Seguir o O MINHO

Desporto

Equipas femininas do Gil Vicente e Famalicão promovidas à Primeira Divisão

Futebol

em

Foto: Famalicão FC e Gil Vicente

As equipas femininas do Gil Vicente e do Famalicão vão disputar na próxima época o Campeonato da Primeira Divisão.

As “subidas” dos clubes minhotos devem-se a uma reformulação do quadro competitivo anunciado hoje pela Federação Portuguesa de Futebol com o objetivo de apoiar o futebol feminino.

Às 12 equipas da Primeira Divisão juntam-se as oito vencedoras das respetivas séries da Segunda.

Gil Vicente (série A) e Famalicão (série B), vencedores das respetivas séries, ganharam assim “passaporte” para o primeiro escalão.

A medida, que será, posteriormente, parcialmente revertida, visa a médio prazo apoiar os clubes, que podem ser especialmente afetados, numa fase em que ainda se desenvolvem, pelos efeitos colaterais à pandemia da covid-19.

“A Direção da FPF entende que aumentar a Liga BPI de 12 para 20 clubes permitirá apoiar diretamente quase o dobro das jogadoras portuguesas, muitas delas ativas em seleções nacionais de diferentes escalões”, indicou a Federação.

Esta alteração levará a que a primeira fase do campeonato de 2020/21 tenha 20 equipas divididas em série norte e série sul.

A segunda fase da Liga terá as quatro primeiras de cada série a discutirem a fase de campeão, e as 12 restantes (as seis últimas da série norte e série sul) a lutarem pela manutenção.

No modelo, está previsto a descida de seis equipas dessas 12 e a subida de apenas duas da II Liga, levando a que a época de 2021/22 seja então reduzida de 20 para 16 clubes.

Esta época, face à crise sanitária existente com o novo coronavírus e a suspensão dos campeonatos, a FPF decidiu em 08 de abril “dar por concluídas, sem vencedores, todas as suas competições seniores”.

O Benfica liderava a competição, com os mesmos pontos do Sporting, sendo o Sporting de Braga, campeão em título, terceiro classificado.

Populares