Seguir o O MINHO

Cávado

Ensino superior chega a Esposende no próximo ano letivo

Cursos técnicos superiores profissionais ligados essencialmente à restauração e ao turismo

em

Foto: Divulgação / CM Esposende

O polo de Esposende do Instituto Politécnico do Cávado e Ave (IPCA) deverá começar a funcionar no início do próximo ano letivo num edifício orçado em cerca de 2,5 milhões de euros, anunciou hoje o presidente da Câmara.

Em declarações à Lusa, Benjamim Pereira afirmou que o projeto do edifício está pronto e que dentro de “uma a duas semanas” a obra será lançada a concurso público.

“A obra poderá começar em janeiro e, se tudo correr bem, contamos que esteja concluída a tempo de o polo começar a funcionar logo no início do próximo ano letivo”, disse ainda.

Segundo Benjamim Pereira, no polo de Esposende do IPCA funcionarão uma Escola de Verão e cursos técnicos superiores profissionais ligados essencialmente à restauração e ao turismo.

A Escola de Verão promoverá formação avançada, com uma oferta que consistirá, designadamente, em seminários, conferências, cursos breves, ações de formação e programas de formação nacionais e internacionais.

Para o local que vai acolher o polo do IPCA, está ainda prevista a construção de um edifício multiúsos e de um centro de negócios.

Com sede em Barcelos, o IPCA já tem polos em Braga, Guimarães e Vila Nova de Famalicão.

Anúncio

Cávado

Estação Náutica de Esposende certificada

Canoísta João Ribeiro é o embaixador da estação

em

Foto: Divulgação / CM Esposende

O Fórum Oceano-Associação da Economia do Mar, anunciou, na quarta-feira, no Centro de Congressos da Alfândega do Porto, a certificação da Estação Náutica de Esposende (ENE), como “um novo fórum de cooperação entre atores identificados com um território, para a gestão de equipamentos, espaços e eventos, assegurando a oferta de um produto turístico”.

A certificação foi entregue pela secretária de Estado do Turismo, Rita Marques, ao presidente da Câmara Municipal de Esposende, Benjamim Pereira e ao embaixador da estação, o canoísta esposendense João Ribeiro.

Esta certificação – diz a autarquia – “significa o início de uma nova era, na cooperação entre entidades, sejam públicas ou privadas, que integrarão o conselho da ENE, nomeadamente aquelas que se dedicam a desportos e atividades de lazer nas áreas aquáticas do município, com o objetivo de potenciar o desporto de natureza, o turismo ativo e a identidade do território, numa lógica de comunicação e dinamização global dos espaços náuticos de Esposende”.

Barra assoreada

“Esposende apresenta uma oferta turística de qualidade, mas a nossa determinação assenta na valorização integrada dos recursos náuticos existentes no território. O plano de desenvolvimento turístico do concelho deposita grandes expectativas na capacidade de captação de visitantes, devido à ação da Estação Náutica de Esposende, principalmente na época baixa, quebrando o efeito da sazonalidade”, referiu Benjamim Pereira, aquando da entrega da certificação, vincando que “os desportos de mar são responsáveis pelo crescimento de cerca de
30% das dormidas, registadas em Esposende, no primeiro semestre de 2019”.

O presidente da Câmara espera que “este forte investimento, sirva também para demonstrar à tutela a urgência de encontrar uma solução para barra e para o desassoreamento da foz do rio Cávado, sem os quias o futuro da atividade piscatória pode estar em risco”.

Objetivos

São objetivos estratégicos da Estação Náutica de Esposende a oferta turística integrada, com base nas potencialidades da economia azul, sendo as atividades náuticas consideradas produto turístico âncora.

Pretende-se, ainda, potenciar uma oferta turística multipolar entre os distintos produtos: turismo náutico, turismo de sol e praia, turismo cultural e criativo, turismo de natureza, turismo de recreio e lazer, turismo de eventos, festas e romarias, turismo acessível e gastronomia e vinhos.

Nesta iniciativa, o Fórum Oceano e a associação para o desenvolvimento do cluster do mar em Portugal, a qual, reconhecendo a valia dos recursos e o potencial que Portugal apresenta na área do turismo náutico, lançaram um projeto de desenvolvimento, promoção e certificação de Estações Náuticas. Percebendo a importância deste projeto para o território, o Município decidiu avançar com a candidatura.

Continuar a ler

Barcelos

Barcelos comemora Dia Internacional da Cidade Educadora

Educação

em

Câmara de Barcelos. Foto: O MINHO (Arquivo)

Celebra-se no próximo dia 30 de novembro, em Barcelos, o Dia Internacional da Cidade Educadora, cujo tema deste ano é “Escutar a Cidade para a Transformar”, anunciou a autarquia.

Em colaboração com o Agrupamento de Escolas Rosa Ramalho, a Câmara de Barcelos irá realizar dois fóruns com os alunos do 2º e 3º ciclo, nos dias 27 e 28 de novembro de 2019, às 09:30, na Biblioteca do Agrupamento de Escolas Rosa Ramalho.

“A iniciativa terá como objetivo a partilha da perceção dos jovens sobre a cidade e do que gostariam de transformar”, refere a autarquia em comunicado.

A Câmara de Barcelos acrescenta que a cidade, integrada na rede das Cidades Educadoras, “vem permitindo uma nova forma de ver e pensar a cidade, bem como a integração da necessidade de um esforço maior para criar, pela via da educação, da cultura e das políticas sociais, as condições e o ambiente perfeitos para o crescimento de cada um, num contexto de respeito por todos e num movimento contínuo de desenvolvimento sincronizado de toda a comunidade e de todo o território”.

“O crescente envolvimento e participação da sociedade civil na vida pública da cidade e do concelho são a face visível duma mudança que se avoluma e que continuará a crescer em Barcelos, rumo à plenitude dos princípios da Carta das Cidades Educadoras”, refere a mesma nota.

Continuar a ler

Barcelos

“Barcelos Bus” vai ser implementado de vez com cinco novas linhas

Transportes públicos

em

Foto: Divulgação

Está a terminar o período experimental do projeto Barcelos Bus, devendo manter-se em definitivo com mais cinco linhas de circulação para passageiros.

O anúncio foi feito pela própria autarquia, criadora do projeto. Em declarações ao jornal Barcelos Popular, são apontadas novas linhas e reiterado que o projeto tem sido bastante requisitado pelos habitantes do concelho.

De forma progressiva, vão ser criadas asr ligações à Escola Secundária de Barcelos, ao Centro de Saúde de Barcelinhos, Escola de Tecnologia e Gestão de Barcelos, a Tamel São Veríssimo e, uma previsão, da passagem dos autocarros na “zona da Esparrinha, em Arcozelo”.

As linhas já existentes vão continuar em funcionamento.

Continuar a ler

EM FOCO

Anúncio

ÚLTIMAS

Vamos Ajudar?

Reportagens da Semana

Populares