Seguir o O MINHO

Braga

Escola em Braga fechada a cadeado em protesto contra falta de condições

Esta manhã

em

Foto: DR

A Escola Básica de Santa Tecla, em Braga, está fechada a cadeado na manhã desta quinta-feira e com cartazes de protesto a reclamar melhoramentos no estabelecimento de ensino. Foi reaberta pelas 10:45.

Segundo a RUM – Rádio Universitária do Minho, a iniciativa terá partido de um conjunto de encarregados de educação e será alheia à Associação de Pais.

Foto: O MINHO

Foto: O MINHO

Foto: O MINHO

Foto: DR

Foto: DR

Foto: DR

Foto: DR

Devido à situação, acrescenta aquela rádio, a funcionária da Associação de Pais ficou impedida, às 07:45, de abrir o portão da escola para o funcionamento da CAF (Componente de Apoio à Família).

No portão estão afixados cartaz de protesto contra a falta de condições da escola. “Desde 2019 a pedir um recreio digno”, lê-se num cartaz. “Os nossos filhos não são números, são crianças”, vê-se noutro.

A escola foi reaberta cerca das 10:45 por funcionários municipais, com a presença da PSP.

Vídeo: O MINHO

Vídeo: O MINHO

O corte do cadeado teve a concordância da maioria dos pais, através da sua presidente da Associação de Pais e Encarregados de Educação, Marta Barbosa, depois de terem sido as reivindicações tornadas públicas, com a possibilidade de voltarem a ser encetadas outras iniciativas caso o recreio e outras obras não sejam concretizadas brevemente, como reafirmaram os pais, a O MINHO.

A obra no recinto vem sendo prometida pela autarquia desde 2019, sendo que, em julho, a Associação de Pais terá sido informada de que esta se realizaria antes do arranque do novo ano letivo.

Em declarações à RUM, o presidente da Câmara, Ricardo Rio, garante que a obra arrancará “muito em breve, dentro de dias” e que o atraso está relacionado com a sobrecarga de trabalho das equipas camarárias.

O autarca admite que, por essa razão, o projeto “não foi concluído a tempo” para a obra estar pronto antes de começar o ano letivo. “A equipa não consegue responder a todos os projetos”, justifica.

Entretanto, depois da presença de responsáveis da Iniciativa Liberal, a vereadora e cabeça de lista de CDU, Bárbara Barros, foi ouvir os pais dia cerca de 65 alunos das turmas da EB1 de Santa Tecla, que pedem a melhoria das condições para as crianças.

Foto: O MINHO

Foto: O MINHO

Foto: O MINHO

O Comando Distrital de Braga manteve sempre o controlo da situação, através da sua 2.ª Esquadra, com a presença também de um oficial e do agente Rui César, do programa Escola Segura da PSP.

Notícia atualizada às 11:38 com mais informação.

Populares