Seguir o O MINHO

Braga

Entra em jardim infantil de Braga para roubar, diz que veio buscar criança e acaba agredido por pais

Crime

em

Foto: O MINHO (Arquivo)

Um homem entrou no Jardim de Infância de Nogueira, em Braga, no início desta semana, alegadamente para tentar furtar objetos de possível valor, mas foi ‘barrado’ por uma funcionária quando estava dentro das instalações.

Questionado sobre o motivo de lá estar, disse que vinha buscar uma criança de quem era familiar, disse um nome ‘à sorte’ e, de facto, existia uma criança com esse nome.

Trata-se de Jojó, entretanto detido quando assaltava o café Sereia do Minho, na mesma freguesia, e colocado pelo tribunal em prisão preventiva.

Apesar de se ter tentado safar com a história de estar no Jardim Infantil para buscar uma criança, a política da direção passa por entregar os alunos apenas aos pais ou a familiares devidamente reconhecidos e autorizados pelos progenitores, algo que não havia sucedido.

Confrontado com a possibilidade de furto, Jojó acabou por ser agredido por alguns pais à porta daquelas instalações, fugindo de seguida.

A situação causou muita apreensão na freguesia, falando-se em tentativa de rapto de crianças, mas ao que apurou O MINHO, tudo não terá passado de uma ‘desculpa’ para justificar a presença naquele local.

No entanto, e porque existiram queixas nas autoridades, a divisão de investigação criminal da PSP está a investigar o caso.

Jojó em prisão preventiva após assalto a café

Conforme noticiou O MINHO,  ‘Jojó’ andava a ‘semear’ pânico em Braga através de assaltos a carros, moradias e estabelecimentos comerciais. O périplo do assaltante durava há várias semanas mas a eficácia de agentes da PSP de Braga pôs um fim ao ‘divertimento’ do larápio.

Durante a madrugada de sexta-feira, cerca das 02:35, o suspeito de 37 anos foi apanhado na freguesia de Nogueira quando assaltava o café Sereia do Minho, na Rua Cruzeiro Garcia Pires. Os agentes interceptaram ‘Jojó’ em flagrante com várias bebidas espirituosas furtadas do mesmo estabelecimento, que tinha as portas arrombadas.

“Aquando da abordagem, o detido tinha na sua posse garrafas de bebidas espirituosas, que havia furtado do interior do estabelecimento comercial, situado na Rua Cruzeiro Garcia Pires, nesta cidade de Braga”, avançou o comando distrital da PSP em Braga.

Presente ao juiz do Tribunal de Braga na sexta-feira à tarde, foi-lhe decretada a medida de coação mais gravosa – prisão preventiva -, ficando agora a aguardar julgamento num estabelecimento prisional.

‘Jojó’ estava já referenciado pelas autoridades por vários delitos do género. Ao que apurámos, o agora detido preventivamente foi várias vezes apanhado a tentar assaltar viaturas na freguesia de Nogueira, sendo surpreendido pelos proprietários.

Muitos deles não apresentaram queixa, mas outros sim, existindo várias acusações que o apontam como sendo culpado dos furtos.

*Com Luís Moreira.

Populares