Seguir o O MINHO

Futebol

Ericson renova por uma temporada com o Vizela

II Liga

em

Foto: FC Vizela / Facebook

O Vizela, clube que foi promovido à II Liga portuguesa de futebol, anunciou hoje a renovação de contrato com o médio Ericson, que assinou um novo vínculo de uma temporada.


O jogador cabo-verdiano, de 32 anos, que os vizelenses tinham recrutado, no início desta época, ao Arouca, foi um dos mais utilizados pelo técnico Álvaro Pacheco na presente temporada, participando em 26 jogos da equipa, e apontando dois golos.

“Acompanhar o Vizela para a II Liga é um sentimento de dever cumprido. O mérito foi nosso, pois fomos a melhor equipa. Sinto-me muito bem aqui. As minhas expectativas para próxima época passam por ajudar o clube a alcançar novamente os seus objetivos. É um campeonato diferente e muito exigente, mas vamos lutar para nos afirmarmos neste patamar”, disse o médio em declarações ao site do clube minhoto.

Eriscon será um dos jogadores do plantel vizelense que já tem experiência nos campeonatos profissionais, depois de passagens por Tondela, Chaves, Vitória de Setúbal ou Desportivo das Aves.

Além desta renovação com Ercison, a formação minhota já tinha anunciado a continuidade dos avançados Diogo Ribeiro, Tavinho e Kiko Bondoso, do defesa João Pedro e a contratação de Richard Ofori, lateral esquerdo ex-Fafe.

O Vizela, a par do Arouca, foi indicado pela Federação Portuguesa de Futebol para a subida à II Liga Portuguesa de Futebol, depois do Campeonato Portugal, no qual militava, ter sido interrompido, devido à pandemia de covid-19.

À data da suspensão da prova, o Vizela liderava a Série A, com 60 pontos (mais oito do que o segundo classificado Fafe), enquanto o Arouca estava em primeiro lugar na Série B, com 58 pontos (mais oito que o Lusitânia de Lourosa).

Anúncio

Futebol

Gil Vicente sem casos positivos nos testes mais recentes

Covid-19

em

Foto: Gil Vicente FC / Facebook (Arquivo)

Os jogadores e restantes elementos do Gil Vicente testados à covid-19 na terça-feira e hoje tiveram resultados negativos, adiantou hoje à Lusa fonte oficial do clube da I Liga portuguesa de futebol.

Os resultados foram conhecidos após terem sido “garantidamente detetados” 18 casos de infeção pelo novo coronavírus no clube barcelense – 10 em futebolistas, cinco em elementos da equipa técnica e da restante estrutura, entre os quais o treinador principal, Rui Almeida, e três em pessoas sem ligação ao futebol profissional, informou a mesma fonte.

Impedido de treinar no relvado pelo delegado de saúde local, o plantel gilista está de quarentena, apesar da breve interrupção na quarta-feira, e viu ser adiado o desafio da primeira jornada do campeonato, agendado para as 18:30 de sábado, frente ao Sporting, no Estádio José Alvalade, em Lisboa, após a decisão das autoridades de saúde, anunciada na quinta-feira.

O clube ‘verde e branco’ também registou casos positivos de covid-19 e teve de cancelar um jogo amigável com os italianos do Nápoles, agendado para o passado domingo.

O encontro entre ‘leões’ e ‘galos’ é, aliás, o primeiro do principal campeonato português a ser adiado devido à pandemia de covid-19, depois dos embates da II Liga, entre Feirense e Desportivo de Chaves, na passada sexta-feira, e entre Académico de Viseu e Académica, no passado sábado, terem sido adiados pela mesma razão.

A pandemia de covid-19 já provocou pelo menos 946.727 mortos e mais de 30,2 milhões de casos de infeção em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 1.894 pessoas dos 67.176 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

Continuar a ler

Futebol

Vitória já não vai ter sócios na bancada presidencial

ARS Norte

em

Foto: Facebook VSC

As autoridades de saúde emitiram um “parecer desfavorável” à presença de sócios convidados em cada jogo caseiro do Vitória de Guimarães para a I Liga de futebol, informou hoje a Administração Regional de Saúde do Norte (ARS Norte).

