens.

Continuar a ler

Braga

Concelho de Braga com 235 casos ativos de covid-19. Há 338 pessoas em isolamento

Dados locais

em

Foto: DR

O concelho de Braga regista 235 casos de infeção ativa pelo novo coronavírus.

Estes dados, apurados por O MINHO junto de fonte local da saúde, foram atualizados às 17:30 de sexta-feira.

O concelho regista 1.433 casos de recuperações do SARS CoV-2 desde o início da pandemia.

Em termos acumulados, são já 1.742 casos de pessoas infetadas com a doença.

Lamentam-se ainda 74 óbitos, número que permanece igual desde o passado dia 16 de junho.

O número de pessoas em isolamento sob vigilância da autoridade de saúde é de 338.

Continuar a ler

Populares