Seguir o O MINHO

Braga

Escola em Vila Verde quer comprar carro de luxo e dá um Panamera à troca

Escola pede em troca um desportivo, com cilindrada de 2.998 cm3, 265 cavalos, pode ser novo ou usado, mas não pode ter mais de onze mil quilómetros

em

Foto: Divulgação

Um carro com especificidades de luxo: cilindrada de 2.998 cm3, 265 cavalos, pode ser novo ou usado, mas não pode ter mais de onze mil quilómetros. Volante desportivo em pele, tapetes em alcatifa aveludada e bancos dianteiros aquecidos com massagem, sistema de escape, travões e transmissão automática, tudo em moldes desportivos.

São estas as condições pretendidas pela direção da Escola Profissional Amar Terra Verde (EPATV), situada em Vila Verde, para dar uma viatura Porcshe à retoma, de acordo com uma notícia avançada pelo jornal Público [acesso pago] desta sexta-feira.

O MINHO sabe que este carro, de modelo Panamera, já foi arrestado pela Polícia Judiciária, em fevereiro de 2017, na sequência da detenção do administrador desta escola, quando este foi detido, em conjunto com o presidente da Câmara de Vila Verde, António Vilela, por suspeitas de corrupção.

Vilela já conhece medidas de coação. PJ apreendeu “bens de valor elevado”

O concurso público, com um preço-base de 100 mil euros, foi publicado esta semana, em Diário da República, de forma adquirir uma viatura de luxo, com as características acima citadas, em troca do automóvel de marca italiana.

A escola é propriedade, em 49%, dos municípios de Vila Verde, Amares e Terras de Bouro, por se ter tratado de uma escola pública, entretanto comprada por uma sociedade criada propositadamente para o efeito [negócio que está, também, sob investigação do Ministério Público].

Presidente da Câmara de Vila Verde detido por suspeita de corrupção

Em comunicado, citado pelo mesmo jornal, as autarquias demarcam-se deste concurso, apontando que não têm responsabilidades executivas naquela administração.

“A partir do procedimento de aumento de capital e de acordo com o caderno de encargos, os municípios deixaram de ter qualquer responsabilidade financeira na respetiva sociedade. Todos os atos praticados, assim como a sua responsabilidade, não pode ser atribuída aos municípios, os quais se demarcam desde já, sobretudo dos exageros que possam ou sejam cometidos”, refere um comunicado conjunto das três autarquias.

O MINHO sabe, também, que o processo que decorre na justiça envolvendo esta escola, que tem como arguidos João Luís Nogueira e António Vilela, envolve também  o deputado do PSD eleito pelo círculo de Braga, Rui Silva, por este ter, acusa o MP, “facilitado” a compra da escola pela sociedade Val d’Ensino, que gere a escola profissional.

Município de Vila Verde terá tido prejuízo de 1 milhão com corrupção em escola

Na altura, Rui Silva era vereador da Câmara de Vila Verde e, depois do negócio consumado, passou a assumir funções na direção da escola, sem que, diz o MP, efetuasse qualquer trabalho visível.

Deputado do PSD Rui Silva arguido em caso de alegada corrupção

O Porsche Panamera, de 2012, versão 970, tem cilindrada de 2.967 cm3, 250 cavalos e quatro lugares, 147 mil quilómetros e estofos de pele, valendo “cerca de 40 mil euros”.

Entre 2015 e 2018, a sociedade já recebeu mais de 13,8 milhões de euros em fundos comunitários.

João Luís Nogueira não quis prestar declarações.

Anúncio

Braga

Ecopontos destruídos em ato de vandalismo na Povoa de Lanhoso

Parque do Pontido

em

Foto: Facebook da Freguesia da Povoa de Lanhoso / DR

Vários ecopontos foram destruidos na madrugada de sábado para domingo, adiantou a freguesia da Póvoa de Lanhoso na sua página de Facebook oficial.

Os actos de vandalismo aconteceram junto ao parque do Pontido, podendo-se contabilzar, naquela zona, vários ecopontos completamente queimados.

A autarquia entregou o caso às autoridades, que estarão a tomar as diligências necessárias para encontrar os responsáveis pelos estragos causados.

Continuar a ler

Braga

Final de tarde de domingo é com Jazz internacional no centro de Braga

No maison826

em

Foto: DR / Arquivo

Wiz Trio, grupo dedicado ao Jazz, vai atuar, ao final da tarde do próximo domingo, num bar situado em Braga, proporcionando um entardecer cultural alternativo no centro da cidade.

Composto pelo português José Pedro Coelho (saxofone tenor), o britânico Wilfred Wilde (guitarra elétrica) e o espanhol Iago Fernandez (bateria), este trio garante uma “fenomenal acontecimento mágico” na relação entre os três músicos que o compõe.

“Três cúmplices de longa data numa viagem musical una, percorrida de forma livre e espontânea, em equilíbrio entre a tradição jazzística e música original”, aponta a descrição do espetáculo, marcado para as 18:00 horas, no bar maison826.

 

Os bilhetes custam 5 euros (2,50 para sócios), com a reserva a ser feita através do contacto telefónico 253 610 300.

O maison826 foi (re)inaugurado, no novo espaço, a 07 de janeiro. Estava instalado anteriormente num edifício junto à Sé de Braga e pretende promover artes culturais e alternativas na cidade.

Continuar a ler

Braga

Hospital de Braga recebeu “figuras de referência” da Anestesiologia nacional e internacional

Evento decorreu em simultâneo em 35 cidades internacionais

em

Foto: Divulgação / Hospital de Braga

O Hospital de Braga recebeu, no passado sábado, a 3.ª edição do evento comemorativo do Dia Europeu da Anestesiologia Regional, que se realizou pela primeira vez em Braga, anunciou esta terça-feira aquela unidade hospitalar.

Em comunicado, é apontado que o evento, que reuniu figuras de referência nacionais e internacionais da área da Anestesiologia, pretendeu ser “um espaço de partilha de informação relevante e atual permitindo, desta forma, a atualização de conhecimento, com vista à melhoria e maior uniformidade na qualidade do tratamento da dor e do nível de cuidados anestésicos prestados aos doentes”.

A iniciativa, organizada pela Sociedade Europeia de Anestesiologia Regional e pelo Clube de Anestesia Regional (CAR/ESRA Portugal), decorreu em simultâneo em 35 cidades de 13 países europeus. Foi dirigida a médicos especialistas e internos de Anestesiologia, abordou temas fulcrais da área da Anestesia regional através de várias palestras, mesas redondas e workshops.

Foram, ainda, transmitidos em simultâneo, nas várias cidades europeias, podcasts da autoria de oradores internacionais de referência na área da Anestesiologia.

O balanço desta iniciativa foi “unânime entre participantes e organizadores locais, que destacaram o conceito inovador deste modelo de formação em que, em tempo real peritos da Anestesiologia Europeia levam a formação até aos formandos na sua cidade”, vinca a mesma nota.

Para além de Braga, a única cidade portuguesa envolvida, esta comemoração decorreu também noutras cidades europeias na Bélgica, França, Alemanha, Grécia, Itália, Países Baixos, Polónia, Eslováquia, Eslovénia, Espanha, Suíça e Turquia.

Continuar a ler

Populares