O clube vimaranense anunciou, na quarta-feira, que ia sortear 40 sócios para assistirem aos jogos na tribuna presidencial do Estádio D. Afonso Henriques, em Guimarães, a partir da terceira jornada, frente ao Paços de Ferreira, em 02 de outubro, após rejeitada a iniciativa para o jogo de hoje com o Belenenses SAD, mas a ARS Norte emitiu hoje um comunicado sobre a situação, limitando-se a dizer que “não é permitida a presença de público” nos estádios.

“Torna-se necessário clarificar que, em concordância com a Resolução do Conselho de Ministros n.º 70-A/2020, de 11 de setembro de 2020, e as orientações técnicas da Direção-Geral da Saúde (DGS), as Autoridades de Saúde de nível nacional, regional e local comunicaram o seu parecer desfavorável, não permitindo a presença de público”, lê-se no comunicado.

Essa resolução indica, no artigo 22.º, que “a prática de atividade física e desportiva, em contexto de treino e em contexto competitivo, incluindo a I Liga de futebol profissional, pode ser realizada sem público, desde que no cumprimento das orientações definidas pela DGS”.

O clube minhoto adiantou, na quarta-feira, que a ARS Norte rejeitou a iniciativa para o duelo com o Belenenses SAD, da primeira jornada da I Liga, “face ao atual cenário epidemiológico na cidade de Guimarães”.

A presidente da Direção-Geral da Saúde (DGS), Graça Freitas, adiantou, na segunda-feira, que Guimarães é um dos concelhos com “maior incidência” de novos casos de covid-19 por 100 mil habitantes, juntando-se ao concelho de Vila Nova de Gaia e à região de Lisboa e Vale do Tejo como uma das “zonas mais críticas” do país.

A pandemia de covid-19 já provocou pelo menos 946.727 mortos e mais de 30,2 milhões de casos de infeção em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 1.894 pessoas dos 67.176 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

Continuar a ler

Futebol

Tomás Esteves, inscrito pelo FC Porto, mantém mítica camisola 2

Futebol

em

Foto: Twitter / FC Porto (Arquivo)

O futebolista Tomás Esteves, natural de Arcos de Valdevez, é opção para o treinador do FC Porto no jogo deste sábado frente ao SC Braga.

O nome do promissor lateral dos dragões não estava na listagem divulgada esta sexta-feira pela Liga Portugal, dando azo a comentários de que o jovem pudesse estar de saída para outras paragens, depois de anunciado o interesse do Wolverhampton, de Inglaterra.

No entanto, diz o Jornal de Notícias, houve um erro na listagem e afinal Tomás Esteves volta a envergar a mítica camisola 2 dos azuis-e-brancos nesta temporada.

Esta sexta-feira, em conferência de imprensa, o treinador Sérgio Conceição admitiu que os 33 jogadores que se apresentaram a treinos no Olival compõe um número excessivo, pelo que alguns deverão ser transferidos, como é o caso de Osorio, Diogo Queirós, Aboubakar ou Zé Luís.

“Falando dos 33, obviamente que são muitos jogadores. Na minha opinião acaba por ser mais prejudicial do que benéfico para o trabalho diário e a preparação dos jogos. Se perguntar a todos os outros treinadores da Liga, se calhar eles vão dizer o mesmo que eu”, disse.

Lista de jogadores do FC Porto inscritos na I Liga

Guarda-redes
1 – Marchesín
99 – Diogo Costa
14 – Cláudio Ramos
71 – Meixedo

Defesas
2- Tomás Esteves
15 – Carraça
18 – Manafá
3 – Pepe
19 – Mbemba
4 – Diogo Leite
13 – Alex Telles
12 – Zaidu

Médios
22 – Danilo
6 – Loum
8 – Uribe
21 – Romário Baró
27 – Sérgio Oliveira
25 – Otávio

Avançados
17 – Corona
10 – Nakajima
7 – Luis Díaz
11 – Marega
9 – Taremi
29 – Soares
30 – Evanilson
23- João Mário
50 – Fábio Vieira

Continuar a ler

Populares