Seguir o O MINHO

Viana do Castelo

Empresários de Viana oferecem 3 500 árvores à autarquia para revitalizar floresta

em

Os membros de uma associação de empresários de Viana do Castelo ofereceram, este sábado, 3 500 árvores à autarquia, que serão plantadas numa área de cerca de 7 hectares. Em 2016, recorde-se, o distrito de Viana foi o que registou a segunda maior área consumida pelos incêndios, em todo o país.

DR

A iniciativa conjunta da Câmara Municipal de Viana do Castelo e da ADN – Associação Aliança de Negócios, arrancou no sábado passado, dia 18 de março, com o evento “Reflorestar com ADN”, momento simbólico em que se plantaram as primeiras árvores, em Carvoeiro, naquele concelho.

DR

A plantação mais a sério está prevista realizar-se no Dia Mundial da Árvore com a ajuda das escolas do concelho.

DR

Segundo Cristiano Costa, presidente da ADN, “todos temos uma responsabilidade ambiental à qual não nos podemos alienar. Proteger e revitalizar a nossa floresta, assim como dar o exemplo é defender e agir em prol dos recursos naturais que serão herdados pelas gerações futuras.”

Em comunicado enviado a O MINHO, a associação de empresários recorda que a Associação de Promoção ao Investimento Florestal (APIF) considerou, no início deste ano, que 2016 foi “mais um ano zero no combate à desflorestação” em Portugal, onde as chamas consumiram o equivalente a”mais do triplo da área ardida” em Espanha.

Segundo um relatório provisório, até 15 de outubro de 2016, Viana do Castelo foi o segundo distrito com maior área ardida a nível nacional (um total de 32 501 hectares), atrás do distrito de Aveiro, o que representa cerca de 20% do total território devastado pelas chamas.

ASSOCIAÇÃO ALIANÇA DE NEGÓCIOS

A Aliança de Negócios é uma associação sem fins lucrativos.

“O que é a Associação Aliança de Negócios?

A Aliança de Negócios é uma associação sem fins lucrativos, que tem como objectivo impulsionar o desenvolvimento e crescimento das empresas suas associadas potenciando negócios entre si bem como promover a dinamização do tecido empresarial da região”.

“E como o fazemos?

“Fomentando negócios entre os seus associados, partilhando o know-how de cada um em prol do crescimento de cada empresa aderentes em particular e da ADN em geral; organizando eventos abertos às empresas da região em que sejam abordadas temáticas de interesse e com impacto no crescimento empresarial; celebrando protocolos de que resultem benefícios para os nossos associados.

A Aliança de Negócios tem como requisito a permanência de um único associado por cada área de negócio, para  evitar conflitos de interesses e potenciar a diversidade de empresas representadas.

Pertencer à nossa associação é poder contar com o conhecimento de todos os empresários aqui presentes, que nos podem abrir as portas a novos clientes e partilhar os seus métodos e técnicas de crescimento. É poder contar com um grupo de pessoas decisoras nas suas empresas e influentes na sua carteira de clientes, focalizados em ajudar o negócio dos seus parceiros, sem qualquer contrapartida”.

Fonte: http://aliancadenegocios.pt/sobre-nos/

Populares