Seguir o O MINHO

Braga

Encontro com Rei de Espanha em Braga servirá para analisar Ucrânia, Europa e economia

Adianta Marcelo Rebelo de Sousa

em

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO / Arquivo

O Presidente da República afirmou hoje que o XV Encontro COTEC Europa, com a presença do Rei de Espanha e do Presidente italiano, servirá para abordarem a guerra na Ucrânia, a situação na Europa e a economia europeia.

Em declarações aos jornalistas, em Guimarães, Marcelo Rebelo de Sousa declarou ter “expectativas muito boas” relativamente ao XV Encontro COTEC Europa, que se realiza, na quarta-feira, em Braga, destacando a “raridade destes encontros em período de guerra”.

“O Presidente italiano acaba de ser reeleito, é a primeira visita que faz ao estrangeiro. O Rei de Espanha tem tido praticamente nenhumas visitas ao estrangeiro. Este encontro, muito raro, num momento muito importante para analisarmos o que se passa na Ucrânia, na Europa, na economia europeia, nos efeitos sociais [e] na energia”, disse, enquanto aguardava a chegada do Rei Felipe VI e de Sergio Mattarella, ao Paço dos Duques de Bragança, em Guimarães, onde decorrerá um jantar oferecido pelo chefe de Estado português.

O XV Encontro COTEC Europa tem como tema “A Cultura ao Encontro da Inovação”, sobre o papel da cultura na Economia, vai decorrer no Theatro Circo, em Braga, e contará com a presença de centenas de empresários, sobretudo pequenos e médios empresários dos três países.

Marcelo Rebelo de Sousa classificou o tema de “muito inovatório”, mas salientou que, mesmo falando da cultura e do seu papel, é impossível não se falar da guerra na Ucrânia e do futuro.

“É impossível estarmos a discutir, mesmo que seja a cultura, sem olhar à volta e tomar em consideração a guerra na Ucrânia, a posição europeia, as consequências económicas, sociais e financeiras para todos, os Planos de Recuperação e Resiliência, a necessidade de recuperar das pandemias e, portanto, há muita coisa para vermos, além da cultura”, sublinhou o Presidente da República.

Marcelo Rebelo de Sousa reiterou a sua preocupação com a situação vivida na Ucrânia e manifestou o desejo de que a paz regresse rapidamente.

“Muita preocupação pela Ucrânia. O nosso objetivo é ter a paz depressa, mas com condições de estabilidade humanitária e social. Espanha, Portugal e Itália receberam tantos refugiados da Ucrânia, que é um outro problema humanitário, mas também económico, social, político e diplomático”, frisou Marcelo Rebelo de Sousa.

O XV Encontro COTEC Europa servirá igualmente para o reforço de relações entre os países.

“Vivemos um período muito difícil para a Europa, para a geopolítica. Houve uma alteração enorme na geopolítica que estamos a viver, mas os afetos sociais, económicos, políticos e diplomáticos, são imensos”, recordou Marcelo.

O Presidente da República português lembrou ainda a “vitória, a magnífica decisão” que foi o acordo político alcançado por Portugal e Espanha com a Comissão Europeia sobre um mecanismo para fixar o preço médio do gás.

Entre os oradores deste XV Encontro COTEC Europa, além dos dirigentes da COTEC de Portugal, Espanha e Itália, estão vários líderes de Indústrias Criativas e Culturais dos três países.

Em Portugal, a COTEC engloba empresas multinacionais, grandes grupos nacionais e Pequenas e Médias Empresas, em vários setores de atividade.

Populares